Seguir o O MINHO

Região

Autarcas de Braga e Guimarães criticam “falta de decência” e “desprezo” da TAP pelo Norte

Aviação civil

em

Foto: DR / Arquivo

Os presidentes das câmaras de Braga e Guimarães criticaram hoje o plano de retoma das operações da TAP, afirmando existir falta de decência e desprezo em relação ao Norte do país.


Em declarações à Lusa, Ricardo Rio, autarca de Braga e também presidente do Eixo Atlântico disse ainda que o plano de retoma demonstra que aquela transportadora aérea, “afinal, não é de todos nem para todos os portugueses”.

“É, no mínimo, estranho que uma companhia que se diz bandeira de Portugal não perceba que no Norte há uma imensa massa crítica e um enorme potencial de mercado”, referiu Ricardo Rio.

O autarca destacou o “interesse imediato” que várias outras transportadoras aéreas demonstram na retoma de voos para o Porto, como o caso da Suiss Air Lines, da Lufthansa, da Air France ou a da Turkish Airlines.

“Não é do nosso conhecimento que estas companhias aéreas estejam a fazer algum favor ao Norte de Portugal ou aos portugueses”, ironizou, para vincar que em causa estão “operações viáveis e lucrativas, como está demonstrado”.

Rio lembrou que “não são operadoras de serviço público mas sim de voos comerciais, razão por que ninguém entende que, se a operação é sustentável e com potencial de negócio para as outras companhias, não o seja para a TAP”.

O plano de retoma das operações da TAP foi conhecido na segunda-feira e prevê 27 voos semanais até ao final de junho e 247 no mês seguinte, sendo a maioria de Lisboa.

A companhia aérea já tem a informação disponível no seu ‘site’, avisando que as rotas podem vir a ser alteradas caso as circunstâncias o exijam.

Segundo o autarca de Braga, o plano de retoma da TAP para o Aeroporto Francisco Sá Carneiro resume-se a três voos regulares (Paris, Luxemburgo e Madeira).

“São erros graves de gestão na TAP como o que estamos a assistir que custam muito dinheiro ao erário público. É inconcebível a postura de menosprezo por parte da TAP em relação à região”, apontou.

Para Ricardo Rio, a opção da TAP “só pode” ter um de dois objetivos indiretos: ou fechar linhas a partir do Porto para rentabilizar as linhas a partir de Lisboa ou justificar a injeção de mais capital público.

O autarca sublinha que o “Sá Carneiro” é “um aeroporto de referência para Portugal mas também para a Galiza”.

“Enorme falta de decência, diz Domingos Bragança

O presidente da Câmara de Guimarães, Domingos Bragança (PS), repudiou a estratégia da retoma da atividade da TAP, sublinhando a “enorme falta de decência” daquela transportadora aérea em relação à região Norte.

Em comunicado, Domingos Bragança lembra que se trata de uma empresa financiada pelo Estado “e que deveria assumir o papel de servir o país, evitando qualquer tipo de assimetrias bem evidente nesta estratégia de retoma da atividade, em claro prejuízo da população do norte”.

O plano de retoma das operações da TAP foi conhecido na segunda-feira e prevê 27 voos semanais até ao final de junho e 247 no mês seguinte, sendo a maioria de Lisboa.

A companhia aérea já tem a informação disponível no seu ‘site’, avisando que as rotas podem vir a ser alteradas caso as circunstâncias o exijam.

O autarca de Guimarães vinca que o plano “prevê apenas dois destinos internacionais (Paris e Luxemburgo) a partir do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no norte do país, “juntando ainda ligações a Lisboa e ao Funchal”.

“Numa altura em que o país está a realizar um enorme esforço no âmbito da retoma económica, e considerando a região Norte como o principal motor da economia, esta medida restritiva da TAP não se coaduna com o esforço das entidades, organizações, empresas e até do próprio Governo, pelas medidas completamente desajustadas num serviço essencial pela ligação à rota internacional”, considera Domingos Bragança.

Anúncio

Barcelos

Liga oficializa adiamento do Sporting-Gil Vicente para meados de outubro

Covid-19

em

Foto: Gil Vicente FC

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) oficializou hoje o adiamento do encontro entre o Sporting e o Gil Vicente, da I Liga de futebol, devido aos casos de covid-19.

