Seguir o O MINHO

Futebol

Braga perde com o lanterna-vermelha

No terreno do Aves

em

O lanterna-vermelha Desportivo das Aves quebrou hoje um ciclo de mais de três meses sem vitórias na I Liga de futebol, ao impor-se na receção ao Sporting Clube (SC) de Braga, por 1-0, em encontro da 13.ª jornada.

O avançado iraniano Mehrdad Mohammadi marcou o único golo aos oito minutos e carimbou o segundo triunfo avense na prova, depois da vitória na receção ao Marítimo (3-1), em 18 de agosto, à qual se seguiu um ciclo de dez derrotas consecutivas.

O Aves continua no 18.º e último lugar, com seis pontos, a cinco da ‘linha de água’, enquanto o Braga mantém a quinta posição, com 18, em igualdade com Tondela e Boavista, todos a dois do Sporting, quarto colocado, com menos um jogo disputado.

Em plena estreia como treinador anfitrião na Vila das Aves, Nuno Manta Santos trocou cinco unidades face à derrota com o Moreirense (3-2) e promoveu três habituais titulares dos sub-23, entre os quais Zidane Banjaqui, que esteve em evidência aos oito minutos.

O médio luso-guineense foi travado por Pablo Santos em zona frontal, originando um livre que Mohammadi cobrou de forma exemplar, junto ao poste mais próximo do guarda-redes Eduardo, anotando o quinto golo no campeonato.

O lance abrilhantou uma etapa inaugural pautada por quezílias, protestos e agressividade nos duelos, capítulo que reforçou o afinco avense e a desinspiração ‘arsenalista’, apenas disfarçada em cabeceamentos de Pablo, aos 17, e de Fransérgio, quatro minutos depois.

Insatisfeito com o rumo dos acontecimentos, o treinador Ricardo Sá Pinto, que fez regressar Ricardo Esgaio e Galeno em relação ao triunfo sobre o Rio Ave (2-0), substituiu André Horta por Rui Fonte à meia hora, mas no Braga acentuou-se a escassez de criatividade.

Com um bloco coeso e um olho deitado no contra-ataque, o emblema do concelho de Santo Tirso voltou a criar perigo em remates ‘enrolados’ de Kevin Yamga, aos 30 minutos, e do estreante Bruno Morais, aos 43, justificando a vantagem transportada para o intervalo.

Os bracarenses surgiram com maior ‘tração ofensiva’ no reatamento e Paulinho esteve perto do empate aos 54 minutos, num canto que resvalou no poste direito, na parte inferior da barra e nas luvas de Beunardeau, sem ter ultrapassado a linha de golo.

Com muita precipitação à mistura, os forasteiros intensificaram a pressão e dispuseram de oportunidades nos pés de Wilson Eduardo (71 minutos) e Pablo (83) e na cabeça de Galeno (90), insuficientes para beliscar a organização do Desportivo das Aves.

Ficha de Jogo

Jogo no Estádio do CD Aves, na Vila das Aves.

Desportivo das Aves – SC Braga, 1-0.

Ao intervalo: 1-0.

Marcador:

1-0, Mehrdad Mohammadi, 08 minutos.

Equipas:

– Desportivo das Aves: Beunardeau, Jaílson, Adam Dzwigala, Bruno Morais, Ricardo Mangas, Rúben Oliveira, Estrela, Kevin Yamga, Welinton Júnior (Miguel Tavares, 90), Mehrdad Mohammadi e Zidane Banjaqui (Luiz Fernando, 84).

(Suplentes: Raphael Aflalo, Hélder Baldé, Miguel Tavares, Reko Silva, Afonso Figueiredo, Rúben Macedo e Luiz Fernando).

Treinador: Nuno Manta Santos.

– SC Braga: Eduardo, Ricardo Esgaio, Bruno Viana, Pablo Santos, Nuno Sequeira, João Palhinha, Fransérgio (João Novais, 64), Galeno, André Horta (Rui Fonte, 32), Ricardo Horta (Wilson Eduardo, 64) e Paulinho.

(Suplentes: Matheus, Wilson Eduardo, Uche Agbo, Diogo Viana, João Novais, Rui Fonte e Francisco Trincão).

Treinador: Ricardo Sá Pinto.

Árbitro: Rui Costa (AF Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Pablo Santos (06), Rúben Oliveira (27), Bruno Viana (29), Beunardeau (56), Ricardo Esgaio (63), Nuno Sequeira (78), Mehrdad Mohammadi (80), Welinton Júnior (90+1) e Galeno (90+2).

