Barco polaco obrigado a vistoria após dificuldades no porto de Viana do Castelo

Veleiro teve de ser rebocado
Foto: Autoridade Marítima Nacional / Facebook

Os tripulantes da Estação Salva-vidas de Viana do Castelo auxiliaram, esta quinta-feira, dois tripulantes que se encontravam em dificuldades a bordo de um veleiro de bandeira polaca, devido a uma avaria no motor.

A anomalia na embarcação foi notada a cerca de um quilómetro da costa, entre a praia do Rodenho e a praia da Amorosa, no concelho de Viana do Castelo.

​”Na sequência de um alerta recebido pelas 15:32, através do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa (MRCC Lisboa), foram ativados de imediato tripulantes da Estação Salva-vidas de Viana do Castelo e elementos do Comando-local da Polícia Marítima de Viana do Castelo”, explica a Autoridade Marítima Nacional, em comunicado.

Foto: Autoridade Marítima Nacional

À chegada junto do veleiro, a autoridade verificou que os dois tripulantes, dois homens com 42 e 44 anos, se encontravam “bem fisicamente” e sem necessidade de assistência médica.

O veleiro tinha uma avaria no motor, estando em dificuldades para entrar no porto de Viana do Castelo, devido às condições adversas do mar e do vento.

“Os tripulantes da Estação Salva-vidas procederam ao reboque do veleiro, por questões de segurança para os tripulantes e para a navegação, para o interior do porto”, referiu.

O proprietário foi notificado e só poderá navegar novamente após ser alvo de uma vistoria, a fim de “assegurar as normais condições de navegabilidade”.

O Comando-local da Polícia Marítima de Viana do Castelo tomou conta da ocorrência.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

EuroDreams: Estrangeiro ganha ‘salário’ de 2.000 euros durante 5 anos. Em Portugal saíram 19 prémios de 90 euros

Próximo Artigo

José Pacheco Pereira dá palestra em Vila Verde

Artigos Relacionados
x