Bosch Braga manda uma ‘linha’ para casa: “Temos um caso que pode vir a dar positivo”

Coronavírus

Os trabalhadores de uma das linhas de produção da Bosch Multimédia, em Braga, foram dispensados esta noite pela administração, por suspeitas de um dos elementos ter contraído o novo coronavírus.

O MINHO confirmou a informação da dispensa com o administrador e representante da Bosch em Portugal, Carlos Ribas, via telefone, mas este não adiantou o número de colaboradores dispensados.

De acordo com o responsável, um dos trabalhadores esteve em contacto “direto e muito próximo” com outra pessoa, externa à empresa, que acusou positivo à doença Covid-19, levando a medidas de prevenção, na noite deste domingo, por parte da empresa alemã.

“Temos casos a serem analisados e há um que pode vir a dar positivo”, adiantou Carlos Ribas ao nosso jornal, afirmando não existir “nenhum caso confirmado” na fábrica em Braga.

“Não há nenhum confirmado mas sabemos que mais dia menos dia, há-de aparecer, isso é inevitável, mas neste momento não é do nosso conhecimento que exista algum caso positivo”.

Sobre uma possível paragem de todas as linhas de produção, Carlos Ribas diz “não estar nos planos da administração” e contraria boatos que correm na fábrica. “Se a verdade fosse pelo que dizem, já tínhamos uns dez infetados”, vincou.

“Para já, não é para encerrar a fábrica, mas é incerto, um dia qualquer pode ser necessário fazê-lo”, acautelou.

Sobre os trabalhadores que foram dispensados, trata-se de “precaução”. Os mesmos estão aconselhados a permanecer em quarentena, pelo menos até ao início da manhã desta segunda-feira, quando serão conhecidos os resultados finais do trabalhador “em risco” de ter contraído a Covid-19.

Carlos Ribas destacou ainda o “contacto permanente” com a Direção-Geral de Saúde e com os médicos da empresa.

O novo coronavírus já provocou mais de 6.400 mortos em todo o mundo.

O número de infetados ronda os 164 mil, com registo de casos em pelo menos 141 países e territórios, incluindo Portugal, onde há 245 casos de infeção confirmados, mais 76 do que os registados no sábado.

*Com Paulo Jorge Magalhães

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Centros comerciais não vão poder ter mais de quatro pessoas por 100 metros quadrados

Próximo Artigo

Covid-19: Médico do Hospital de Braga deixa fortes alertas ao país

Artigos Relacionados
x