Seguir o O MINHO

Região

Barras fechadas ou condicionadas devido à agitação marítima

em

Foto: DR

Sete barras de Portugal continental estão esta quarta-feira fechadas à navegação e três estão condicionadas devido à previsão de agitação marítima, de acordo com informação disponível no ‘site’ da Marinha Portuguesa.

Segundo a Marinha, as barras marítimas de Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, São Martinho do Porto e Ericeira estão fechadas à navegação devido à previsão de agitação marítima forte.

A barra marítima de Viana do Castelo está fechada a embarcações de comprimento inferior a 30 metros e as de Aveiro e da Figueira da Foz a barcos de comprimento inferior a 35 metros.

Por causa da agitação marítima, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou toda a costa portuguesa sob aviso laranja, prevendo-se ondas de noroeste com 05 a 07 metros, podendo atingir 09 a 11 metros de altura máxima.

Este aviso laranja para toda a costa portuguesa, que foi também emitido para a Madeira, vai estar em vigor entre as 12:00 de hoje e as 12:00 de quinta-feira.

O aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, indica uma situação meteorológica de risco moderado a elevado.

O IPMA prevê para hoje períodos de céu muito nublado, tornando-se gradualmente pouco nublado ou limpo a partir do início da manhã, possibilidade de ocorrência de períodos de chuva fraca ou aguaceiros fracos nas regiões a norte do sistema montanhoso Montejunto-Estrela até ao início da manhã.

A previsão aponta ainda para vento fraco a moderado do quadrante norte, soprando moderado a forte nas terras altas do Centro e Sul e na faixa costeira ocidental, por vezes com rajadas até 60 quilómetros por hora.

Está também prevista neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais, pequena descida da temperatura mínima na região Norte e subida de temperatura na região Sul.

Quanto às temperaturas, as mínimas vão variar entre 01 grau (em Bragança) e os 10 (em Lisboa) e as máximas entre os 10 graus Celsius (na Guarda) e os 20 (em Faro).

Populares