Seguir o O MINHO

I Liga

Aves falhou entrega do recurso ao veto de inscrição nas provas profissionais

I Liga

em

Foto: DR / Arquivo

O Desportivo das Aves falhou o recurso ao veto de inscrição nas competições profissionais da próxima época, confirmou hoje Estrela Costa, acionista da empresa gestora da SAD do clube despromovido à II Liga de futebol.


“O tribunal ainda não viabilizou o Processo Especial de Revitalização (PER) solicitado em 24 de julho. A lei é clara: não podemos fazer a inscrição com um PER se não tivermos esse acordo homologado no Tribunal da Comarca de Santo Tirso. Como nada disso aconteceu, não valia a pena recorrer”, explicou à agência Lusa a dirigente dos nortenhos.

A administração do emblema do concelho de Santo Tirso tinha de apresentar a documentação junto dos serviços da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) até às 23:59 horas de segunda-feira, mas, ao contrário do Vitória de Setúbal, dispensou a contestação junto do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Nortenhos e sadinos falharam na quarta-feira os requisitos de licenciamento rumo às provas profissionais de 2020/21, tendo a Comissão de Auditoria da LPFP detetado três critérios legais e 13 financeiros infringidos pelo Desportivo das Aves, que tenta negociar com os 32 credores a reestruturação de todas as dívidas num único plano de pagamento.

“Continuamos com dívidas à Autoridade Tributária e à Segurança Social. A boa notícia é que ficaram extintas as dívidas para com outras sociedades desportivas. Contudo, não podíamos fazer nada em todas as outras alíneas sem um PER aprovado e homologado”, enquadrou Estrela Costa, conformada com a descida ao Campeonato de Portugal.

A SAD do Desportivo das Aves, liderada pelo chinês Wei Zhao, acumula quatro meses de salários em atraso, responsáveis por 11 rescisões unilaterais de atletas na reta final da I Liga, no qual obteve a 18.ª e última posição, com 17 pontos, outros tantos abaixo da zona de salvação, consumando a descida à II Liga pela via desportiva, a par do Portimonense.

“Já estamos a preparar a próxima época. Vamos um bocadinho atrasados, até porque temos umas questões logísticas e financeiras pendentes da época anterior. Sabemos perfeitamente que é difícil, mas estamos a criar uma equipa sustentável”, apontou a acionista maioritária da empresa Galaxy Believers, que controla 90% do futebol avense.

Os nortenhos recrutaram dois reforços, “que a seu tempo serão apresentados”, e querem “aproveitar alguns jogadores sub-23”, desígnio que “provavelmente” inviabilizará a construção de uma equipa para defender os títulos da Liga e da Taça Revelação na temporada 2020/21, na qual pretendem manter a aposta no treinador Nuno Manta Santos.

“Tem contrato connosco [até junho de 2021] e irá connosco para o Campeonato de Portugal, a não ser que ele decida o contrário. Cheguei a falar com o empresário dele [Alexandre Pinto da Costa] e estamos devidamente articulados. O treinador não rescindiu e nós também não queremos rescindir. Tudo indica que seguirá connosco”, concluiu.

A LPFP convidou o Portimonense, 17.º e penúltimo colocado, a manter-se na I Liga e o Cova da Piedade e o Casa Pia a ficarem na II Liga, após terem sido despromovidos pela via administrativa, com o cancelamento daquele escalão devido à pandemia de covid-19.

Anúncio

I Liga

Presidente do Marítimo confirma a chegada de três reforços

Futebol

em

Foto: DR / Arquivo

Carlos Pereira, presidente do Marítimo, confirmou esta segunda-feira, nas comemorações dos 110 anos do clube insular, a chegada de três reforços ao plantel da equipa da I liga portuguesa de futebol, ainda esta semana.

Para além do avançado iraniano Ali Alipour, e o médio defensivo brasileiro Jean Irmer, que deverão chegar nos próximos dias à Ilha da Madeira, o dirigente do conjunto ‘verde rubro’ anunciou a chegada de um terceiro elemento.

Pode “haver circulação de ativos”, afirmou o presidente madeirense, que não quis comentar a situação do negócio com o SC Braga, pelo lateral direito Nanu, nem desvendar a identidade ou posição da nova contratação para o conjunto leonino.

“Pode haver circulação de ativos, o que significa que alguém pode sair. Não interessa fazer referência a quem”, frisou.

O Marítimo saiu derrotado na primeira jornada, por 2-0, diante do Santa Clara, nos Açores, num encontro em que Carlos Pereira culpa a falta de “sorte”.

“Iniciamos o jogo melhor do que o Santa Clara, criámos oportunidades primeiro, mas como já diz o velho ditado ‘quem não marca sofre’. O futebol é isto mesmo, é um jogo de fortuna e azar, no jogo de ontem [domingo] tivemos azar, mas no próximo vamos ter a sorte do nosso lado, sem esquecer que a sorte dá muito trabalho”, sublinhou o líder maritimista.

Lito Vidigal apostou num onze inicial sem novos reforços, com Jean Cléber, retornado do brasileiro CSA, onde esteve emprestado na última temporada, a ser a única novidade.

