Seguir o O MINHO

Braga

Braga: ‘Spin-off’ do INL premiada em Londres por criar forma não invasiva de detetar cancro

Pela Royal Society of Chemistry

em

Foto: DR / Arquivo

Uma “spin-off’ do Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL) foi distinguida pela Royal Society of Chemistry (Reino Unido) por desenvolver uma “ferramenta de diagnóstico não invasiva” que mostra “em tempo real” a progressão do cancro, anunciou hoje aquele instituto.

Em comunicado enviado à Lusa, o INL, sediado em Braga, explica que a RUBYnanomed recebeu dez mil libras num concurso de Tecnologias Emergentes na categoria Saúde, o “Chemistry Means Business”, em Londres.

Segundo o INL, a tecnologia premiada “demonstrou potencial para conseguir um diagnóstico precoce, que é um dos fatores de sucesso mais relevantes em terapias oncológicas”.

As investigadoras do INL desenvolveram um “novo método de biopsia líquida”, sendo baseada num “dispositivo microfluídico que isola todos os tipos de células tumorais circulantes (CTCs) do sangue total não processado”.

Os resultados alcançados, refere o INL, mostram que aquela tecnologia “consegue levar ao isolamento, deteção e análise, em tempo útil, de material resultante de um tumor de uma forma minimamente invasiva, permitindo ainda investigar a evolução de um tumor ao longo do tempo, a deteção prematura e uma ação terapêutica personalizada”.

Aquela nova feramente está licenciada em exclusivo para a RUBYnanomed, que tem vindo a “trabalhar para a tornar comercialmente viável e fazê-la chegar às clínicas e hospitais, com o objetivo de ajudar a salvar vidas”.

A RUBYnanomed foi distinguida por painel de jurados de empresas multinacionais farmacêuticas, de diagnóstico, consultoria e transferência de tecnologia, sediadas no Reino Unido.

“Este prémio representa um contributo importante para a credibilidade do produto desenvolvido pela RUBYnanomed”, destaca o INL.

Anúncio

Braga

Casa arde na cidade de Braga

Em Real

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Uma casa devoluta foi consumida pelas chamas, ao início da noite desta quarta-feira, em Real, cidade de Braga, disse a O MINHO fonte dos bombeiros.

O alerta foi dado às 20:59, para a interceção entre a Rua Costa Gomes e a 5 de Outubro, segundo fonte da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, mobilizando doze operacionais e três viaturas.

No local estão vários elementos da Companhia de Bombeiros Sapadores de Braga e dos Bombeiros Voluntários de Braga, procedendo à extinção das chamas. Uma equipa dos Bombeiros de Amares foi acionada para o local.

Pelas 21:43, o incêndio encontrava-se “dominado”, mas ainda não extinto.

“Para já, não há registo de feridos”, disse a mesma fonte, podendo ainda existir alguma vítima por entre os escombros.

A PSP está no teatro de operações.

(em atualização)

Continuar a ler

Braga

PSP deteve dois jovens suspeitos de furtos em centro comercial em Braga

Rapariga e rapaz de 18 e 19 anos detidos.

em

Foto: DR / Arquivo

A Polícia de Segurança Pública (PSP) deteve dois jovens por furto de artigos num valor superior a 200 euros em várias lojas de um centro comercial de Braga, anunciou hoje aquela força.

Os detidos são uma rapariga de 19 anos e um rapaz de 18.

A PSP apreendeu ainda um alicate utilizado para retirar os alarmes dos artigos furtados, que estava na posse da suspeita.

Os detidos foram notificados para comparecerem nos Serviços do Ministério Público junto do Tribunal Judicial da Comarca de Braga.

Continuar a ler

Braga

Homem em estado grave após atropelamento em Braga

Vítima de 35 anos

em

Foto: Facebook do grupo "Moina na Estrada"

Um homem, de 35 anos, sofreu ferimentos graves na sequência de um atropelamento, esta tarde, em Braga.

O sinistro ocorreu por volta das 16:40 junto à rotunda da Rodovia, naquela cidade.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Ao local acorreram os Bombeiros Voluntários de Braga, a VMER e a Mota de Emergência Médica do INEM.

Desconhecem-se as causas do atropelamento, mas a vítima terá sido colhida fora de passadeira.
Foi transportada para o Hospital de Braga.
A PSP registou a ocorrência.

Continuar a ler

Populares