Connect with us

Braga: Passos Coelho visitou a Bosch

Braga

Braga: Passos Coelho visitou a Bosch

Pedro Passos Coelho visitou as instalações da Bosch Car Multimedia Portugal, sediadas em Braga, no âmbito do encerramento da primeira fase do projeto Human Machine Interface Excellence (HMIExcel), uma parceria entre a Bosch e a Universidade do Minho, que visa o desenvolvimento e produção do futuro conceito de mobilidade no sector automóvel.

O projeto teve o seu início há dois anos representa um investimento de 19 milhões de euros, resultando em 14 projetos e dez patentes registadas no desenvolvimento do ‘cockpit do futuro’, envolvendo cerca de 300 pessoas.

A parceria prevê, para os próximos três anos, um investimento de 56 milhões de euros na evolução de 38 novos projetos, sendo que a empresa alemã, sediada em Braga, aposta na contratação de mais mil colaboradores até 2020.

Este foi um dado enaltecido por Ricardo Rio, presidente da câmara de Braga, lembrando que Braga tem sido, neste particular, ‘fonte de boas notícias e de sinais de esperança no futuro’.

“Do ponto de vista económico, os indicadores de redução do desemprego, de criação líquida de novos postos de trabalho e de atracção de investimento, de projetos que ajudem ao desenvolvimento do território, Braga tem tido um papel notável nas diversas áreas de actividade”, referiu.

Lembrando as palavras do primeiro-ministro numa recente visita à capital do Minho, em que Pedro Passos Coelho afirmou que “era importante que o País soubesse acompanhar a ‘pedalada’ de Braga”, o Autarca afirmou que este o projeto HMIExcel, “é uma das muitas comprovações de uma estratégia que está delineada entre todos os agentes do território e que passa por aproveitar os muitos recursos que Braga tem para oferecer”, destacando, neste particular, a Universidade do Minho e a Bosch, “um dos principais agente económicos de Braga” e que tem tido uma postura de “grande interacção com a comunidade Bracarense”.

O projeto já tinha sido ‘apadrinhado’ pelo primeiro-ministro no início do processo. Agora, passados dois anos, Pedro Passos Coelho mostrou a sua satisfação por “testemunhar o sucesso do projeto e a renovação dessa ambição para o futuro próximo”.

“A economia nacional precisa de beneficiar muito da inovação e da melhoria de qualidade do seu capital humano e o Governo está empenhado em apoiar projetos que, como este, são uma clara mais-valia para o desenvolvimento do nosso País”, referiu, acrescentando que “parcerias entre empresas sólidas e globais como a Bosch e instituições dinâmicas como a Universidade do Minho, são um exemplo que deve ser repercutido em todo o território nacional”.

Por seu turno o reitor da Universidade do Minho, António Cunha, referiu que este é “um projeto fantástico com muita ambição e que constitui um desafio para as duas partes, com o objectivo de moldar o futuro e ser uma referência na área tecnológica a nível mundial”.

Já Sven Ost, administrador da Bosch, referiu que este é um “momento muito especial” para a empresa, para a Universidade, para a Região e para todo o País, no reconhecimento de “um dos mais ambiciosos projetos de investigação e desenvolvimento tecnológico alguma vez realizado em Portugal e considerado de interesse estratégico nacional”, agradecendo todo o apoio do Governo Português na concretização do projeto HMIExcel.

A empresa continua a olhar para a Bosch em Braga “como uma localização competitiva para as actividades de desenvolvimento e produção”, sustentando que com este projeto a empresa alemã tem “contribuído activamente para a construção da boa reputação da tecnologia desenvolvida e produzida em Portugal, e exportada a nível mundial”, concluiu.

Mais em Braga

Bitnami