Seguir o O MINHO

Braga

Braga. Sé evoca São Geraldo, padroeiro da cidade

em

O Serviço Educativo do Tesouro-Museu da Sé de Braga, em colaboração com a Escola EB1 da Sé, organiza, dia 05 de dezembro, na catedral, uma representação teatral intitulada “S. Geraldo e o Milagre da Fruta”. São Geraldo é o padroeiro da cidade de Braga.

De acordo com os organizadores, “esta atividade, além do seu interesse educativo, dá a conhecer uma lenda com longa tradição na Catedral”.

O Tesouro-Museu da Sé convida, por isso, as escolas e a comunidade em geral a participarem na iniciativa, uma terça-feira, pelas 10:30.

A comemoração do dia de S. Geraldo é já uma tradição. O antigo Arcebispo nasceu em Cahors, França. Entrou muito novo para o Mosteiro de Moissac, onde estudou e se tornou famoso pelas suas qualidades humanas e intelectuais. Foi Arcebispo de Braga do ano de 1099 a 1108. Morreu em Bornes, concelho de Vila Pouca de Aguiar, no dia 05 de dezembro 1108, durante uma visita pastoral que realizava por aquelas terras. Na Sé, foi responsável por várias reformas e mandou construir uma Capela que dedicou a S. Nicolau, na qual está sepultado.

O programa da efeméride, começa pelas 08:30 com a abertura da Capela de S. Geraldo, seguindo-se pelas 10h00, no Largo D. João Peculiar, uma “Distribuição da Fruta” a cargo da Câmara Municipal.

À tarde, às 17:30, celebra-se Missa Solene em honra de S. Geraldo, presidida pelo Arcebispo Primaz, D. Jorge Ortiga, com a presença do Cabido da Sé de Braga, Presidente do Município, Ricardo Rio e vereação.

Uma hora depois, às 18:30, dá-se a visita das entidades presentes à Capela de S. Geraldo. A jornada culmina às 21:30, no Theatro Circo com um concerto comemorativo do Dia de S. Geraldo, pela Orquestra do Norte.

O Cabido da Sé adianta, a propósito que a Capela de S. Geraldo estará aberta ao público a partir de domingo e até terça-feira, “mostrando o maagnífico retábulo ornamentado com a fruta da época, uma alusão ao suposto milagre de S. Geraldo”.

Populares