Seguir o O MINHO

Região

Braga e Viana sob aviso laranja devido à agitação marítima

Ondas de noroeste com 5 a 7 metros, podendo chegar a 10 metros de altura máxima.

em

Foto: DR/Arquivo

Seis distritos de Portugal continental estão hoje sob aviso laranja devido à previsão de agitação marítima forte, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra e Leiria vão estar sob aviso laranja até às 12:00 de hoje por causa da agitação marítima, prevendo-se ondas de noroeste com 5 a 7 metros, podendo chegar a 10 metros de altura máxima.

Estes cinco distritos passam a aviso amarelo às 12:00, estando este em vigor até às 06:00 de quarta-feira.

O IPMA emitiu também aviso amarelo para os distritos de Lisboa, Setúbal, Beja e Faro entre as 06:44 de hoje e as 06:00 de quarta-feira devido à previsão de agitação marítima forte com ondas de noroeste com 4 a 5 metros.

O aviso laranja, o terceiro numa escala de quatro, aplica-se a situações meteorológicas de risco moderado a elevado, enquanto o aviso amarelo traduz situações de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

O IPMA prevê para hoje no continente períodos de céu muito nublado, diminuindo de nebulosidade na região Sul a partir do início da tarde, aguaceiros, sendo fracos e até meio da tarde na região sul e possibilidade de queda de neve nos pontos mais altos da Serra da Estrela até ao início da manhã.

A previsão aponta também para vento fraco a moderado do quadrante oeste, sendo por vezes forte na faixa costeira ocidental, e soprando moderado a forte nas terras altas, com rajadas até 80 quilómetros por hora, diminuindo de intensidade a partir do final da tarde.

Está também prevista a possibilidade de formação de neblina ou nevoeiro matinal e pequena descida de temperatura, em especial da mínima.

As temperaturas mínimas no continente vão oscilar entre os 5 graus Celsius (na Guarda) e os 13 (em Lisboa) e as máximas entre os 9 (na Guarda) e os 22 (em Faro).

De acordo com o ‘site’ da Marinha, estão totalmente encerradas à navegação as barras de Vila Praia de Âncora, Esposende, Vila do Conde, Caminha e Póvoa do Varzim.

Anúncio

Aqui Perto

Feira do Fumeiro é em Montalegre

Volume de negócios de 3,1 milhões de euros

em

Foto: DR / Arquivo

A Feira do Fumeiro de Montalegre está de regresso a partir desta quinta-feira, até ao próximo domingo, num certame que prima pela variedade de enchidos produzidos no Norte do país.

A edição de 2019 da Feira do Fumeiro de Montalegre foi alvo de um estudo de avaliação da marca, desenvolvido pelo Núcleo de Investigação do ISAG – European Business School (NIDISAG).

O permitiu perceber que 82% dos visitantes gastaram em produtos de fumeiro uma média diária de 92,14 euros, foi hoje anunciado.

“Contas feitas, foi gerado, no recinto da feira, um volume de negócios de 3,1 milhões de euros, um valor que foi mais além no impacto global na região (alojamento, deslocações, compras e atividades complementares), avaliado em 5,7 milhões de euros”, escreve o ISAG.

O estudo comprovou o verdadeiro polo de atração que o evento constitui naquela que é a única região portuguesa classificada como património agrícola mundial, já que 92% dos visitantes afirmaram deslocar-se de propósito para a feira.

De referir que 81,4% dos visitantes chegaram de outros concelhos que não Montalegre e 4,9% do estrangeiro (com França, Espanha e Suíça a destacarem-se).

A importância dada aos produtos da região, cuja diferenciação atrai cada vez mais não só o consumidor individual, mas também os profissionais de restaurantes e hotéis, ficou bem patente nos resultados de 2019.

A “qualidade do fumeiro” e a “reputação da feira” foram os mais valorizados entre os motivos para a visita.

Quando questionados sobre o local preferencial para adquirir produtos de fumeiro, 29,5% indicaram a compra direta ao produtor e 24% as feiras tradicionais, mostrando clara confiança e interesse nos produtos e vendas locais.

“Nesta edição, vamos aplicar novamente centenas de inquéritos no recinto da Feira do Fumeiro de Montalegre para avaliar o dinamismo do evento em diferentes vertentes”, explica a professora Ana Borges, do NIDISAG.

“Perceber o perfil do visitante, qual o seu nível de satisfação, o que compra, quanto gasta e de que forma reconhece a marca Fumeiro de Montalegre serão alguns dos aspetos avaliados, permitindo perceber a importância da Feira na economia e turismo da região”, acrescenta.

A edição de 2020 (23 a 26 de janeiro) será a segunda vez consecutiva em que a instituição de ensino superior politécnico do Porto vai aplicar este estudo, numa parceira com a Associação de Produtores de Fumeiro da Terra Fria Barrosã.

Continuar a ler

Guimarães

Filho confirma que cadáver encontrado em Guimarães é de eletricista desaparecido há 2 semanas

No rio Ave

em

Foto: DR

O filho de um homem de 63 anos, de Guimarães, desaparecido desde 08 de janeiro confirmou, numa publicação no Facebook, que o cadáver hoje encontrado no rio Ave é do seu pai.

O corpo foi encontrado pelas 11:00, na freguesia de Barco, Guimarães.

A Polícia Judiciária esteve a fazer perícias ao cadáver no local, onde esteve também o filho do homem desaparecido.

O corpo foi removido ao início da tarde para o Instituto de Medicina Legal de Guimarães, para autópsia.

As autoridades ainda não confirmarm oficialmente a identidade da vítima.

Um homem de 63 anos, de Creixomil, Guimarães, estava desaparecido desde 08 de janeiro. Saiu de casa na noite desse dia, de carro, alegadamente para visitar um cliente em Caldas das Taipas, e desde então nunca mais foi visto.

O telemóvel foi entretanto encontrado, mas o carro ainda não.

As autoridades chegaram a promover buscas no rio Ave, mas sem sucesso. A Polícia Judiciária continua a investigar o caso.

Continuar a ler

Braga

Bracarense detido na Galiza com duas mil doses de ‘coca’ escondidas no carro

Crime

em

Foto: Guardia Civil

Um bracarense, de 32 anos, foi detido na Galiza, nesta terça-feira, pela Guardia Civil, por suspeitas de ser autor de um crime contra a segurança pública, nomeadamente o transporte de droga, anunciou a policia espanhola.

O homem foi detido na Autoestrada do Atlântico, que liga Portugal ao norte da Galiza, mais concretamente em Vilaboa, Pontevedra, quando seguia no sentido Portugal-Vigo.

Em comunicado, aquela força policial dá conta de uma “atitude suspeita” do condutor quando parado numa operação de fiscalização da Guardia, provocando uma “fiscalização a fundo” da viatura.

“Foram encontrados vários invólucros escondidos no carro que continham pouco mais de duas mil doses de cocaína”, refere aquela autoridade.

O homem, residente em Braga, foi detido e presente ao tribunal de Cangas.

Continuar a ler

Populares