Seguir o O MINHO

Braga

Braga investe 1,75 milhões na primeira fase do centro cultural Francisco Sanches

Economia

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO / Arquivo

Investimento de 1,746 milhões de euros. O projeto arquitetónico da primeira fase da obra de requalificação da antiga Escola Francisco Sanches, em São Victor, que será transformada em Centro Cultural, é debatido e votado segunda-feira, em reunião de Câmara..

Em declarações a O MINHO, a vereadora Olga Pereira adiantou que esta fase abrange o rés-do-chão do edifício, e todas as coberturas e caixilharias.

O município de Braga vai criar um centro cívico de matriz cultural na antiga escola, num investimento de 4,5 milhões de euros, e que prevê a instalação no local do Arquivo Municipal, – que inclui o arquivo histórico, – e a criação de salas de consulta, de uma biblioteca e uma zona de tratamento e higienização de documentos.

Na segunda fase , “os espaços da capela e do ginásio serão dotados de condições para a realização de concertos, ensaios, exposições e eventos”, referiu.

O edifício irá também albergar a Galeria de Arte do Eixo Atlântico, residências artísticas, e de acolhimento artistas emergentes.
“Será um “equipamento de referência”, alinhado com a estratégia cultural da Cidade para 2030 e com a candidatura a Capital Europeia da Cultural em 2027”, sublinhou,

A antiga escola, situada na freguesia de S. Victor e com uma área global de 6.415 metros quadrados, estabelece a ligação entre o centro histórico e a Universidade do Minho.

O concurso público da primeira fase deve ser lançado no verão, sendo que as obras podem avançar ainda este ano.

Populares