Redes Sociais

Bombeiros galegos ontem travados em Valença regressam a Portugal para ajudar nos incêndios

Vídeo: El Correo Gallego (ontem)

Alto Minho

Bombeiros galegos ontem travados em Valença regressam a Portugal para ajudar nos incêndios

Uma comitiva com 60 bombeiros florestais provenientes da Galiza, que se dirigia para o centro do país para ajudar no combate aos incêndios que lavram em vários concelhos, foi esta segunda-feira travada pelas autoridades portuguesas, em Valença.

“Estamos sobrecarregados e não podemos permitir que passe mais ajuda”, terá sido a resposta, segundo o jornal “El Correo Gallego”. “Agradecemos a ajuda, mas hoje [segunda-feira] não é possível. Daqui a umas horas podemos chamá-los depois de distribuir de uma forma mais sensata todos os meios“, acrescenta.

Em reação à notícia, a Ministra da Administração Interna esclareceu, aos jornalistas, que a situação aconteceu devido a “excesso de voluntarismo” e a questões relacionadas com organização e segurança.

“Os bombeiros têm de ser devidamente coordenados pelas autoridades nacionais de proteção civil de ambos os países. Tem de ser tudo centralizado e não podemos estar aqui com voluntarismos sob pena dessas pessoas poderem colocar em risco não só a sua vida como as demais. Isto está tudo a ser coordenado pelas autoridades competentes”, disse Constança Urbano de Sousa.

Esta terça-feira, oitenta bombeiros espanhóis chegam a Portugal para ajudar no combate ao incêndio de Góis. Fonte oficial do Ministério da Administração Interna (MAI) avançou à agência Lusa que 40 bombeiros da Galiza chegam a Portugal por via terrestre e outros 40 operacionais de várias regiões espanholas por helicóptero.

Notícia atualizada às 18h39

Jornal digital da região do Minho.

Mais Alto Minho