Seguir o O MINHO

Braga

Braga. Campeão de automobilismo testemunha luta judicial entre os dois irmãos

em

Foto: Divulgação

O campeão nacional de montanha deste ano, José Correia, está a testemunhar esta tarde em Braga numa das várias ações judiciais entre os seus dois irmãos António e Custódio, devido a alegada prestação de obras e serviços, onde se reclama cinco milhões de euros.


José Correia, fundador e detentor do JC Group, de Braga, é a última testemunha da ação judicial movida por António Correia ao irmão de ambos, Custódio Correia, reclamando pagamento de alegada dívida, de cinco milhões de euros, que este já negou em Tribunal.

José Correia é igualmente acionista da Arlindo Correia & Filhos SA, além de irmão dos administradores e gerentes desta última empresa a quem recentemente foi homologado o seu Plano Especial de Recuperação, o PER, pelo Tribunal do Comércio de Famalicão.

O processo judicial insere-se num vasto conjunto de acções cíveis movidas por António Correia, o administrador da Arlindo Correia & Filhos SA, todas direcionadas contra um dos seus irmãos, Custódio Correia, o detentor, entre outras, da empresa “Socicorreia” – Investimentos Imobiliários Ldª, tendo este caso começado com uma injunção nos Juízos Cíveis do Porto, visando o pagamento dos 5.386.000 euros, mas não foi então resolvido.

É que, face à contestação de Custódio Correia, a mera injunção que visiva a execução pura e simples daquela quantia, passou para uma ação cível, a decorrer no Tribunal de Braga, mas que tem registado muitos atrasos devido à falta de comparência atempada de diversas testemunhas indicadas pelo próprio autor da ação judicial, António Correia, entre as quais José Correia, sendo que este passa grande parte do seu tempo em Angola.

O piloto bracarense José Correia é campeão nacional de montanha, da Equipa JC Group Racing Team levando o Nissan Nismo GT-R GT3 à terceira vitória consecutiva na sua categoria e sagrou-se este ano de 2017 o vencedor nacional na mesma categoria, onde alinham sempre os potentes automóveis em GT, obtendo ainda um inédito pódio à geral.

Anúncio

Braga

Ex-chefe da investigação criminal de Braga da GNR acusado de peculato

Crime

em

Foto: DR / Arquivo

O Ministério Público (MP) acusou um militar da GNR de Braga de peculato e abuso de poder por alegadamente ter falsificado os mapas mensais de suplementos remuneratórios, logrando assim receber indevidamente 5.400 euros.

Segundo nota hoje publicada na página da Procuradoria-Geral Regional do Porto, o arguido era chefe do Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Braga.

“Enquanto responsável pelo preenchimento e envio para processamento dos mapas mensais de suplementos remuneratórios, de novembro de 2011 a outubro de 2016, incluiu o seu nome enquanto beneficiário do suplemento de escala, embora não tivesse direito a receber tal suplemento”, refere a nota.

O Ministério Público concluiu que, dessa forma, o arguido recebeu indevidamente o montante líquido de 5.400,17 euros.

O arguido está ainda acusado de ter ordenado aos militares do efectivo do Núcleo de Investigação Criminal, seus subordinados, que o substituíssem na execução do serviço para que ele estava escalado.

Continuar a ler

Braga

Trânsito caótico em Braga. Ambulâncias com dificuldade para chegar ao hospital

Trânsito

em

Foto: redes sociais

A cidade de Braga, sobretudo nos seus diferentes acessos, tem vivido um final de quarta-feira caótico no que ao trânsito rodoviário diz respeito.

As longas filas na variante Norte, que ultrapassam as bombas de combustível Cepsa, em Maximinos, chegando ao nó de Ferreiros, ao pé do E.Leclerc, são algumas das reportadas por automobilistas ao final da tarde.

Também em outros locais, como na Av. Padre Júlio Fragata, quem vem da Variante Sul da circular, está a ser experenciada idêntica situação junto ao Braga Parque, nos acessos à Av. António Macedo e à Variante de Prado.

No já célebre Nó de Ínfias, na rotunda ao pé do Sá de Miranda, o trânsito chega a estar parado durante 15 minutos, bloqueado nos acessos aos colégios e ao centro da cidade.

Há registo ainda de dificuldades para ambulâncias de corporações de fora de Braga mas que são servidas pelo Hospital Central, localizado na cidade.

Algumas testemunhas publicaram nas redes sociais os gestos solidários de automobilistas ao abrirem “caminho” para que as ambulâncias possam superar as longas filas.

(notícia atualizada com a correção do dia da semana)

Continuar a ler

Braga

Braga com diminuição acentuada nos casos ativos, mas há mais nove mortos em dois dias

Covid-19

em

Foto: Fernando André Silva / O MINHO

O concelho de Braga regista hoje 1.180 casos ativos de covid-19, menos 176 do que na segunda-feira e menos 284 do que na passada quinta-feira, mostrando uma clara tendência de descida.

O município contabiliza agora 7.782 casos desde o início da pandemia, mais 151 desde segunda-feira.

Estes números foram apurados por O MINHO junto de fonte local da saúde atualizados às 17:00 desta quarta-feira.

Há ainda mais 318 doentes curados desde segunda e 587 desde quinta, totalizando 6.495 recuperações desde o início da pandemia.

Há 107 óbitos a lamentar, mais nove em dois dias.

Por fim, estão 1.839 pessoas em vigilância ativa, menos 113.

Continuar a ler

Populares