Seguir o O MINHO
[the_ad id='438601']

Barcelos

Barcelos tem novo albergue de peregrinos (e teve 17 dormidas logo na primeira noite)

Em Pedra Furada

em

Foto: Divulgação / CM Barcelos

O edifício da antiga escola primária de Pedra Furada, no concelho de Barcelos, foi transformado em albergue para peregrinos de Santiago, num investimento de 120 mil euros. O espaço, intitulado “Palhuço”, foi inaugurado no domingo e, logo na primeira noite, lá pernoitaram 17 peregrinos.

Em comunicado, a autarquia adianta que o alberqgue tem capacidade para acolher, em simultâneo, 24 pessoas, divididas por duas salas/dormitório.

Na inauguração, a que assistiram dezenas de populares, o presidente da Câmara, Mário Constantino, acompanhado da vereadora da cultura, Elisa Braga, deu os parabéns à Junta de Freguesia por ter conseguido concretizar uma obra que “salvaguarda as memórias do passado e vai unir essas histórias às muitas outras dos peregrinos que por aqui passarem”.

Citado no comunicado, Mário Constantino salienta “a qualidade do projeto e a funcionalidade do equipamento”, pelo que tem a certeza de que será “uma mais-valia para a afirmação de Barcelos no âmbito do Caminho de Santiago que atravessa o concelho” de lés a lés.

O presidente da Junta, Nuno Evandro, afirmou que, pela “localização do albergue (à entrada do concelho) e pela qualidade das condições que oferece” não tem dúvidas que o “Palhuço será um sucesso em termos de ocupação”.

Foto: Divulgação / CM Barcelos

O “Palhuço”

O novo albergue de apoio aos peregrinos dos Caminhos de Santiago localiza-se no edifício da antiga escola primária, cujo projeto remonta a 1890, e que deverá ter entrado em funcionamento no início da década de 1900.

As obras de recuperação custaram cerca de 120 mil euros e serviram não apenas para a preservação integral do edifício como para dotá-lo de duas salas/dormitório com camaratas com capacidade para 24 camas.

O albergue tem ainda uma zona reservada a sala de convívio, sanitários completos e lavandaria equipada com máquinas de lavar e secar.

O logradouro, constituído de zona relvada, tem cerca de 800m2.

A pernoita custa 8 euros por pessoa, e o equipamento vai ser gerido inicialmente pela Junta da União de Freguesias de Chorente, Góios, Courel, Pedra Furada e Gueral.

Este é o segundo espaço público dedicado ao apoio de peregrinos, e complementa a rede de outros espaços geridos por entidades particulares.

O primeiro albergue municipal de Barcelos foi criado em 2010 e está instalado na antiga Casa da Recoleta, na freguesia de Tamel S. Pedro Fins.

Populares