Seguir o O MINHO

Braga

Braga oferece bolo-rei de 150 metros e Favaíto

Bolo-rei de 150 metros atraí visitantes

em

Foto: DR

Braga vai oferecer, mais uma vez, bolo-rei e vinho Favaíto à população, numa iniciativa do programa “Braga é Natal”, anunciou a autarquia.


Um bolo-rei de 150 metros vai ser servido aos visitantes, nos claustros, da Rua do Castelo, para abrigar da possível chuva. A sexta edição deste evento, organizado pela Associação Comercial de Braga, decorre esta segunda-feira, a partir das 17:00.

Domingos Macedo Barbosa, presidente da Associação Comercial de Braga, referiu que o bolo-rei gigante só é possível “com o esforço do setor da pastelaria da cidade”.

“É um grande contributo porque dão uma grande visibilidade ao Braga é Natal”, vincou.

Programa “Braga é Natal”

21 DEZEMBRO

17:00 | Rua do Castelo

BOLO REI GIGANTE

Org. Associação Comercial de Braga

20:00 às 23:00 | Largo Carlos Amarante

FOGUEIRA DE NATAL

22 DEZEMBRO

19:00 | Avenida Central | 42.ª CORRIDA S. SILVESTRE

23 DEZEMBRO

17:30 | Pelas Ruas do Centro Histórico | FANFARRA KAÚSTICA

31 DEZEMBRO

Avenida Central | PASSAGEM DE ANO

Com Fernando Daniel e o DJ Wilson Honrado

05 JANEIRO

21:30 | Capela da Imaculada do Seminário Menor

CONCERTO DE ANO NOVO “Entre o Barroco e o Clássico”, pela Orquestra de Cordas Dedilhadas do Minho

12 JANEIRO

15:00 | Altice Fórum Braga | XXXIII ENCONTRO DE GRUPOS DE REIS

 

 

 

 

 

Anúncio

Braga

Número de casos ativos de covid no concelho de Braga sobe para 231

Covid-19

em

Foto: O MINHO

O concelho de Braga registou vinte novas infeções pelo novo coronavírus desde a passada quinta-feira.

Estes dados, apurados por O MINHO junto de fonte local da saúde, foram atualizados às 09:30 deste sábado.

Durante o mesmo período, não houve casos de recuperações do SARS CoV-2, totalizando o concelho 1.393 casos recuperados desde o início da pandemia.

Em termos acumulados, são já 1.698 casos de pessoas infetadas com a doença.

Lamentam-se ainda 74 óbitos, número que permanece igual desde o passado dia 16 de junho.

Existem, atualmente, 231 casos ativos de covid-19 em todo o concelho de Braga.

O número de pessoas em isolamento sob vigilância da autoridade de saúde permanece em atualização, mas registava 439 há dois dias.

Continuar a ler

Braga

Óleo na estrada destrói Mercedes na variante em Braga

Acidente

em

Foto: Redes Sociais

Um homem sofreu ferimentos na sequência de um despiste, esta tarde de sábado, na variante Norte, em Braga.

Ao que apurou O MINHO, a viatura, um Mercedes Classe S, terá entrado em despiste poucos metros antes do acesso à A3 e ao nó da EN 14, junto ao tabuleiro de Celeirós, embatendo violentamente contra a berma.

O condutor terá perdido momentaneamente a consciência o que acabou por provocar grande aparato por entre outros condutores e passageiros que seguiam atrás da viatura e que pararam para ajudar o sinistrado.

À chegada dos bombeiros, a vítima já estava cooperante e saiu do carro pelos próprios meios, sofrendo apenas algumas mazelas.

Ao que tudo indica, óleo que já estaria naquele local terá provocado o despiste, sendo por isso necessária a limpeza da via, o que levará ao corte, durante os próximos minutos, da via sentido Norte-Sul.

No local estiveram os Bombeiros Voluntários de Braga com nove elementos e três viaturas, assim como a equipa médica da VMER de Braga e a concessionária Ascendi.

A vítima foi transportada para o Hospital de Braga com ferimentos considerados ligeiros.

A GNR está a controlar o trânsito no local.

O alerta foi dado às 17:37.

Continuar a ler

Braga

Imigrante brasileiro radicado em Braga morre após queda de 20 metros

Óbito

em

Foto: Redes Sociais

Loverci de Castro Junior, imigrante brasileiro de 31 anos radicado em Braga, morreu no passado dia 11 de setembro quando procedia à instalação de painéis solares num imóvel da cidade de Mangualde, no distrito de Viseu.

Segundo testemunhas, o homem ter-se-à distraído quando se apoiou numa telha que não conseguiu sustentar o peso do corpo e acabou por cair de uma altura de 20 metros, queda essa que se revelou fatal.

A família de Loverci deixa agora um apelo de ajuda para que o corpo do malogrado jovem possa ser trasladado para Guarujá, em São Paulo, transporte que custa cerca de 7 mil euros.

Segundo o jornal G1, da rede Globo, o corpo de Loverci encontra-se guardado numa agência funerária portuguesa desde que foi realizada a autópsia, aguardando o pagamento para que possa ocorrer a trasladação.

Conta aquela publicação que Júnior e a esposa mudaram-se, em novembro de 2019, para a cidade de Braga, “em busca de uma vida melhor”. Os dois tinham herdado um terreno em Guarujá e pretendiam juntar algum dinheiro em Portugal para construir uma moradia nesse terreno.

A irmã de Júnior, Kellen de Lima, conta que o irmão conseguiu um emprego numa empresa de instalação de painéis solares, sendo mesmo promovido a chefe de equipa. A empresa trabalhava por todo o país, mas foi em Viseu que se deu o trágico desfecho.

Conta ainda que a empresa em questão, que O MINHO tentou mas não conseguiu contactar, comprometeu-se a arcar com as despesas do velório, desde que o enterro fosse feito em Portugal.

“Se quisermos o translado, é por nossa conta. Uma brecha no contrato do seguro de vida dele não os obriga a trazerem o corpo dele pra cá”, argumenta a irmã.

Diz ainda que não foi feito um pedido de angariação de fundos online porque esse tipo de sites demora 30 dias até se poder retirar o dinheiro, algo que não podem fazer por ser uma situação urgente.

A irmã explica ainda que já conseguiram juntar cerca de seis mil euros, devendo estar próximos de atingir o valor necessário, depois de ajuda de familiares e amigos que se mobilizaram para este fim.

Continuar a ler

Populares