Seguir o O MINHO

Braga

Braga: Grupo Casais cria curso técnico, paga as propinas e garante emprego no final

Em conjunto com o IPCA, em Barcelos

em

Foto: DR / Arquivo

Para combater a falta de mão de obra no setor e de quadros intermédios qualificados, o Grupo Casais, de Braga, juntamente com o Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA), em Barcelos, criou o curso de Técnico Superior Profissional em Tecnologias Avançadas de Construção.

Em comunicado enviado a O MINHO, a empresa explica que se trata de “uma formação de dois anos sob orientação do corpo docente do IPCA e de colaboradores do Grupo Casais, garantindo assim a partilha de conhecimento e das melhores práticas no setor da construção”.

Estão abertas 25 vagas e as candidaturas decorrem até 19 de agosto.

O Grupo Casais assegura as propinas de todos os alunos no primeiro ano e também as propinas do 2.º ano, aos alunos que concluam com sucesso todas as unidades curriculares (UC) do ano anterior.

O curso será distribuído por quatro semestres em horário diurno, sendo que o último semestre será inteiramente dedicado a um estágio curricular numa das empresas do Grupo Casais.

“Concluídos os dois anos de curso, o Grupo contrata os alunos por um período mínimo de dois anos e todos vão ter a oportunidade de desenvolver projetos inovadores, que apostam em soluções sustentáveis, com o apoio de tutores Casais”, refere a empresa.

Programa + Futuro Casais 

Este programa formativo designa-se +Futuro Casais e destina-se a todos os estudantes finalistas do ensino secundário ou a quem procura fazer reconversão profissional nesta área.

“Com o Programa +Futuro Casais oferecemos aos que pretendam ingressar no setor da Construção, a possibilidade de adquirirem, enquanto estudam, conhecimentos teóricos e competências práticas em contexto real de trabalho. Os estudantes terão o apoio de um tutor que terá como função ser promotor da cultura Casais, que os envolverá na vida da empresa, no trabalho de equipa, no rigor e na inovação, incentivando o espírito de excelência”, afirma António Carlos Rodrigues, CEO do Grupo Casais, citado no comunicado.

No final do curso os formandos terão desenvolvido competências técnicas específicas na área da construção, que os habilitará a desempenharem funções como Técnico de Condução de Obra, Técnico de Pré-Construção, Técnico de Produto, Técnico de Medição e Técnico de Catálogo Digital.

“Este é um curso de desenvolvimento orientado para a construção modular e industrialização da construção civil, através de novas tecnologias”, explica a construtora.

As candidaturas podem ser formalizadas aqui.

EM FOCO

Populares