Seguir o O MINHO

Braga

Terras de Bouro apela à colaboração da população para criar Museu da História da Música

em

A câmara municipal de Terras de Bouro lançou hoje um apelo “à colaboração da comunidade terrabourense para a criação de um espólio documental (nomeadamente fotografias, pautas musicais, instrumentos, registos áudio, etc.) que ilustre todo o tipo de manifestação musical decorrida no passado, com principal destaque para as extintas “Banda de Covas” e “Banda de Vilar da Veiga”, com a finalidade de criar no concelho um Museu da História da Música de Terras de Bouro.

Em nota partilhada no site da autarquia, o município clarifica que “os direitos de autor serão devidamente salvaguardados por parte de quem permitir a reprodução da informação facultada e que, consoante o tipo de documento, será definida a forma de cedência do material sempre em consonância com a vontade do proprietário”.

Mensagem do município

Pedido de colaboração junto da comunidade Terrabourense

A música enquanto património imaterial sempre serviu como instrumento que possibilitou aos Homens a expressão de sentimentos, emoções, ensinamentos e valores. A música é a forma de expressão talvez mais popular que reflete a tradição de um povo.

Com vista à preservação da divulgação deste património, é intenção do Município de Terras de Bouro criar o Museu da História da Música de Terras de Bouro.

Neste sentido e tendo em conta a importância que este património imaterial significa para Terras de Bouro, apelamos à colaboração da comunidade terrabourense para a criação de um espólio documental (nomeadamente fotografias, pautas musicais, instrumentos, registos áudio, etc.) que ilustre todo o tipo de manifestação musical decorrida no passado, com principal destaque para as extintas “Banda de Covas” e “Banda de Vilar da Veiga”.

Mais informamos que os direitos de autor serão devidamente salvaguardados por parte de quem permitir a reprodução da informação facultada e que, consoante o tipo de documento, será definida a forma de cedência do material sempre em consonância com a vontade do proprietário.

Agradecemos desde já a colaboração.

(Para qualquer esclarecimento adicional é favor contactar Cristóvão Carvalho através do 253 350 010 ou [email protected]).”

Populares