Seguir o O MINHO

Braga

Braga: Parceria entre o Município e IEFP contribui para a descida do desemprego

em

Primeiro-Ministro visitou o Centro de Mazagão, em Braga.

O Centro de Emprego e Formação Profissional de Braga tem sido um motor de desenvolvimento económico da Região, graças à articulação com as entidades e empresas do Concelho. Esta foi a opinião defendida por Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, que acompanhou o primeiro-ministro Pedro Passos Coelho, na visita que o governante efetuou esta sexta-feira, dia 04 de Setembro, às instalações do Centro de Emprego e Formação Profissional, localizadas em Mazagão, na freguesia de Aveleda.

O modelo de colaboração entre a autarquia bracarense e o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), “através de um diálogo contínuo” para a “captação de novos investimentos e de apoio ao tecido económico”, foram factores destacados pelo Autarca, realçando ainda a “integração plena” do IEFP no Conselho Estratégico da InvestBraga.

Ricardo Rio fala sobre emprego

“Neste órgão o IEFP assume a responsabilidade de concretizar diversas acções que correspondam aos anseios da Agência para a Dinamização Económica de Braga e do tecido económico da Região”, disse o edil.

A reconversão profissional é um assunto que está em ‘cima da mesa’ e que tem no projecto ‘Qualifica IT’ um “forte aliado”. Este projecto – uma iniciativa que resulta da visão estratégica e integrada do Município de Braga e da InvestBraga, juntamente com o IEFP e a Universidade do Minho – visa a captação de novos investimentos para a região de Braga, através da reconversão de competências na área das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC).

“Estas são áreas muito procuradas e, para as quais, não existe uma resposta cabal no nosso País. Este é um projecto que vem dar essa resposta e vai ao encontro de uma das premissas do IEFP”, destacou Ricardo Rio.

Segundo o autarca, as acções de formação e os processos de recrutamento conduzidos em articulação com o Centro de Emprego, têm tido um papel crucial para a descida considerável do nível de desemprego no Concelho de Braga.

“De 22 mil desempregados em 2012, para os actuais 11 mil, muito têm contribuído as novas colocações do Centro de Emprego. No ano em curso, o número de colocações de desempregados no mercado de trabalho é superior a 600”, acrescentou.

Ricardo rio garantiu que o Município vai continuar a colaborar com o Centro de Emprego e Formação Profissional de Braga. “Queremos efectuar um reforço dos meios de transportes para este Centro e continuar a articular a oferta formativa com as necessidades do mercado”, concluiu Ricardo Rio.

Ricardo Rio e Pedro Passos Coelho

Por seu turno, o Primeiro-Ministro reforçou a necessidade de “casar” a de educação e de emprego e formação profissional, “duas áreas significativas da política pública”. Para Pedro Passos Coelho, estas duas áreas “não podem competir entre elas, mas sim serem complementares e alinhadas nos seus pressupostos e objectivos”.

Populares