Seguir o O MINHO

Braga

Braga leva cinco mil idosos à Quinta da Malafaia

Passeio sénior

em

Foto: Divulgação / CM Braga

A Câmara de Braga promoveu esta terça-feira um convívio na Quinta da Malafaia, em Esposende, uma iniciativa desenvolvida pelo sexto ano consecutivo que, entre hoje e quinta-feira, leva cerca de cinco mil seniores bracarenses ao mais conhecido arraial minhoto onde não falta alegria.

De acordo com nota da imprensa enviada pela autarquia, “muita música e boa disposição marcaram este primeiro dia de convívio que proporciona aos participantes um dia diferente destinado a celebrar o bem-estar da população sénior”.

Foto: Divulgação / CM Braga

A câmara refere que este evento é considerado “fundamental para garantir o bem-estar da população sénior,  já que para muitas pessoas os convívios são os únicos momentos para se poderem divertir, passear e sair de casa”.

“Esta iniciativa tem um cunho simbólico e é um ponto de encontro aglutinador para cinco mil bracarenses que aqui passam um dia diferente de convívio e de celebração. Para muitos deles, este encontro faz toda a diferença nas suas vidas e é isso que nos motiva para renovar este convívio ano após ano”, diz Ricardo Rio, presidente da Câmara de Braga, considerando que são estes de momentos que “trazem um novo alento aos seniores e uma maior motivação para que continuem activos e a desfrutar da vida”.

Foto: Divulgação / CM Braga

Foto: Divulgação / CM Braga

A autarquia destaca ainda as “políticas alargadas de apoio à população idosa”, como são exemplo a criação do cartão sénior; os apoios às IPSS´s, através da redução de tarifários da AGERE; o acesso aos horários generalizados dos TUB; a dinamização do Conselho Municipal Reformados, Pensionistas e Idosos; o programa Braga Sol que visa a intervenção e melhoramento das condições de mobilidade e acessibilidade nas residências dos idosos e dos mais desfavorecidos; o programa Braga a Sorrir de apoio à saúde oral e as diversas iniciativas de carácter lúdico e desportivo desenvolvidas especificamente para este público-alvo.

“Desde o plano desportivo ao cultural, passando pelo âmbito social ou pelas acções de formação queremos devolver a esta franja da população muito do esforço que eles dedicaram à cidade, esta é também uma forma de lhes agradecer por tudo que fizeram pela comunidade bracarense ao longo das suas vidas”, concluiu Ricardo Rio.

Anúncio

Braga

18 bombeiros combateram incêndio numa quinta em Braga

Animais foram soltos pelos proprietários

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Um incêndio numa quinta na freguesia de Real, em Braga, mobilizou 18 operacionais e cinco viaturas dos Bombeiros Sapadores e Voluntários de Braga, esta quarta-feira à noite.

Ao que O MINHO apurou, as chamas lavraram no palheiro, tendo obrigado os proprietários a soltar os animais (porcos e galinhas), como forma de os proteger do perigo.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

O alerta para o incêndio rural, na rua Arménio Reis, naquela freguesia, foi recebido cerca das 22:35.

Estiveram, também, no local dois carros patrulha e uma equipa de intervenção rápida da PSP.

Apesar dos danos materiais e do susto, não há feridos a registar.

Continuar a ler

Braga

Braga: Sócios da TLCI separam-se ao fim de 25 anos – “Foi um divórcio amigável”

Empresa de Braga, que engloba a Phone House, tem mais de uma centena de lojas em Portugal, cerca de 800 colaboradores e faturação na ordem dos 80 milhões

em

Capa Pereira (segundo à esquerda) ouve Jorge Martins (de costas, à direita) numa visita da InvestBraga. Foto: Divulgação / CM Braga (Arquivo)

O Grupo TLCI, de Braga, que opera na área das telecomunicações, foi objeto de uma reestruturação, com a alienação da totalidade das participações detidas por José Manuel de Capa Pereira ao sócio Jorge Martins.

O conhecido empresário bracarense, que foi presidente da Associação Industrial do Minho (AIMinho), disse a O MINHO que se vai manter na área empresarial em Braga, nomeadamente na do imobiliário.

“Foram 25 anos de trabalho no setor, onde, em vários aspetos fomos pioneiros”, disse.

A TLCI, que engloba a Phone House, tem mais de uma centena de lojas em Portugal, cerca de 800 colaboradores e um volume de negócios na ordem dos 80 milhões de euros.

Ao Jornal de Negócios, Capa Pereira refere que os sócios tinham “diferentes estratégias relativamente à forma de conduzir o futuro das empresas do grupo, especialmente a Phone House”. Ainda assim, diz, trata-se de um “divórcio amigável”.

“Dirimimos as nossas divergências de forma recatada. Foi um divórcio amigável”.

Criado em 1992 por um grupo de acionistas liderado por Capa Pereira, o Grupo TLCI contava, desde 1994, com a participação acionista e executiva paritária de Jorge Martins e de José Manuel Capa Pereira.

Com a reestruturação do Grupo TLCI, a Exclusive5M – Serviços, SA, sociedade maioritariamente detida por Jorge Martins, adquiriu à Imominius – Sociedade Imobiliária, SA, sociedade detida por José Manuel de Capa Pereira, as participações sociais correspondentes a cinquenta por cento de cada uma das sociedades que integram o Grupo TLCI: a TLCI2 – Soluções Integradas de Telecomunicações, S.A., a MMCI – Multimédia, S.A., a Mobile World – Comunicações, S.A., a Digital Place – Comunicações e Serviços Digitais, S.A. e a The Phone House – Comércio e Aluguer de Bens e Serviços, S.A..

O Grupo TLCI é atualmente um dos principais players nacionais do mercado dos produtos e serviços de telecomunicações e multimédia, um parceiro de referência das operadoras de telecomunicações.

Continuar a ler

Braga

Vento forte: Braga deixa aviso à população

INFORMAÇÃO MUNICIPAL

em

O Município de Braga deixou hoje um aviso à população devido ao vento forte previsto para os próximos dias.

AVISO À POPULAÇÃO

Vento forte

No seguimento das informações prestadas pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) e de acordo com a informação meteorológica disponibilizada, prevêem-se para as próximas 48 horas condições meteorológicas adversas, nomeadamente vento forte.

Hoje – 13 Novembro:

• A partir do final da tarde, períodos de chuva, no Minho;

• Vento do quadrante oeste por vezes forte na faixa costeira ocidental com rajadas até 60 km/h e forte nas terras altas, com rajadas até 100 km/h a partir do início da noite.

Quinta-feira – 14 Novembro:

• Períodos de chuva ou aguaceiros, que poderão ser de granizo e acompanhados de trovoada no Norte;

• Vento do quadrante oeste, forte no litoral oeste, com rajadas até 85 km/h no Norte.

Sexta-feira – 15 Novembro:

• Aguaceiros fracos, em especial no litoral Norte;

• Vento noroeste por vezes forte no litoral oeste com rajadas até 60 km/h, e com rajadas até 75 km/h nas terras altas.

Em função das condições meteorológicas previstas, a Divisão Municipal de Protecção Civil faz as seguintes recomendações:

· Garantir a adequada fixação de estruturas, nomeadamente andaimes, placards e outras estruturas suspensas;

· Especial cuidado na circulação e permanência junto a áreas arborizadas, mantendo-se atentos à possibilidade de queda de ramos e árvores;

· Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Protecção Civil e Forças de Segurança.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares