Seguir o O MINHO

Braga

Braga: Apresenta queixa na ASAE depois de lhe venderem frango podre no Pingo Doce

Em Santa Tecla

em

Foto: DR

Uma mulher de 47 anos, residente em São Vítor, no concelho de Braga, vai apresentar queixa na ASAE contra o grupo de supermercados Pingo Doce por causa de um frango que comprou numa das lojas apresentar sinais de putrefação e cheiro nauseabundo.

Ao que apurou O MINHO, a cidadã, que pediu anonimato para a notícia, comprou um frango na loja do Pingo Doce situada na Rua Professor Machado Vilela, em Santa Tecla, na cidade de Braga, mas a encomenda tornou-se numa surpresa bastante desagradável.

“Comprei um frango, a senhora do talho pesou, meteu-o numa saca e fechou-a, entregando-me. Passou na caixa, levei para casa e meti no frigorífico, isto na sexta-feira. Quando peguei no frango no sábado para cozinhar, ao abrir a saca, veio logo um cheiro nauseabundo que me deixou em alerta”, adiantou a cidadã.

Depois de examinar o pedaço de carne, que “parecia o de um cadáver em putrefação”, percebeu que havia várias partes que estavam podres, já com cores verdes, e resolveu devolver o artigo à loja, apresentando reclamação.

Reclamação apresentada na loja do Pingo Doce. Foto: DR

“Dirigi-me à loja neste sábado à noite e expus a situação. O responsável pediu-me desculpas e devolveu-me o dinheiro pelo frango, porque já não comprei outro, nem volto a comprar ali, pois nada me garante que os outros frangos ao lado também não estejam nas mesmas condições”, criticou.

A bracarense, que apesar do pedido de desculpas se mostrou intransigente face à defesa da saúde pública, solicitou o livro de reclamações e expôs a situação à administração.

Disse, também a O MINHO, que na próxima terça-feira irá apresentar uma queixa na ASAE contra aquele estabelecimento.

O MINHO solicitou respostas à administração nacional do Pingo Doce, a cargo da Jerónimo Martins, mas ainda não obteve resposta.

Populares