Seguir o O MINHO

Alto Minho

Bombeiros de Arcos de Valdevez solidários com rádio local “destruída” pela trovoada

em

Rádio Valdevez. Foto: DR

Os Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez manifestaram hoje, em comunicado, “total solidariedade” para com a rádio local e os seus profissionais, após o posto de emissão, instalado no Alto de Padroso, ter sido destruído pela trovoada, no passado dia 30 de março.

Em comunicado, os bombeiros arcuenses destacam a “instituição amiga que tem sido a Rádio Valdevez”, endereçando ainda palavras de incentivo “aos distintos Alberto Silva Peneda, José Rocha e Jorge Quintas e demais equipa, que vive nestes dias, desde a sua génese, graves dificuldades”.

A rádio Valdevez criou, entretanto, uma conta solidária para reunir donativos que permitam reconstruir o centro emissor “totalmente destruído”.

José Rocha, vice-presidente da estação emissora, estima que serão necessários cerca de “20 a 25 mil euros” para construção daquele equipamento.

A rádio local está, desde 31 de março, a emitir apenas através da internet e por tempo indeterminado.

Em Bordéus, França, a comunidade emigrante, natural daquele concelho do Alto Minho, “já está a mobilizar-se para realizar festas de angariação de fundo”, referiu o responsável na semana passada.

“A rádio é muito importante para os nossos emigrantes”, frisou José Rocha, adiantando que a direção da emissora iria solicitar o apoio da Câmara Municipal.

A Rádio Valdevez, legalizada vai fazer 30 anos em junho, tem três funcionários e cerca de dez colaboradores. A emissão, nas frequências 96.4 FM e 100.8 FM, “cobre o Alto e Baixo Minho e chega a Vigo, na Galiza”.

EM FOCO

Populares