Connect with us

Bombeiros do Alto Minho contentes com reforço de meios do INEM

Alto Minho

Bombeiros do Alto Minho contentes com reforço de meios do INEM

O presidente da Federação Distrital de Bombeiros de Viana do Castelo congratulou-se esta quarta-feira com o reforço de meios do INEM na região dando “cumprimento a um velho plano” de dotar todos os concelhos de posto de emergência médica.

Luís Brandão Coelho, aplaudiu o anúncio feito na terça-feira pelo INEM, lembrando, no entanto, a necessidade de renovação dos meios existentes há seis anos.

“Este reforço é ainda apenas para concluir a rede. Depois falta a modernização do que já existe e que já a ficar velho. A última vez que foram integrados novos meios no dispositivo foi em 2009”, explicou.

Luís Brandão Coelho sustentou que viaturas que vão ser entregues este ano vêm “dar cumprimento a um velho plano de dotar todos os concelhos de um posto emergência médica”.

O responsável sublinhou ainda que atualmente “ainda existem alguns municípios onde não existem veículos do INEM, sendo o serviço prestado pelas associações humanitárias”.

O INEM vai investir, até ao fim do ano, cerca de 22 milhões de euros em mais de 50 novos meios de socorro e emergência médica, informou terça-feira a instituição, em comunicado.

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) precisou que se trata de duas novas viaturas de emergência e reanimação (VMER), sete ambulâncias de suporte imediato de vida, 13 ambulâncias de emergência médica, cinco motos de emergência e 25 postos de emergência médica (ambulâncias).

As 13 ambulâncias serão também distribuídas um pouco por todo o país e as cinco motos de emergência médica irão para Viana do Castelo, Vila Nova de Gaia, Leiria, Seixal e Évora.

Os 25 postos de emergência (ambulâncias de socorro equipadas com elementos de proteção civil ou do sistema de emergência médica) serão igualmente distribuídos por vários concelhos ao longo do país, de Vila Nova da Cerveira, em Viana do Castelo, ao Alandroal, em Évora.

Luís Brandão Coelho congratulou-se ainda com a atribuição de uma ambulância de suporte imediato de vida a Monção, onde está instalada um Serviço de Urgência Básica (SUB).

“Esperamos que se concretize e, que desta forma, fiquemos com a rede de emergência básica instalada. Todos os concelhos com pelo menos um posto de emergência médica, e que os SUB do distrito venham a ter estas ambulâncias. Ainda faltará uma similar em Ponte de Lima”, frisou.

Segundo o comunicado, o INEM tem atualmente 42 VMER, 39 ambulâncias de suporte imediato de vida, 56 de emergência, oito motos e 275 postos (ambulâncias). A este dispositivo juntam-se 180 postos de reserva e 4 helicópteros Serviço de Helicópteros de Emergência Médica (SHEM), num total de 612 meios.

O INEM é o organismo do Ministério da Saúde responsável por coordenar o funcionamento, no território de Portugal Continental, de um Sistema Integrado de Emergência Médica, de forma a garantir aos sinistrados ou vítimas de doença súbita a pronta e correta prestação de cuidados de saúde, lembra-se no comunicado.

 

Mais em Alto Minho

Bitnami