Seguir o O MINHO

Ave

Bloco de Esquerda questiona governo sobre poluição no rio Pele em Famalicão

Após denúncias da Junta de Castelões

em

Foto: JF Castelões

O Bloco de Esquerda questionou o Governo sobre a poluição no Rio Pele, em Famalicão, após descargas poluentes denunciadas pela Junta de Freguesia de Castelões.


Segundo os deputados do Bloco de Esquerda eleitos por Braga, José Maria Cardoso e Alexandra Vieira, apesar da participação da autarquia ao SEPNA da GNR e à Câmara de Famalicão, “não se conhece os resultados dessas queixas e as descargas continuam a acontecer”.

Nova descarga poluente no rio Pele em Famalicão

No documento entregue na Assembleia da República, o Bloco de Esquerda afirma que é “urgente a identificação e eliminação dos focos de poluição e a punição dos poluidores, de forma a evitar estes episódios, bem como proceder à reabilitação do rio para proteger o ecossistema”.

Descarga poluente ‘tinge’ de branco rio Pele em Famalicão

Os bloquistas querem, por isso, conhecer “que medidas vai o Ministério do Ambiente e da Ação Climática tomar para garantir a identificação das entidades poluidoras, a sua responsabilização, a cessação dos focos poluidores e a despoluição da linha de água afetada”, bem como “que medidas o Ministério assumiu ou vai assumir, eventualmente em articulação com o Município de Famalicão, para acabar com as descargas poluidoras e garantir a boa qualidade do Rio Pele e de toda a bacia hidrográfica do Rio Ave”.

Anúncio

Ave

Cabeceiras de Basto autoriza feira semanal e mercado municipal

Covid-19

em

Foto: CM Cabeceiras de Basto / Facebook

A Câmara de Cabeceiras de Basto autorizou a realização da feira semanal de segunda-feira e a venda de produtos locais pelos produtores concelhios no mercado municipal de terça a sábado.

Em comunicado, a autarquia informa que, com o estado de emergência em vigo e estando Cabeceiras de Basto incluído na lista dos concelhos sujeitos a medidas especiais, a câmara irá “manter em permanência na feira equipas de apoio e fiscalização”, designadamente agentes da Polícia Municipal para garantir o cumprimento das regras estabelecidas pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

“Todas as condições de segurança e normas determinadas pela DGS serão asseguradas, como o distanciamento físico entre os comerciantes, a higienização frequente das mãos e o uso obrigatório de máscara e, ou, viseira por feirantes e clientes”, lê-se.

Na entrada do recinto da feira, os clientes terão à sua disposição dispositivos para desinfeção das mãos.

Continuar a ler

Ave

Vizela em “alerta máximo”: 536 casos ativos, mais de 10 mortos e 205 alunos isolados

Covid-19

em

Foto: Divulgação / CM Vizela

“Em alerta máximo”, é assim que a Câmara de Vizela classifica a situação atual no concelho devido à pandemia de covid-19. Em comunicado, a autarquia revela que há 536 casos ativos, “mais de uma dezena de mortos” e 205 alunos em isolamento profilático.

“Depois de ter passado várias fases durante a evolução da covid-19, a situação do surto epidémico nunca foi tão grave” em Vizela, afirma a autarquia, realçando que, neste momento, “é um dos concelhos do país com maior número de incidência de casos”.

A Câmara aponta que, apesar das medidas preventivas e de monitorização da situação no concelho, “era já uma situação expetável, tendo em atenção diversos fatores”, enumerando, de seguida, quatro.

Primeiro, o facto de Vizela ser um “concelho de alta densidade populacional”; segundo, está no Norte do país, que é uma das regiões mais afetadas; terceiro, na região Norte há “prevalência de um tecido empresarial que depende primordialmente de mão-de-obra mais manual e intensiva, desempenhada essencialmente de modo físico e presencial, sem possibilidade de recurso a formas de trabalho à distância, como o teletrabalho”; quarto, “a proximidade de Vizela dos concelhos mais afetados nesta segunda vaga, como Lousada, Felgueiras e Guimarães”.

“Estamos perante um dos períodos mais desafiadores e excecionais da história recente da nossa sociedade, mas é preciso, acima de tudo, que todos assumam uma atitude de responsabilidade social, pelo que a Câmara Municipal apela, mais uma vez à população vizelense, para respeitar as recomendações das autoridades, em especial o uso obrigatório de máscara, a prática de distanciamento social, a limpeza e desinfeção das mãos e a etiqueta respiratória, para evitar a transmissão da doença na nossa comunidade”, conclui o comunicado.

Continuar a ler

Guimarães

Casal detido por tráfico de droga em Guimarães

Crime

em

Foto: GNR

Um homem de 36 anos e uma mulher de 32 foram detidos por tráfico de droga, na quinta-feira, em Guimarães, anunciou hoje a GNR.

Em comunicado, o Comando Territorial de Braga refere que, no âmbito de uma investigação por tráfico de droga que decorria há cerca de seis meses, os militares do Núcleo de Investigação Criminal de Guimarães realizaram duas buscas domiciliárias e uma busca em veículo, das quais resultou a apreensão de 77 doses de haxixe, 58 doses de heroína, 17 doses de cocaína, três doses de canábis, 175 euros em numerário, três computadores portáteis, quatro telemóveis, um GPS, dois tablets e uma balança.

Os detidos são presentes a primeiro interrogatório esta sexta-feira no Tribunal Judicial de Guimarães.

Continuar a ler

Populares