Seguir o O MINHO

Braga

Braga: Furtou duas lojas mas não conseguiu levar nada

Arguido cumpre pena de dez anos de prisão

em

Rua Luís Soares Barbosa, em Braga: Imagem: Google Maps

Fez dois assaltos a lojas em Braga, mas teve ‘galo’ (para usar uma expressão popular minhota), pois em nenhum deles conseguiu furtar alguma coisa, saindo sem um cêntimo e sem nenhum objeto.

O problema é que o Paulo Jorge Rodrigues, de Braga, com 44 anos, já cumpre uma pena de dez anos de prisão no estabelecimento de Izeda, pelo cometimento de dezenas de crimes semelhantes.

E vai ser julgado por dois crimes de furto qualificado, dado que se presume que tentou furtar dinheiro ou bens de valor superior a 102 euros.

Em abril de 2020, de noite, estando em liberdade provisória, foi ao prédio com o número 27 da Rua Luís Soares Barbosa e estroncou a porta da loja número 6, de uma cabeleireira. Ao entrar, o alarme soou e o Paulo fugiu.

Em maio, foi ao mesmo prédio, rebentou a porta de entrada, e forçou as portas das lojas 6, 7 e 9, (estas duas correspondentes a um minimercado), mas teve dificuldade em entrar, acabando por sair sem nada levar.

Vai ser julgado em outubro no Tribunal Judicial de Braga.

EM FOCO

Populares