Braga ganha mais de 3 mil novas árvores

Mais de três mil árvores é quanto o Município de Braga vai plantar em diversos pontos da Cidade, no âmbito do programa ‘Florestar Braga’, informou hoje a autarquia.

A partir desta sexta-feira e até a próxima quarta, a terceira edição desta acção de sensibilização ambiental prevê a realização de diversas actividades pedagógicas, animação, florestação no Monte Picoto, na Quinta Pedagógica e em várias Escolas e locais espalhados pelo Concelho, culminando com a comemoração do Dia Mundial da Floresta Autóctone.

“Queremos fazer do Picoto o maior parque urbano de floresta autóctone do país. Este é o nosso compromisso para com as futuras gerações. Para isso, estamos a desenvolver uma série de actividades agregadoras em redor da preservação ambiental, unindo o maior número de entidades e parceiros”, referiu Altino Bessa, vereador do Ambiente do Município de Braga, durante a apresentação do programa que decorreu esta quinta-feira.

Segundo aquele vereador, esta é já uma iniciativa de sucesso e, como tal, “a participação dos bracarenses tem sido fundamental”.

As actividades iniciaram-se às 14:30 horas, com a plantação de árvores autóctones com a participação de diversas Escolas do Concelho, no Monte Picoto.

No sábado, pelas 09:30 horas, também no Picoto, os Bracarenses são convidados a florestar Braga e a participar, em família, na plantação de árvores e na limpeza da área ardida. De tarde, haverá plantação de árvores no Bairro das Andorinhas e junto ao hotel Lamaçães.

No domingo, dia 20, terá lugar a caminhada ‘Aventuras pelo Ambiente – Via Romana XVII: entre a Geira e as Sete Fontes’. No dia 21 (segunda-feira), a associação ‘Braga a Correr’ fará plantação de árvores autóctones no Monte Picoto e no dia 23, Dia Mundial da Floresta Autóctone, terá lugar uma palestra intitulada ‘A Floresta é Nossa Amiga’ e plantação de teixos na Quinta Pedagógica. A terminar, o auditório da Junta de Freguesia de S. Victor, acolhe uma palestra sobre ‘Podas de Árvores Ornamentais em Espaço Urbano’.

florestar-braga-2016-com-altino-bessa

Durante a apresentação do evento, Altino Bessa lembrou que “à luz do plano de reorganização da publicidade em Braga, a empresa que está a operar os painéis publicitários, comprometeu-se contratualmente a plantar 100 árvores por cada árvore que tivesse sido abatida.

“A remoção dessas árvores obedeceu a três critérios fundamentais: estarem a degradar os passeios; as vias de circulação; ou a ser um obstáculo à passagem e circulação de peões. Com efeito, foram removidas 12 árvores e, como tal, a empresa forneceu 1200 árvores que serão agora plantadas durante este programa”, explicou o vereador.

O responsável pelo pelouro do Ambiente adiantou, ainda, que o Município foi contactado pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) a informar que uma empresa que efectuou abate de sobreiros iria necessitar de 3,5 hectares para efectuar a reposição desses mesmos sobreiros. Assim, “o Executivo Municipal irá analisar, em sede de reunião de Câmara, esta proposta do ICNF que prevê a plantação de 3200 sobreiros. Caso a proposta seja aprovada, Braga só tem a ganhar com esta parceria, uma vez que será essa empresa a realizar todos os trabalhos de preparação de terras, plantação e manutenção durante 15 anos”, concluiu Altino Bessa.

logo Facebook Fique a par das Notícias de Braga. Siga O MINHO no Facebook. Clique aqui

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

PJ deteve dois homens por "homejacking" a professora em Famalicão

Próximo Artigo

Centro Histórico de Guimarães recebe este sábado gravações de filme

Artigos Relacionados
x