Politécnico do Cávado e do Ave compra residência estudantil com 62 camas em Barcelos

“Dia histórico”, diz o IPCA

O Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA) formalizou hoje a aquisição de um edifício a 200 metros do seu ‘campus’ em Barcelos onde vai instalar uma residência estudantil com 62 camas, anunciou a academia.

Em comunicado, o IPCA refere que a residência estará disponível em setembro de 2023.

A aquisição do edifício, onde atualmente funciona a residência privada “In Barcelos Residence”, foi possível graças ao financiamento de verbas do Programa de Recuperação e Resiliência (PRR), no seguimento da candidatura apresentada no âmbito do Plano Nacional para o Alojamento no Ensino Superior, tendo sido atribuídos dois milhões de euros.

A verba destina-se à aquisição do edifício, adaptação e ampliação para responder às exigências de instalação e funcionamento da residência de estudantes.

Foto: IPCA

“Ao fim de 26 anos da entrada em funcionamento dos primeiros cursos, hoje é um dia histórico para esta instituição, que vê concretizado o sonho de disponibilizar alojamento estudantil à sua comunidade em condições de preço e conforto compatíveis com as suas capacidades económico-financeiras”, sublinha o comunicado.

Localizada na Rua do Aldão, em Vila Frescaínha S. Martinho, a residência “permitirá, ainda, tornar o IPCA mais atrativo para estudantes nacionais e internacionais, potenciando a escolha da instituição para muitos daqueles que decidem frequentar uma instituição de ensino superior”.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Braga: Lutou pelos reclusos portugueses até ao Tribunal Europeu dos Direitos do Homem (e perdeu)

Próximo Artigo

Árvore sustentável de Natal em Braga com 4.000 garrafas de plástico

Artigos Relacionados
x