Seguir o O MINHO

Futsal

Benfica vence Sporting e fica a um triunfo do título de campeão português de futsal

Liga SportZone 2018/2019

em

Foto: Twitter de Benfica Notifications

O Benfica ficou hoje a um triunfo de se sagrar campeão português de futsal, ao vencer em casa o Sporting, por 4-3, no terceiro jogo da final da Liga.


Fernandinho (06 e 23 minutos), André Coelho (07) e Robinho (23) marcaram os golos do Benfica, com Pany Varela (15), Erick (25) e Rocha (34) a marcarem para os ‘leões’.

O quarto encontro da final disputa-se na quinta-feira, no Pavilhão João Rocha, em Alvalade, com o quinto e último, se necessário, a ser jogado novamente no Pavilhão da Luz, em 16 de junho.

Anúncio

Futsal

Lyon, da ex-SC Braga Jéssica Silva, vence ‘Champions’ de futebol feminino

Futebol feminino

em

Foto: Dr / Arquivo

As francesas do Lyon reforçaram hoje a sua hegemonia no futebol feminino europeu ao tornarem-se pentacampeãs, depois de vencerem as alemãs do Wolfsburgo por 3-1, na final da Liga dos Campeões, em San Sebastián, Espanha. A portuguesa Jéssica Silva, que alinhou no SC Braga, também foi campeã.

O sétimo título europeu das gaulesas começou a ser construído com tentos da experiente avançado Eugénie Le Sommer, aos 25 minutos, e da japonesa Saki Kumagai, aos 44.

Alexandra Pop, logo após o intervalo, aos 48, ainda reduziu para 2-1 para as tetracampeãs alemãs, presentes na quinta final da sua história, contudo, aos 88, a islandesa Sara Björk Gunnarsdóttir, com um desvio na pequena área, selou o 3-1 final para as francesas, que não contaram com a internacional portuguesa Jéssica Silva.

Com este ‘penta’ consecutivo, conquistado na nona final disputada, o Lyon lidera o ‘ranking’ de vencedores da Liga dos Campeões feminina, com sete títulos europeus, seguido das alemãs do Frankfurt com quatro e as compatriotas do Wolfsburgo e Turbine Potsdam, com os mesmos dois das suecas do Umea, enquanto as germânicas do Duisburgo e as inglesas do Arsenal foram campeãs uma vez.

Ainda assim, em 19 edições, a Alemanha lidera com nove troféus, seguida da França com sete, Suécia com dois e Inglaterra com um.

Continuar a ler

Desporto

SC Braga apurado para as ‘meias’ da Taça de futsal

Futsal

em

Foto: DR / Arquivo

O SC Braga garantiu hoje o apuramento para as meias-finais da Taça de Portugal de futsal, ao vencer o Ladoeiro, por 3-2, numa partida cujo marcador só tomou um ritmo eletrizante depois do intervalo.

No dia de abertura da final a 8, no Centro de Congressos e Desportos de Matosinhos, Coelho (21 minutos), Allan Guilherme (24) e Cássio (27) concretizaram os golos dos minhotos, enquanto Caio Santos (28 e 29) bisou pela formação de Idanha-a-Nova.

O jogo decorreu à porta fechada por determinação da Federação Portuguesa de Futebol, em resposta à pandemia de Covid-19, que já provocou mais de 4.500 mortos e 124 mil infeções em 120 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 78 casos confirmados.

Finalista da prova ‘rainha’ em 2006/07 e 2012/13 e sétimo na fase regular do campeonato, o Sporting de Braga vai defrontar no sábado o vencedor do embate entre os primodivisionários Portimonense e Eléctrico, que medem forças às 17:00 de hoje.

O Ladoeiro fechou a melhor prestação de sempre na Taça de Portugal, ao deixar cinco emblemas pelo caminho, e concentra agora as atenções para o ‘play-off’ de acesso ao principal escalão do futsal português, após o segundo posto na Série D da II Divisão.

Sem qualquer ponta de favoritismo, os idanhenses subiram à quadra com maior intensidade nos duelos e transições prometedoras, assentes nos atrevidos Renato Rodrigues e Eskerda, perante a desinspiração bracarense no ataque ao último terço.