Carlos Pereira, defende a escolha do técnico de 52 anos, enaltecendo a importância da competitividade dentro de uma equipa.

“Reforços são todos, nós contamos com todos, não é por ter chegado que se vai impor melhor do que os outros, todos têm de lutar pelo seu espaço. A competitividade faz bem dentro de um plantel”, referiu.

O Marítimo recebe o Tondela, sábado, às 15:30, numa partida a contar para a segunda jornada da I liga portuguesa.

Continuar a ler

I Liga

Sérgio Conceição diz que FC Porto é um “alvo a abater dentro e fora do campo”

I Liga

em

Foto: Divulgação / FC Porto

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, garantiu hoje que os ‘dragões’ “são sempre candidatos ao título” de campeão nacional de futebol e um “alvo a abater dentro e fora do campo”.

Na conferência de antevisão do encontro que marca a estreia dos portistas na I Liga da época 2020/21, frente ao Sporting de Braga, o técnico salientou que o facto de o FC Porto ser campeão nacional representa uma pressão extra para os adversários.

“Somos os campeões em título, a equipa que ganhou mais jogos, a que sofreu menos e que marcou mais golos. Somos o alvo a abater e estamos habituados a ser o alvo a abater dentro e fora do campo e este ano não vai ser diferente”, referiu Conceição que acrescentou: “O FC Porto é a equipa a que todos vão querer ganhar, porque é o campeão nacional”.

Sérgio Conceição recusou, à partida, o rótulo de favorito à conquista do título nacional, mas salientou que o FC Porto “é sempre um candidato às vitórias”.

“Os candidatos são os candidatos históricos. E, para esse grupo incluo o Sporting de Braga. Depois, o decorrer do campeonato é que vai ditar. Não quero atribuir favoritismo a ninguém, nós somos sempre candidatos a ganhar títulos, isso somos”, vincou.

Apesar de denotar a fase atípica que se vive, o treinador da formação ‘azul e branca’ garantiu que a equipa está preparada para o início do campeonato e para defender o que foi conquistado na época passada e, se possível, “fazer melhor”.

“Está muito bem. Apesar da pré-época ser diferente das outras, estamos preparados para iniciar o campeonato. Estamos preparados para defender o que conquistámos o ano passado e, se possível, fazer algo mais. O estado de espírito é bom, o trabalho foi bom e estamos preparados para um jogo difícil, mas que vai ter um FC Porto de acordo com aquilo que foi na época passada”, garantiu.

Sérgio Conceição considera o primeiro jogo da I Liga, frente ao Sporting de Braga, “muito difícil”, colocando os arsenalistas no lote dos ‘grandes’, que têm possibilidade de lutar pelo título nacional.

“Vamos encontrar um clube bastante sólido, que está bastante bem, cresceu muito nos últimos anos. Tem-se afirmado como um grande. Não sei se é o quarto, o terceiro, o segundo ou o primeiro, isso depende da classificação ao fim da época. É um clube que tem naturais aspirações a vencer títulos”, afirmou o técnico.

Sérgio Conceição abordou ainda as qualidades do treinador Carlos Carvalhal: “Vamos encontrar uma equipa bem trabalhada, bem treinada. Independentemente do treinador que lá estivesse, iria encontrar jogadores com grande qualidade individual, mas o Carlos Carvalhal é um treinador que potencia ao máximo os seus jogadores, tem feito excelentes trabalhos em diferentes países, em contextos completamente diferentes, por isso, espero uma equipa difícil, um jogo difícil”, notou.

Sporting de Braga e FC Porto defrontam-se a partir das 21:00 de sábado, no Estádio do Dragão, no Porto, jogo que será arbitrado por João Pinheiro, da associação de Braga.

Continuar a ler

I Liga

Metade dos candidatos a jogador do ano são de clubes do Minho

I Liga

em

Foto: DR

A Liga Portugal anunciou hoje a lista dos candidatos a jogador do ano da I Liga. Dos 10 mais votados, cinco são de clubes do Minho.

O SC Braga tem dois jogadores na lista (Paulinho e Ricardo Horta), bem como o Famalicão (Fábio Martins e Pedro Gonçalves). Marcus Edwards, do Vitória SC, também está entre os mais votados.

Os ‘minhotos’ concorrem com Pizzi (Benfica), Taremi (Rio Ave), Alex Telles (FC Porto), Corona (FC Porto) e Bruno Fernandes (Sporting).

https://twitter.com/ligaportugal/status/1298671463285874690

O prémio, recorde-se, é resultado das votações dos treinadores principais e capitães da I Liga, sendo por isso o prémio oficial da competição.

O vencedor do prémio ‘Jogador do Ano’ vai ser anunciado na sexta-feira, durante o sorteio das competições profissionais da temporada 2020/21.

O médio Bruno Fernandes, que em janeiro deixou o Sporting para rumar aos ingleses do Manchester United, venceu os dois últimos galardões, em 2017/18 e 2018/19.

Continuar a ler

Populares