Assistência: 1.633 espetadores.

Anúncio

Futebol

Hugo Vieira regressa a casa

Avançado de Barcelos

em

Foto: Gil Vicente FC

O avançado Hugo Vieira está de regresso a Barcelos para alinhar no plantel do Gil Vicente FC, anunciou hoje o clube gilista.

Depois de marcar 69 golos em três temporadas e meia na Sérvia e no Japão, o barcelense só foi opção por duas vezes na Turquia, esta temporada, marcando um golo, pelo Sivasspor, com quem rescindiu contrato recentemente.

Aos 31 anos, o avançado tinha convites do Estrela Vermelha, onde alinhou durante uma época e meia, entre 2015 e 2016, deixando a marca de 29 golos em 52 jogos.

Também os japoneses do Yokohama Marinos o queriam recontratar, depois de, em 82 jogos disputados, ao longo de duas épocas (2017 e 2018), marcar 40 golos.

Esta é a quarta vez que o goleador alinha pelo emblema barcelense.

Continuar a ler

Futebol

Jesualdo Ferreira, ex-SC Braga, estreia-se a vencer pelo Santos

Brasileirão

em

Foto: Twitter

O treinador português Jesualdo Ferreira conseguiu, na segunda-feira, o primeiro triunfo pelo Santos, ao vencer em casa do Guarani 2-1, com um autogolo já nos descontos, em jogo da segunda jornada do campeonato paulista de futebol.

O avançado Pablo Diogo, emprestado pelo Santa Clara ao Guarani, marcou na própria baliza, aos 90+2, dando o primeiro triunfo na competição ao Santos, que se tinha estreado com um nulo na receção ao Bragantino, naquele que foi o primeiro jogo oficial de Jesualdo.

No jogo de Campinas, o Santos esteve a vencer por 1-0, com um golo de Arthur, aos 21 minutos, mas o Guarani, que viu Lucas Santos ser expulso aos 46 minutos, ainda empatou por Rafael Costa, aos 64, valendo ao ‘peixe’ o autogolo ao cair do pano.

O treinador português, de 73 anos, assinou pelo Santos em dezembro de 2019, numa carreira em que se notabilizou no FC Porto, com três títulos, e passou por Benfica, Sporting de Braga, Panathinaikos, Málaga, Sporting, Zamalek ou Al-Sadd.

No campeonato paulista, o Santos lidera o grupo A, com quatro pontos, mais um do que a Ponte Preta e o Oeste, ambos com três.

O formato de disputa do campeonato ‘paulista’ apresenta algumas diferenças em relação ao modelo antigo, sendo que nesta primeira fase, dividida em quatro grupos de quatro equipas, os componentes do grupo defrontam as outras 12 formações, sem se defrontarem entre si na ‘poule’.

Depois da conquista no final da temporada do ‘Brasileirão’ e da Taça Libertadores por parte de Jorge Jesus ao serviço do Flamengo, Jesualdo Ferreira é o terceiro treinador português a orientar uma equipa nos dois principais campeonatos ‘canarinhos’, ficando a cargo do Santos, vice-campeão brasileiro, enquanto Augusto Inácio foi contratado pelo Avaí, que desceu à segunda divisão.

Continuar a ler

Futebol

Ex-Moreirense Rúben Lima assina pelo Belenenses SAD

Mercado de transferências

em

Foto: DR / Arquivo

O lateral-esquerdo Rúben Lima, de 30 anos, é a primeira contratação do ‘mercado’ de janeiro do Belenenses SAD, anunciou hoje o atual 15.º classificado da I Liga portuguesa de futebol.

O defesa estava sem clube desde de que saiu do Moreirense na temporada passada, na qual realizou 21 jogos, tendo já sido orientado pelo atual treinador da formação lisboeta, Petit, em 2017/18, ao serviço do clube minhoto, numa temporada em que fez 40 partidas.

Formado no Benfica, o defesa representou, em Portugal, o Desportivo das Aves, o Vitória de Setúbal, o Beira-Mar, a União da Madeira e o Moreirense. Pelo meio, esteve quatro anos na Croácia, onde alinhou no Hajduk Split, no Dínamo Zagreb e no HNK Rijeka.

Depois das saídas dos médios Simon Ramírez (Universidade de Concepción, Chile), Jonatan Lucca (Farense), Benny (Desportivo de Chaves) e André Sousa (Gaziantepspor, Turquia), Rúben Lima é o primeiro reforço do plantel às ordens de Petit, que substituiu Pedro Ribeiro no cargo em 15 de janeiro.

Continuar a ler

Populares