Seguir o O MINHO

Região

Braga é Cidade Criativa da UNESCO na área das Media Arts

em

Foto: Divulgação

Braga é Cidade Criativa da UNESCO na categoria Media Arts. A candidatura, submetida em junho, foi aceite esta terça-feira, dia 31 de outubro, pela diretora-geral da UNESCO, Irina Bokova, confirmando Braga como uma referência nesta área em Portugal e além-fronteiras.

O projeto aprofunda o cruzamento entre arte e tecnologia e reconhece o grande esforço da sociedade civil e de diversas instituições da cidade na transformação digital da cidade.

“A aprovação da candidatura reflete a enorme qualidade do extenso trabalho coletivo que está a ser efetuado em Braga nesta área e é uma notícia que a todos enche de orgulho. Somos uma cidade onde a investigação, a criatividade, a cultura, a juventude e a artes navegam em sentidos convergentes, criando uma rede de conhecimento profunda, onde entidades como as universidades, as unidades de investigação ou o INL têm um enorme papel”, afirma Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga.

Por seu turno, a responsável da candidatura, Cláudia Leite, lembra que o título de Cidade Criativa na área das Media Arts é fruto de um processo pluridisciplinar que transformou Braga numa cidade onde artes, ciência, tecnologia e comunidade crescem juntas e onde o talento e as ideias encontram um território fértil para o seu crescimento.

“A esta chamada para pensarmos o futuro da cidade e o seu desenvolvimento social e urbano já responderam criadores, pensadores, fazedores e parceiros, É um processo que este título veio validar e que reúne ainda mais condições para ser intensificado no futuro“, garante.

Título prevê conjunto de medidas e projetos inovadores
O título de Cidade Criativa prevê um conjunto de medidas e projetos que serão postos em prática, nomeadamente a criação de um Media Arts Centre, um novo centro criativo de Braga, que será uma plataforma de trabalho para artistas nos diversos campos das artes digitais, investigadores, estudantes, empresas e startups de tecnologia; o Primeiros Bits na escola, um programa de literacia em criação musical colaborativa, design de software, educação musical e inclusão social para todo o tecido educativo local; o programa Digital Heritage, um programa inovador e ambicioso que liga um conjunto de parceiros (museus, gestores de monumentos, investigadores, criadores, professores, agentes de turismo, etc.) em três níveis diferentes: digitalização de arquivos e património, ferramentas de educação patrimonial e storytelling turístico e um ainda um Festival Internacional Braga Media Arts, que será um grande momento anual de celebração, mostra, encontro e debate sobre Media Arts, onde artistas, público e especialistas se encontram, colaboram e partilham experiências.

Serão igualmente criadas plataformas de circulação e partilha de conhecimento entre investigadores e projectos através da atribuição de bolsas e promoção de estadias de curta e longa duração e ainda um programa internacional de intercâmbio para novos ou actuais empreendedores no domínio das artes e tecnologias digitais.

Esta iniciativa contou com o apoio e trabalho activo do cluster tecnológico de Braga, reunido num conselho consultivo, constituído por empresas de tecnologia, estúdios de comunicação digital, laboratórios e centros de investigação na área da robótica, jogos, multimédia e media arts e instituições do município e, igualmente, artistas, entidades e associações culturais e instituições do sistema de ensino e representantes de entidades regionais e nacionais numa união de esforços que se prolongará no tempo e em rede.

Anúncio

Barcelos

Carro em contramão na A3 em Barcelos colide com camião de matérias perigosas

Colisão dobrou cisterna do camião que transportava combustível

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Duas pessoas ficaram com ferimentos na sequência de uma colisão frontal ao quilómetro 52 da Autoestrada n.º3, em Barcelos, entre um camião de matérias perigosas e um automóvel da marca Mercedes, que seguia em contramão naquela autoestrada.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Ao que apurou O MINHO, o camião seguia no sentido Braga-Valença quando foi surpreendido por uma viatura que circulava em contramão, não conseguindo evitar o brutal choque que deixou ambas as viaturas bastante danificadas.

O camionista ainda tentou encostar a viatura pesada ao separador central mas não conseguiu evitar a colisão, arrastando a viatura ligeira por mais de 50 metros. O camião acabou dobrado, e foi necessário efetuar trasfega do material transportado, cerca de 33 mil litros de combustível – peso de 28 toneladas -, para outra cisterna.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Ao que foi possível apurar, um outro carro vinha a acompanhar o Mercedes no sentido correto, a mais de 140 quilómetros horários, desde a estação de serviço de Barcelos.

Os serviços de desencarceramento do condutor do veículo ligeiro ainda estão a decorrer, desconhecendo-se para já o estado do condutor.

O condutor do camião já foi transportado para o Hospital de Braga com ferimentos ligeiros.

No local estiveram os Bombeiros Sapadores de Braga com viatura de desencarceramento e uma ambulância no total de oito elementos, os Bombeiros de Barcelinhos com uma viatura de desencarceramento e uma ambulância, no total de 9 elementos, a VMER de Famalicão e o serviço da concessionária BRISA.

O alerta foi dado pelas 04:28 para a freguesia de Lama, Barcelos. A GNR de Ponte de Lima registou a ocorrência.

Continuar a ler

Braga

Gabriela Monteiro vai a sepultar este sábado em Braga

Funeral realiza-se em Real, Braga

em

Foto: DR

Gabriela Monteiro, mulher que perdeu a vida às mãos do companheiro na passada quarta-feira, na via pública, em Braga, vai a sepultar este sábado, em Real, concelho de Braga, pelas 17:00 horas.

A quarta mulher vítima mortal de violência doméstica deixa dois filhos e uma grande onda de consternação na cidade de Braga que se alastrou um pouco por todo o país, face ao cenário de horror em que perdeu a vida.

Em nota da agência responsável pelos serviços funerários, é indicado que o corpo da falecida ficará em câmara ardente a partir das 10:00 de sábado, a Igreja Paroquial de Real, com a missa de corpo presente a realizar-se pelas 17:00.

Gabriela foi a quarta mulher a perder a vida no distrito de Braga durante o ano de 2019, e a vigésima primeira a nível nacional.

Paulo Fernandes, autor das facadas que vitimaram Gabriela, está em prisão preventiva enquanto aguarda julgamento, depois de se ter apresentado no posto da PSP de Santa Tecla poucos minutos após ter cometido o bárbaro crime.

A morte de Gabriela, de 46 anos, e funcionária no Theatro Circo, em Braga, causou uma grande onde de pesar na cidade, que lhe prestou homenagem na noite desta quinta-feira, com mais de 500 pessoas em vigília silenciosa às portas do local onde trabalhava, em pleno centro histórico da cidade.

Continuar a ler

Braga

M1lhão saiu no distrito de Braga

Jogos Santa Casa

em

Foto: DR / Arquivo

O código vencedor do concurso 038/2019 do M1lhão, sorteado hoje, é DXS 18908, informou o Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

O prémio, no valor de um milhão de euros, saiu a uma aposta registada no distrito de Braga.

Continuar a ler

Populares