Seguir o O MINHO

Barcelos

Barcelos paga 8,6 milhões pela extinção de PPP e “teme” mais 3 milhões de juros

Valor pode ascender a mais três milhões

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO / Arquivo

A Câmara de Barcelos vai pagar 8,6 milhões de euros pela extinção da parceria público-privada (PPP) Barcelos Futuro, estando ainda a ser dirimido em tribunal o valor dos juros, que pode ascender a mais três milhões, revelou o executivo.

O pagamento dos 8,6 milhões de euros foi aprovado na segunda-feira, em reunião do executivo, com os votos contra do PSD e do CDS, que consideram que a maioria socialista andou durante anos a “empurrar com a barriga” a questão, acumulando juros “incontroláveis”.

Em 2014, o Tribunal Arbitral fixou em 8,6 milhões de euros o valor a pagar pelo município aos parceiros privados pela decisão de extinção da PPP Barcelos Futuro, criada para levar a efeito meia centena de obras no concelho.

A Câmara foi protelando o pagamento, com vários recursos judiciais, até que a decisão transitou em julgado.

Em tribunal continua, ainda, a questão dos juros, que os privados querem que sejam pagos a 7%, contra os 3% defendidos pelo município.

Se vingar a pretensão dos privados, o valor dos juros já ascende a mais de três milhões de euros.

Firmada em 2009 quando a Câmara era liderada por Fernando Reis (PSD), aquela PPP foi, entretanto, suspensa pelo executivo socialista, face aos “inadmissíveis e incomportáveis” encargos financeiros que dela alegadamente resultavam para o município.

Os parceiros privados avançaram para tribunal arbitral, que decretou a liquidação da PPP e fixou em 8,6 milhões o valor a pagar-lhes pela Câmara.

Um valor que, segundo o tribunal, corresponde à obra já realizada no âmbito daquela PPP.

Aquela PPP previa investimentos no valor mínimo de 65 milhões de euros, a serem pagos pela autarquia ao longo de 28 anos, através de contratos de arrendamento cujo valor se cifrava em cerca de 200 milhões de euros (uma média de oito milhões de euros anuais).

Apontava para meia de centena de obras, como a recuperação e reconversão do Mercado Municipal, a adaptação e reabilitação do edifício Casa Conde Vilas Boas e a segunda fase do complexo Estádio Municipal, que incluía a construção de piso sintético, balneários e bancada.

A construção de 18 complexos desportivos e de nove piscinas também estava contemplada na parceria, bem como o centro escolar de Barcelos e três pavilhões gimnodesportivos, um dos quais na escola de Fragoso, outro na Escola de Tecnologia e Gestão e o terceiro no Campus Universitário do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave.

Anúncio

Barcelos

“Here you go”: Barcelenses Sensible Soccers no cartaz do festival holandês Eurosonic

Escolha foi feita pela rádio portuguesa Antena 3

em

Foto: Facebook de ESNS (2013)

Os barcelenses Sensible Soccers vão atuar em janeiro no festival Eurosonic Noorderslag, em Groningen, na Holanda, foi anunciado, na terça-feira.

A organização anunciou, no ‘site’ oficial, as primeiras 33 bandas e artistas do cartaz, escolhidas por várias rádios nacionais europeias. Em Portugal, a escolha cabe à Antena 3. Além disso, foi anunciada a presença de quatro artistas e bandas da Suíça, o país em foco na edição de 2020.

OS Sensible Soccers, de Barcelos, editaram em março deste ano o terceiro álbum, “Aurora”. Em edição de autor com o apoio da GDA, “Aurora” foi gravado em residência na Casa do Soto, em Arouca.

Os Sensible Soccers, cuja discografia inclui ainda “8” e “Villa Soledade”, são Hugo Gomes (teclados), Manuel Justo (teclados e sintetizador) e André Simão (baixo e ‘drumpads’).

Continuar a ler

Barcelos

Prisão preventiva para homem que roubou dois anéis de ouro a idosa em Barcelos

Foram detidas outras duas mulheres e identificada uma criança de 10 anos

em

Foto: Ilustrativa / DR

Um juiz de instrução criminal no Tribunal de Guimarães aplicou prisão preventiva a um homem de 58 anos detido na segunda-feira por roubo de dois anéis de ouro a uma idosa em Barcelos, anunciou hoje a GNR.

Em comunicado, a GNR acrescenta que o juiz aplicou apresentações diárias no posto policial da sua área de residência a duas mulheres, de 40 e 18 anos, também detidas pelo mesmo crime.

No processo, a GNR identificou um menor de 10 anos que acompanhava os suspeitos e que foi entregue a um familiar, tendo os factos sido comunicados à Comissão de Proteção de Crianças e Jovens da Maia.

A GNR recuperou os dois anéis de ouro que tinham sido roubados à idosa, de 82 anos, bem como apreendeu 210 euros, uma nota de penhora no valor de 385 euros e um veículo.

Continuar a ler

Barcelos

Estudante de Barcelos medalha de bronze nas Olimpíadas de Biologia na Bolívia

em

Fotos: DR

Márcio Campos, estudante de Barcelos, foi um dos três estudantes portugueses a conquistar uma medalha de bronze na 13.ª edição das Olimpíadas Ibero-americanas de Biologia, que decorreram entre 09 e 13 de setembro, em Cochabamba, Bolívia. Também uma estudante bracarense conquistou um diploma de mérito na competição.

Aluno no colégio La Salle, em Barcelos, até final do ano letivo passado, Márcio Campos é um apaixonado pela Biologia, como contou a O MINHO fonte do departamento de ciência daquela instituição.

“O Márcio é alguém que é muito apaixonado pela Biologia, sempre mostrou interesse nesta área e acabou o ensino secundário com nota máxima porque, para além do interesse, aplicava-se e participava nestes concursos”, explica um antigo professor, revelando que o aluno “agora na universidade irá seguir medicina veterinária”.

Fotos: DR

Fonte do colégio salienta a O MINHO que “é sempre incentivado aos alunos para que participem nestes concursos, até por uma questão de valorização pessoal, mesmo quando não chegam às finais”, como no caso de Márcio, que já havia participado nas Olimpíadas Internacionais de Biologia, que decorreram em 2018, obtendo igualmente bons resultados.

“Estamos a falar de umas olimpíadas que já têm um número elevado de países a participar, entre eles países como Argentina, Brasil e Costa Rica, ou até Espanha, onde se faz investigação na área da Biologia e se trabalha muito bem neste campo”, refere.

Para além de Márcio Campos, também uma aluna bracarense, Maria João Oliveira, estudante do colégio D. Diogo de Sousa, em Braga, venceu um diploma de mérito na competição.

Foto: DR

Nestas olimpíadas participaram 50 alunos vindos de 13 países com a delegação portuguesa a arrecadar três medalhas de bronze e um diploma de mérito.

Em julho deste ano, também dois alunos minhotos, Marco Ribeiro, de Guimarães, e Diogo Nogueira, de Barcelos, conquistaram medalhas de bronze nas Olimpíadas Internacionais de Biologia em Szeged, Hungria.

Continuar a ler

Populares