O técnico David Lopes solicitou uma pausa técnica para subir a clarividência na circulação, mas os minhotos só encontraram caminho para testar o guarda-redes Gaza em alguns remates exteriores de Márcio, insuficientes para beliscar o nulo ao intervalo.

O reatamento teve o condão de acrescentar emotividade e vincar as diferenças teóricas entre os dois conjuntos, já que Coelho precisou de poucos segundos para concluir uma bola parada às três tabelas e disfarçar a apatia bracarense aos 21 minutos.

Obrigado a arriscar na frente, o Ladoeiro perdeu consistência defensiva, foi apanhado em contrapé e concedeu mais dois golos, com destaque para o toque de calcanhar de Allan Guilherme, aos 24, três minutos antes de Cássio ‘fuzilar’ na zona dos 10 metros.

Só um misto de crença e desatenção alheia permitiu que o sonho albicastrense não descambasse por completo, tendo como protagonista Caio Santos, que materializou duas saídas rápidas na cara de Leandro Costa entre os 28 e os 29 minutos.

Os idanhenses reentraram na discussão, criaram situações para empatar e forçaram a reação final com o guarda-redes avançado Marquito, obrigando os minhotos a recorrerem à experiência do recém-entrado guarda-redes Vítor Hugo para segurar o triunfo.

Ficha de Jogo

Jogo no Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos, em Matosinhos.

SC Braga – Ladoeiro, 3-2.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

1-0, Coelho, 21 minutos.

2-0, Allan Guilherme, 24.

3-0, Cássio, 27.

3-1, Caio Santos, 28.

3-2, Caio Santos, 29.

Equipas:

– SC Braga: Leandro Costa, Coelho, Nilson, Bruno Cintra e Allan Guilherme. Jogaram ainda Vítor Hugo, Márcio, Amílcar, Douglas, Ricardinho, Daniel Rosa e Cássio.

Treinador: David Lopes.

– Ladoeiro: Gaza, Gonçalo Gonçalves, Markito, Eskerda e Renato Rodrigues. Jogaram ainda Paulo Ferreira, Caio Santos, Diogo Ferreira, Fábio Faria e Kilson Santos.

Treinador: Vítor Caramelo.

Árbitros: José Moreira e Rúben Santos.

Ação disciplinar: Nada a assinalar.

Assistência: Sem espetadores por determinação da Federação Portuguesa de Futebol, em resposta à pandemia de Covid-19.

Continuar a ler

Futsal

Custódio “recupera” André Horta e Wilson Eduardo

I Liga

em

Foto: Divulgação / SC Braga

O novo treinador do SC Braga, Custódio Castro, chamou, esta quinta-feira, André Horta e Wilson Eduardo para a receção ao Portimonense, sexta-feira, da 24.ª jornada da I Liga de futebol, mas não pode contar com Sequeira.

O grande destaque é o regresso aos eleitos, quase um mês depois, de Wilson Eduardo, que tinha deixado de ser opção para Rúben Amorim, que justificou a ausência com o facto do avançado estar em final de contrato.

Bruno Wilson e André Horta ficaram de fora do jogo com o Marítimo (vitória por 2-1), o primeiro por castigo e o segundo por opção, e fazem ambos parte da primeira convocatória de Custódio Castro.

De fora, ficou Sequeira, que se lesionou na Madeira e se juntou a Wallace e Tormena nos indisponíveis por motivos físicos, tendo o novo treinador chamado ainda Pedro Amador e prescindido de Anthony, também habitual titular na equipa B.

SC Braga, terceiro classificado, com 43 pontos, e Portimonense, 17.º, com 16, defrontam-se a partir das 20:30 de sexta-feira, no Estádio Municipal de Braga, num jogo que vai ser arbitrado por Fábio Veríssimo, da associação de Leiria.

Lista dos 20 convocados:

– Guarda-redes: Matheus, Tiago Sá.

– Defesas: Pedro Amador, David Carmo, Bruno Viana, Bruno Wilson, Esgaio, Raul Silva e Diogo Viana.

– Médios: André Horta, Fransérgio, João Novais, Palhinha.

– Avançados: Wilson Eduardo, Abel Ruiz, Ricardo Horta, Paulinho, Trincão, Rui Fonte e Galeno.

Continuar a ler

Populares