“Vimos pelo presente informar que, face às diversas comunicações públicas divulgadas com relação ao jogo em assunto, o jogo Sporting -Gil Vicente não se realizará no dia de amanhã [sábado]. Mais se informa que o jogo da 1.ª jornada da Liga NOS entre o Sporting e Gil Vicente terá lugar em dia e hora a designar, na semana de 12 a 16 de outubro 2020”, lê-se no comunicado da LPFP.

Na quinta-feira, a Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte tinha informado que o Sporting-Gil Vicente, da primeira jornada da I Liga portuguesa de futebol, tinha sido adiado, por não estarem reunidas as condições necessárias para a realização do jogo, .

“Na sequência da informação facultada e da avaliação de risco face aos resultados obtidos em teste de pesquisa de SARS-CoV-2, no cumprimento das competências atribuídas às autoridades de Saúde, foi decidido pelas autoridades de Saúde dos níveis nacional, regional e local, não estarem reunidas as condições necessárias para a realização do jogo do dia 19/09/2020”, pode ler-se no comunicado.

A partida, que estava agendada para sábado, às 18:30, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, foi, assim, adiada, devido aos vários casos de infeção por covid-19 nas duas equipas, com particular incidência no Gil Vicente, que regista 19 elementos infetados.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Monsenhor Sebastião Ferreira nomeado administrador diocesano em Viana

Religião

em

Foto: ACoutinho Viana

O colégio de consultores da diocese de Viana do Castelo elegeu hoje o monsenhor Sebastião Pires Ferreira como administrador diocesano, na sequência da morte do bispo Anacleto Oliveira num acidente de viação.

“Em conformidade com as normas do Código de Direito Canónico (…) decidiu o colégio de consultores da diocese de Viana do Castelo eleger como administrador diocesano (…) monsenhor Sebastião Pires Ferreira, que comunicou ao Núncio Apostólico em Portugal, Ivo Scapolo, a aceitação das funções para as quais foi eleito”, lê-se numa nota à imprensa da diocese.

Contactada pela Lusa, fonte do secretariado diocesano para a comunicação social explicou que o até agora vigário-geral, de 76 anos de idade, “foi eleito, interinamente, para assumir o governo da diocese até à nomeação, pelo Papa Francisco, do novo bispo de Viana do Castelo”.

A mesma fonte adiantou que o colégio de consultores vai reunir-se no sábado, para preparar as cerimónias fúnebres.

Na nota enviada à imprensa, a diocese “agradece as inúmeras manifestações de solidariedade e condolências”.

O bispo de Viana do Castelo, Anacleto Oliveira, morreu hoje, aos 74 anos, na sequência do despiste do automóvel que conduzia na Autoestrada do Sul (A2) perto de Almodôvar, no distrito de Beja.

A Câmara Municipal de Viana do Castelo decretou dois dias de luto municipal pela morte do bispo Anacleto Oliveira.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, numa nota divulgada pela Presidência, lamentou a morte “repentina e trágica” do bispo Anacleto Oliveira e apresentou “sentidas condolências” à sua família e à Igreja Católica.

Continuar a ler

Barcelos

Mulher em estado grave após colisão frontal em Barcelos

EN 205

em

Foto: DR

Uma mulher de 40 anos sofreu ferimentos graves na sequência de uma colisão entre duas viaturas ligeiras, esta noite de sexta-feira, na EN 205, em Barcelos.

Ao que apurou O MINHO, as duas viaturas colidiram frontalmente, por razões ainda desconhecidas, em frente ao restaurante Taberna O Manhoso, em Tamel São Veríssimo.

Para além da vítima grave, outros dois homens, de 40 e 45 anos, sofreram ferimentos ligeiros.

As três vítimas foram transportadas ao Hospital de Braga pelos Bombeiros de Barcelos, que estiveram no local com três ambulâncias, viatura de desencarceramento e uma viatura tática com dois elementos do comando.

A vítima grave foi acompanhada para o hospital pela equipa médica da VMER de Barcelos.

O Destacamento de Trânsito da GNR registou a ocorrência.

O alerta foi dado às 23:02.

Pelas 00:10 horas, o trânsito encontra-se condicionado para limpeza da via.

Continuar a ler

Populares