Braga distinguida como “Autarquia do Ano”

Foto: CM Braga

A Câmara de Braga foi distinguida com o prémio “Autarquia do Ano” pela implementação do programa de férias incluIR, foi hoje anunciado.

A entrega do galardão decorreu ontem, em Lisboa, no Grémio Literário, numa sessão que contou com a presença da vereadora da Educação, Inovação e Coesão Social, Carla Sepúlveda.

O Prémio Autarquia do Ano, atribuído pela Lisbon Awards Group numa parceria com o jornal ECO, nasceu com o objetivo de homenagear os municípios e freguesias que se destacam, nas mais variadas áreas, pelas suas práticas inovadoras e de gestão rigorosa do interesse público.

O galardão foi atribuído na sequência de uma candidatura apresentada pela autarquia, que foi sujeita a avaliação de um grupo de jurados composto por personalidades da sociedade civil, que se distinguiram pelo seu percurso cívico, académico e profissional.

O júri valorizou a implementação do programa de férias inclusivo que teve a sua primeira edição na pausa lectiva do Natal de 2022.

O incluIR destina-se a crianças com idades entre os seis e os 15 anos – no caso das crianças e jovens com necessidades específicas até à idade máxima de frequência da escola (18 anos).

Trata-se de um programa com atividades inclusivas, mas sem esquecer a diversão e fomento do pensamento crítico e da atividade artística e física que contribuem para a promoção das relações interpessoais.

“Este programa, na sua primeira edição, verificou-se uma resposta importante na esfera do combate à exclusão social. O facto de ser um programa aberto a todos e que reúne faixas etárias diferentes fez com que a convivência entre crianças e jovens típicos e atípicos potenciasse a quebra desta barreira que é a ‘exclusão social’. O programa permitiu um processo de aceitação do outro que aconteceu naturalmente e sem intervenção de técnicos. A responsabilização pelo cuidado com o outro foi possível através de uma humanização das atividades levadas a cabo”, refere o comunicado.

“Um dos nossos objectivos é garantir que todos têm acesso a um programa de férias abrangente, enriquecedor e que promove a integração. Acolhemos este reconhecimento com muita satisfação e orgulho na medida em que este este projecto representa não só inclusão, mas também o trabalho de muitos em prol do bem-estar de tantas crianças e jovens do concelho. O programa tem vindo a crescer a cada edição e é já uma referência de qualidade no que se prende com a pedagogia aplicada”, referiu Carla Sepúlveda, destacando o trabalho “imprescindível apoio dos directores de Agrupamento que, desde a hora em que o desafio foi lançado, não hesitaram em disponibilizar espaço e recursos no sentido de garantir o melhor suporte aos participantes e respectivas famílias”.

“Este trabalho de articulação direta e facilitadora reflete que só unindo esforços e vontades conseguimos ir de encontro às reais necessidades das pessoas e este prémio é de todos os que já pertencem ao incluir que são crianças, jovens, famílias, Município, diretores de Agrupamento, assistentes operacionais e técnicos que desenvolvem as atividades”, concluiu a vereadora, citado no comunicado.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Sindicato diz que easyJet já cancelou 384 voos devido à greve no fim de maio e início de junho

Próximo Artigo

Covid-19 desfalca Famalicão para o jogo com Porto

Artigos Relacionados
x