Seguir o O MINHO

Alto Minho

Bombeiros de Lisboa reforçam dispositivo de combate a incêndios do distrito

em

São 42 e vêm de Lisboa com o intuito de reforçar o dispositivo distrital de Viana do Castelo de combate a incêndios florestais.

Segundo Marco Domingues, Comandante Distrital de Operações de Socorro (CODIS), são “três brigadas de Lisboa, constituídas por 42 operacionais”.

“Vão ficar alocadas aos corpos de bombeiros de Melgaço, Monção, Valença, Paredes de Coura, Arcos de Valdevez, Ponte da Barca e Viana do Castelo”, disse, acrescentando ainda que “as brigadas vêm com os seus próprios veículos”.

Marco Domingues adiantou que, este sábado, “entra ao serviço a equipa especial de bombeiros, composta por quatro operacionais, prevista no Plano Operacional do Parque Nacional da Peneda Gerês (PNPG) “.

“São quatro elementos por dia, no terreno, nos municípios do distrito de Viana do Castelo que fazem parque do PNPG mas podem ser deslocados para outros concelhos que integram aquela área protegida”.

Aquele território abrange cinco municípios: Melgaço, Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, no distrito de Viana do Castelo e os concelhos de Terras de Bouro e Montalegre, no distrito de Braga.

Segundo Marco Domingues, no sábado, o Alto Minho passa a contar com o apoio do segundo meio aéreo, dispositivo concentrado no Centro de Meios Aéreos de Arcos de Valdevez.

A região dispõe de doze corpos de bombeiros, apenas um profissional, com um total de 655 operacionais.

Populares