Seguir o O MINHO

Braga

Braga partilha experiências sobre turismo sustentável e apoio aos sem-abrigo com outras cidades europeias

Projetos arrancam em Setembro

em

Foto: CM Braga

Braga integrou candidaturas vencedoras para participar em duas Redes de Planeamento de Acção URBACT, que irão começar em Setembro o seu funcionamento, e que estão integradas na estratégia de internacionalização do Município.

A rede “Tourism Friendly Cities” tem como objectivo explorar o modo como o turismo pode ser sustentável em cidades médias, reduzindo o seu impacto negativo sobre as áreas urbanas.

Para alcançar este objectivo ambicioso, o projecto irá criar estratégias integradas e inclusivas que podem manter um equilíbrio entre as necessidades das comunidades locais, em termos de qualidade de vida e de serviços disponíveis, e a promoção do desenvolvimento urbano sustentável a nível ambiental, social e económico.

Esta rede, que é liderada pela cidade italiana de Génova, inclui ainda Cáceres (Espanha), Veneza, (Itália), Utrecht (Holanda), Cracóvia (Polónia), Rovaniemi (Finlândia), Dubrovnik (Croácia), Dun Laoghaire-Rathdown (Irlanda) e Druskininkai (Lituânia).

A rede “Roof”, liderada pela cidade belga de Ghent, visa erradicar os sem-abrigo por meio de soluções inovadoras de habitação ao nível da cidade.

O Roof irá permitir a troca de conhecimento sobre como recolher dados precisos e fazer a mudança conceptual da gestão sintomática para a eliminação dos sem-abrigo, tendo como modelo de orientação os programas Housing First e Housing Led.

O Roof irá guiar as cidades parceiras no desenvolvimento de planos de acção locais integrados, vinculados ao objectivo estratégico de longo prazo do Functional Zero (inexistência de sem-abrigo).

Neste projecto participam ainda as cidades de Tessalónica (Grécia), Toulouse (França), Nápoles (Itália), Utrecht (Holanda), Timisoara (Roménia), Gotemburgo (Suécia) e Glasgow (Reino Unido).

O orçamento total para cada uma das redes será de cerca de 750.000 euros e nesta primeira fase da constituição será de cerca de 150.000 euros por rede para todas as cidades.

Ricardo Rio manifestou a sua satisfação por integrar estas duas novas redes: “Braga tem vindo a alargar a sua participação internacional precisamente para partilhar e aprender com as nossas congéneres europeias. Tivemos vários convites de cidades para participar nesta ronda de candidaturas URBACT, mas escolhemos estas duas pela importância e prestígio dos parceiros, mas também pelos temas envolvidos: o turismo sustentável e os apoios sociais aos mais desfavorecidos da nossa sociedade, os sem-abrigo”.

O Presidente da Câmara de Braga realçou ainda que estas redes URBACT são importantes pois “são projectos financiados e que nos permitem abrir horizontes, partilhando aquilo que vamos fazendo, mas também aprender com as melhores práticas que vão sendo feitas um pouco por toda a Europa. É evidente que estar numa rede sobre turismo sustentável com cidades como Veneza, Dubrovnik ou Cracóvia e numa rede na área apoio aos sem-abrigo com cidades como Ghent, Glasgow ou Gotemburgo, é muito enriquecedor para o município e irá obviamente trazer vantagens para Braga, até pelo nível de desenvolvimento que estas cidades têm nestas matérias”, destacou.

Anúncio

Braga

Braga: Igreja da Senhora-a-Branca com concerto de Natal

Coro Vozes de Braga

em

Foto: Divulgação / JF São Víctor

A Igreja da Senhora-a-Branca, na cidade Braga, acolhe, este domingo, às 17:30, um concerto de Natal, inserido nas programações da Junta de São Victor, anunciou este sábado a autarquia bracarense.

O concerto contará com a participação do coro Vozes de Braga, que completa um ano de vida, mas já com vários concertos no currículo.

