Biblioteca de Braga recebeu cerca de 300 mil visitas e emprestou mais de 52 mil livros em 2018

Autarquia e UMinho assinaram protocolo para gestão da Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva por mais dez anos.
Foto: Wikipedia

A Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva (BLCS), em Braga, recebeu 290 mil visitantes, entre janeiro e novembro de 2018, e promoveu mais de 600 atividades ao longo do último ano. Os números foram revelados pela autarquia, numa nota partilhada na sexta-feira, que assinalava a assinatura do protocolo de colaboração com a Universidade do Minho (UMinho), para a gestão daquela biblioteca por mais dez anos.

Para o presidente da câmara municipal, Ricardo Rio, este é um projecto que serve a cidade e a sua população, sendo uma “referência a nível nacional pelos resultados que tem alcançado”.

Assinatura do protocolo entre a UMinho e o Município de Braga. Foto: Divulgação / CM Braga

“A BLCS tem desenvolvido um trabalho notável no qual os bracarenses se revêem e com o qual o município está francamente comprometido. A biblioteca é uma estrutura que tem conseguido romper as fronteiras das suas limitações físicas e está hoje presente em muitos eventos e espaços da cidade de Braga”, acrescentou o autarca, ali citado.

Com 432.715 existências bibliográficas no seu Fundo Documental – acessível em https://www.blcs.pt – a BLCS possui 26 mil utilizadores inscritos e, só no ano de 2018, realizou mais de 52 mil empréstimos domiciliários.

A BLCS comemora 15 anos em dezembro. Tem sede na rua de S. Paulo nº 1, no centro de Braga.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Biblioteca Pública de Braga evoca Vitorino Magalhães Godinho

Próximo Artigo

Incêndio na Póvoa de Varzim deixa 12 pessoas desalojadas

Artigos Relacionados
x