Seguir o O MINHO

Braga

Braga. Agere vota redução do preço da água

em

Foto: DR/Arquivo

A assembleia geral da AGERE – Empresa de Águas, Efluentes e Resíduos de Braga, que se reúne esta semana, vai proceder, pelo segundo ano, consecutivo, a uma redução generalizada de 2,5% no preço da água e no saneamento. A proposta foi aprovada, há dias, em sede de Reunião do Executivo Municipal, mas falta a aprovação dos restantes sócios da firma municipal, as empresas Rodrigues & Névoa, DST e ABB.

O órgão terá, ainda, de sufragar o nome de uma mulher para a Administração, no quadro da lei da paridade de género. Nome ainda desconhecido, mas que, ao que o O MINHO soube deve ser indicado pelo Município, e não pelos privados como se previa. Rui Morais continua a ser o administrador-executivo, e o presidente do Município, Ricardo Rio, permanece como presidente do Conselho de Administração.

Aquando da aprovação da medida, na Câmara, Rio frisou que a proposta de descida de 2,5% no preço da água já foi apresentada ao Conselho de Administração da empresa.

“Este é um compromisso político assumido. Queremos continuar a libertar recursos e devolvê-los à comunidade através da redução dos tarifários”, disse, referindo que este é o resultado de uma política amiga dos cidadãos e das instituições, possível graças ao modelo de “gestão rigorosa e eficiente” da empresa e a uma redução substancial dos custos fixos que “reverte em benefício dos Bracarenses”.

O edil recordou que no último mandato autárquico o Executivo Municipal concretizou medidas como o tarifário bonificado para famílias numerosas e a redução da fatura para as Juntas de Freguesia (20%) e para as IPSS’s (12,5%), às quais se juntou, no ano passado, a redução do tarifário da AGERE em 2,5% para a generalidade de população, facto que se registou pela primeira vez em mais de duas décadas.Contando atualmente com a colaboração de cerca de 600 funcionários, a AGERE-EM presta serviços a mais de 80 mil clientes e apresenta uma faturação mensal superior a 2 milhões de euros.

Populares