Seguir o O MINHO

Braga

Braga sob ‘aviso amarelo’ devido ao tempo quente

em

Braga faz parte da lista de catorze distritos de Portugal continental que estão, esta segunda-feira, sob ‘Aviso Amarelo’ devido à persistência de valores elevados da temperatura máxima, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).


Os distritos de Bragança, Viseu, Évora, Guarda, Vila Real, Setúbal, Santarém, Lisboa, Leiria, Beja, Castelo Branco, Coimbra, Portalegre e Braga estão sob ‘Avio Amarelo’ desde as 03h23 desta segunda e até às 21h00 de terça-feira.

O ‘Aviso Amarelo’ é o terceiro mais grave numa escala de quatro e significa “risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica”.

O IPMA prevê para esta segunda-feira, no continente, tempo quente com céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade, com neblina ou nevoeiro, no barlavento Algarvio e no litoral oeste até final da manhã, podendo persistir em alguns locais da faixa costeira a norte do Cabo Raso.

Durante a tarde, está previsto aumento temporário de nebulosidade no interior da região norte com possibilidade de aguaceiros.

A previsão aponta também para vento fraco, soprando moderado de sueste no Algarve até meio da tarde, e sendo moderado a forte do quadrante sul, por vezes com rajadas até 70 quilómetros por hora, nas terras altas da região sul.

Está ainda prevista uma pequena descida da temperatura mínima na região sul e pequena descida da máxima.

No que diz respeito às temperaturas, em Lisboa vão oscilar entre 19 e 32 graus Celsius, no Porto entre 16 e 26, em Braga entre 17 e 35, em Viana do Castelo entre 15 e 24, em Vila Real entre 21 e 37, em Viseu entre 21 e 35, em Bragança entre 18 e 38, na Guarda entre 23 e 32, em Coimbra entre 16 e 34, em Castelo Branco entre 22 e 37, em Santarém entre 17 e 37, em Portalegre entre 21 e 35, em Évora entre 17 e 38, em Beja entre 19 e 35, em Faro entre 22 e 29, no Funchal entre 20 e 25, em Ponta Delgada entre 18 e 25, na Horta entre 18 e 24 e em Santa Cruz das Flores entre 19 e 23.

logo Facebook Fique a par das Notícias de Braga. Siga O MINHO no Facebook. Clique aqui

Anúncio

Braga

Unidade da Póvoa de Lanhoso recebe 80 doentes covid até final da próxima semana

Covid-19

em

Foto: SCM Póvoa de Lanhoso / Divulgação

A UCM (Unidade de Cuidados Moderados) da Póvoa de Lanhoso, que visa receber utentes covid-19 positivos, e aliviar a pressão dos Hospitais Públicos da região, recebe até ao final deste sábado, 40 utentes. Até final da próxima semana, a unidade contará com 80 utentes, foi hoje anunciado.

Durante a manhã deste sábado, o provedor da Misericórdia da Póvoa de Lanhoso, Humberto Carneiro, recebeu na Unidade de Cuidados Moderados, a visita do secretário de Estado da Mobilidade, Eduardo Pinheiro, do presidente da União das Misericórdias Portuguesas, Manuel de Lemos, do presidente da ARS Norte, Carlos Nunes e do presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Avelino Silva, que vieram constatar as condições desta Unidade de tratamento.

Foto: Divulgação / SCM Póvoa de Lanhoso

Para o Provedor:“Este é mais um exemplo de cooperação entre as Misericórdias Portuguesas e o Estado, na luta contra a pandemia que a todos atinge. Até final da semana a unidade contará com 80 utentes. Esta será a 1ª fase do acordo com a ARSN, sendo que, caso seja necessário, a Misericórdia estará em condições de adequar a Unidade para receber até 160 utentes. Estamos perante um trabalho notável de toda a Instituição, de realçar o trabalho incansável e a prontidão de toda a equipa. Nas pessoas do diretor clínico e da enfermeira diretora, quero publicamente agradecer e reconhecer o trabalho exemplar de dedicação às causas que a Misericórdia abraça. De referir ainda que este projeto foi apenas possível com o apoio da Câmara Municipal, portanto o meu sentido agradecimento ao Presidente da Câmara, Avelino Silva.”

A Unidade de Cuidados Moderados da Misericórdia da Póvoa de Lanhoso, torna-se, assim, com as 80 camas, a maior resposta nacional de apoio aos Hospitais EPE, para a receção de utentes COVID-19 positivos, para o combate à pandemia fora da resposta pública.

Continuar a ler

Braga

Municípios transfronteiriços reconhecem caminho que liga Braga a Santiago

Caminhos de Santiago

em

Foto: DR

A associação Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular acaba de reconhecer o Caminho da Geira e dos Arrieiros, que liga Braga a Santiago de Compostela, na distância de 240 quilómetros, num guia com os principais itinerários jacobeus.

Esta entidade luso-galaica, que reúne 35 municípios da região transfronteiriça e a província de Lugo, divulgou no dia 16 de novembro um guia que, ao longo de 184 páginas, descreve 14 caminhos de Santiago, entre os quais o da Geira e dos Arrieiros, incluindo o seu troço por Berán, seguindo o traçado apresentado pela Associação do Caminho Jacobeu Minhoto Ribeiro, em Braga, em 2017.

O guia “Um Caminho de Futuro” [link para download: https://bit.ly/2IH1BLx ], escrito em espanhol, galego, português e inglês, descreve o traçado que começa na Sé de Braga ao longo de 13 páginas, ilustradas com desenhos dos principais locais de passagem dos peregrinos. A primeira edição conta 74 mil exemplares.

A associação Eixo Atlântico, atualmente liderada pelo presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, dedica- se a apoiar “as iniciativas que fomentem a cooperação transfronteiriça, constituída pelos municípios do Norte de Portugal e da Galiza” e não tem fins lucrativos.

O Caminho da Geira e dos Arrieiros foi reconhecido pela Igreja em março de 2019, quando o delegado de peregrinações do cabido da Catedral de Santiago, o deão Segundo L. Pérez López, assinou um certificado onde refere que o traçado cumpre “as condições de outros caminhos de peregrinação” e por isso “concede a Compostela” a quem o percorrer.

Está em curso o processo de homologação pelas entidades civis.

No ano passado foi percorrido por 367 peregrinos em 10 meses. A maioria partiu de Braga (227), seguindo-se Castro Laboreiro (104), Entrimo e Ribadavia (com oito cada).

Os portugueses constituem o maior grupo (80%), havendo ainda registo da passagem de italianos, suíços, franceses, brasileiros, polacos e holandeses.

Além dos peregrinos que receberam a Compostela (e, como tal, entraram nas estatísticas), a associação Codeseda Viva considera que muitos outros o fizeram, apontando uma estimativa global de 850 pessoas.

Continuar a ler

Braga

Concelho de Braga com 1.694 casos ativos

Covid-19

em

Foto: DR

O concelho de Braga regista hoje 1.694 casos ativos de covid-19, mais 1o3 do que na sexta-feira, data do último balanço publicado por O MINHO.

O município contabiliza agora 5.850 casos desde o início da pandemia, mais 249 nas últimas 24 horas.

Estes números foram apurados pelo nosso jornal junto de fonte local da saúde às 17:30 de sexta-feira.

Há ainda mais 146 doentes curados desde ontem, totalizando 4.316 recuperações desde o início da pandemia.

Há 89 óbitos a lamentar, o mesmo número de ontem.

Por fim, estão 1.463 pessoas em vigilância ativa, mais 27 do que ontem.

Continuar a ler

Populares