Nasceu da ideia de um grupo de jovens músicos estudantes da Universidade do Minho, este coro, e propõe-se à interpretação de reportório musical português e de obras que constituem canons da música erudita ocidental.

“Um dos grandes objetivos deste projeto é dar a ouvir a todos os bracarenses reportório coral de boa qualidade com todo o respeito que merece, homenageando as grandes personalidades da música”, refere a nota enviada à imprensa.

“O grupo assume-se orgulhosamente como bracarense dado que é uma cidade que propicia a partilha cultural e que merece todo o empenho que este se propõe humildemente a dispor”, acrescenta o documento.

A entrada é gratuita.

Continuar a ler

Braga

Braga quer “poupar na fatura” e substitui 4.500 luminárias por tecnologia LED

Energia

em

Foto: Sérgio Freitas / CM Braga

A EDP Distribuição, em parceria com a Câmara de Braga, está a substituir as lâmpadas convencionais por novas luminárias de tecnologia LED em várias freguesias. Só nos últimos dois anos, – diz a autarquia – foram substituídas mais de 4.500 luminárias de vapor de sódio, com a EDP Distribuição a investir 540 mil euros.

Foto: Sérgio Freitas / CM Braga

“Temos trabalhado com a EDP para que, em cada ano, sejam concretizados investimentos em benefício da população e coordenados com a política energética e de urbanismo do Município”, referiu Ricardo Rio, presidente da Câmara, durante uma visita aos locais onde decorrem a instalação das novas luminárias.

Nesta visita, que contou com a presença de José Miguel Santos, diretor da Rede e Concessões Norte da EDP, e de Miguel Braz Pinto, subdiretor da área de Rede e Clientes, Ricardo Rio destacou a “grande colaboração” existente entre o Município e a EDP, resultante do compromisso que a empresa assumiu ao abrigo do contrato de concessão  com o município.

“As novas luminárias permitem uma maior eficiência energética e a consequente redução da fatura da iluminação pública. Essa poupança de recursos irá possibilitar a concretização de novos investimentos ou a atribuição de novos benefícios através das políticas sociais”, concluiu Ricardo Rio.

Foto: Sérgio Freitas / CM Braga

Esta transição energética em curso permite implementar soluções inovadoras na iluminação pública, com o objetivo não só de uma maior economia, mas também, eficiência e menor impacto ambiental.

540 mil euros

Com a implementação do plano de eficiência energética durante 2018 e 2019, a EDP Distribuição investiu 540 mil euros, sendo as áreas contempladas previamente seleccionadas, abrangendo mais de 4.500 antigas luminárias de vapor de sódio, que são substituídas pelas recentes – mais económicas e menos poluentes – de tecnologia LED.

Este plano permite não só reduzir o consumo da factura energética municipal, como diminuir as emissões dos gases de efeito de estufa, um dado absolutamente prioritário para as duas entidades parceiras neste protocolo.

Continuar a ler

Braga

Nove escolas de Braga distinguidas com selo “amiga da criança”

No Colégio João Paulo II

em

Foto: DR / Arquivo

Nove escolas de Braga viram formalmente os seus projetos distinguidos ao receberem, este sábado, o selo da 2.ª edição da Escola Amiga da Criança. A cerimónia decorreu no Colégio João Paulo II, em Braga, esta manhã.

A Escola Amiga da Criança é uma iniciativa da Confederação Nacional das Associações de Pais (CONFAP), da LeYa e do Psicólogo Eduardo Sá, que tem como distinguir escolas que concebem e concretizam ideias extraordinárias, para um desenvolvimento mais feliz da criança no ambiente escolar.

Escolas de Braga com selo Escola Amiga da Criança:

Escola EB 2/3 Celeirós

Escola EB 1 Parretas – n.º 33 de Braga

Escola EB 2/3 Dr. Francisco Sanches

Escola EB 2/3 Tadim

Colégio João Paulo II

Colégio Teresiano

Escola EBI/S Cons. Música Cal. Gulbenkian

Escola EB 2/3 Nogueira

Escola EB 2/3 Lamaçães

Continuar a ler

Populares