Seguir o O MINHO

Futebol

Benfica e FC Porto descem a ‘cortina’ sobre a mais longa temporada da história

Taça de Portugal

em

Foto: DR / Arquivo

Benfica e FC Porto disputam hoje a final da 80.ª edição da Taça de Portugal, que encerra a mais longa temporada futebolística da história, interrompida devido à pandemia de covid-19 e, posteriormente, retomada sem público nas bancadas.

De resto, a pandemia obrigou igualmente a uma alteração do local da partida, deixando o Jamor, que recebia a decisão ininterruptamente há 36 anos, desde 1983/84, e rumando a Coimbra, para que fossem respeitadas todas as condições de segurança impostas pela Direção-Geral da Saúde.

Na final, agendada para as 20:45, o FC Porto entra ‘embalado’ pela recente conquista do título de campeão nacional, o troféu primordial, enquanto o Benfica, vencedor da Supertaça no início da temporada, vem de três triunfos seguidos sob o comando de Nélson Veríssimo, que rendeu Bruno Lage na fase final do campeonato.

Os ‘dragões’ chegam a Coimbra após uma derrota, por 2-1, no reduto do Sporting de Braga, na derradeira ronda do campeonato, e têm como principal ‘baixa’ o médio colombiano Matheus Uribe, que se juntou a Iván Marcano na lista de lesionados.

Já o central Mbemba e o extremo Luís Díaz devem recuperar e ser opções para o técnico Sérgio Conceição.

Por seu lado, o Benfica, ainda invicto na ‘era’ Veríssimo (quatro triunfos e um empate) e motivado por um sempre saboroso triunfo no dérbi lisboeta com o Sporting (2-1), não poderá contar com o espanhol Grimaldo e, muito provavelmente, com Taarabt e Nuno Tavares, todos por lesão.

A final da 80.ª edição da Taça de Portugal vai ser disputada à porta fechada, a partir das 20:45, no Estádio Cidade de Coimbra, e terá arbitragem de Artur Soares Dias, da Associação de Futebol do Porto.

Anúncio

Futebol

Cristiano Ronaldo pela 15.ª vez na equipa do ano da UEFA votada pelos adeptos

Ao lado de jogadores como Messi e Lewandowski

Foto: DR / Arquivo

O internacional português Cristiano Ronaldo foi eleito pela 15.ª vez para a equipa masculina do ano, referente a 2020, votada pelos adeptos no site oficial da UEFA, anunciou hoje o organismo que rege o futebol europeu.

Numa lista dominada pelo Bayern Munique, vencedor da última edição da Liga dos Campeões, Ronaldo tem a ‘companhia’ do argentino Lionel Messi (FC Barcelona), que aparece pela 12.º vez nas escolhas, e do polaco Robert Lewandowski, do emblema germânico, eleito jogador do ano da UEFA em 2020.

Desde 2007 que o capitão da seleção portuguesa é sempre eleito para a melhor equipa dos adeptos da UEFA.

O ‘onze’ fica completo com Manuel Neuer (Bayern Munique), Joshua Kimmich (Bayern Munique), Sergio Ramos (Real Madrid), Virgil van Dijk (Liverpool), Alphonso Davies (Bayern Munique) ), Thiago Alcântara (Bayern Munique/Liverpool), Kevin De Bruyne (Manchester City) e Neymar (Paris Saint-Germain).

Os 50 nomeados foram selecionados pela equipa editorial da UEFA com base no desempenho dos jogadores nas competições europeias e nos campeonatos nacionais entre janeiro de dezembro de 2020.

Continuar a ler

Futebol

Gil Vicente ajuda a concretizar “sonho” de adepto de Moçambique

Clube de Barcelos ofereceu equipamento

Foto: Sopro - ONGD

Auxílio Augusto tem 25 anos, é de Moçambique, adora jogar futebol e tem como objetivo ser professor de Educação Física. “Queria muito ter um equipamento desportivo de um clube de futebol português”, conta a Sopro – Organização Não Governamental para o Desenvolvimento, de Barcelos. E o Gil Vicente permitiu cumprir esse sonho.

Foto: Gil Vicente FC

“Este jovem tinha um sonho de ter um equipamento do Gil Vicente FC… nós ajudamos a concretizar esse sonho”, escreve o clube da I Liga nas redes sociais, explicando que Auxílio Augusto é originário de Nampula mas encontra-se na Beira a seguir a formação de Irmão de La Salle e a apoiar as crianças apadrinhadas pela Sopro.

“Pequenos gestos mudam o Mundo”, conclui a Organização Não Governamental sediada em Barcelos.

Continuar a ler

Futebol

Sá Pinto oficializado como novo treinador do Gaziantep

Futebol

Foto: Divulgação

O português Ricardo Sá Pinto, ex-SC Braga, foi oficializado como novo treinador do Gaziantep, sucedendo ao romeno Marius Sumudica, tendo assinado um contrato por duas épocas e meia, anunciou hoje o emblema turco de futebol no seu site oficial.

Poucas semanas depois de ter sido afastado do Vasco da Gama, do Brasil, o técnico de 48 anos ruma ao futebol turco e vai dirigir o atual terceiro classificado do campeonato local, clube em que também vai reencontrar o português André Sousa, médio que trabalhou com Sá Pinto no Belenenses.

“Estou muito feliz e orgulhoso por poder comandar o Gaziantep. Vou fazer tudo para que o clube continue a crescer e que tenha sucesso, com espírito de ambição e com fome de vitórias”, escreveu Sá Pinto, na sua página oficial da rede social Twitter.

O treinador português, que já passou pelo futebol grego, belga, sérvio e polaco, vai ocupar o lugar deixado vago por Marius Sumudica, despedido depois da eliminação na Taça da Turquia.

Em Portugal, Sá Pinto treinou o Sporting, o Belenenses e o SD Braga.

O Gaziantep aparece com surpresa no terceiro posto do campeonato turco, a quatro pontos de Besiktas e Fenerbahçe, que partilham a liderança.

Continuar a ler

Populares