Seguir o O MINHO

Braga

Banco de Sangue do Hospital de Braga recebeu 7.316 dádivas no último ano

Mantém-se autossuficiente

em

Foto: Hospital de Braga

Com uma média de 34,2 dadores por dia, o Banco de Sangue do Hospital de Braga contou, no ano passado, com 55,2% de dadores do género masculino e 44,8% do género feminino, tendo sido a faixa etária predominante de dadores entre os 25 e os 44 anos, foi hoje anunciado.

Em comunicado, o Hospital de Braga nota que as dádivas no Banco de Sangue mantiveram-se constantes durante todo o ano, à exceção do mês de dezembro onde se registou uma quebra das dádivas, mas que foram recuperadas de forma gradual nas semanas seguintes.

“Em 2021, o Banco de Sangue manteve-se autossuficiente na produção de componentes sanguíneos sendo, no entanto, importante realçar que são necessários dadores diários para que se continue a dar resposta às necessidades existentes”, refere o Hospital.

Para o Diretor de Serviço de Imunohemoterapia do Hospital de Braga, citado no comunicado,”as dádivas são fundamentais para se salvar vidas, porque não há nada que substitua o sangue humano. Não há nada que produza sangue artificialmente. “

Realça, ainda, que “ o facto de não dependermos de outras entidades para darmos resposta às necessidades de sangue na área cirúrgica e transfusional é, sem dúvida alguma, uma mais-valia para os serviços e, acima de tudo, para os nossos doentes, numa resposta célere e efetiva.”

O Banco de Sangue continua a precisar de dadores que se desloquem ao Hospital de forma periódica, contando para isso com uma equipa multidisciplinar, disponível ao público de segunda a sexta-feira (entre as 09:00 e as 13:00 e as 14:30 e as 18:30).

Para se ser dador de sangue, é necessário o cumprimento dos seguintes critérios: estar em boas condições de saúde, ter entre 18 e 65 anos (até aos 60 anos se for uma primeira dádiva) e ter, pelo menos, 50kg. A doação de sangue pode ser feita pelas mulheres de quatro em quatro meses e pelos homens de três em três meses.

EM FOCO

Populares