Seguir o O MINHO

Braga

Ator Sérgio Praia diz “haver pontos que se tocam” entre si e Variações

em

Foto: Joaquim Gomes / O MINHO

O ator Sérgio Praia, a interpretar o personagem de António Variações referiu a O MINHO “haver pontos que se tocam” entre o seu percurso pessoal e o deste malogrado cantor e barbeiro de Amares cujo filme “Variações” irá para as salas de cinema já no próximo ano.

Acerca da similitude de percursos entre ambos, Sérgio Praia destacou “o termos saído do ninho materno ou familiar, o ir à procura do desconhecido, de sair da terra e de ir para onde tudo se passa, como o cinema, nisso fui muito parecido com ele, mas eu só fui aos 18 anos para o Porto, quando o António partiu para Lisboa muito mais cedo, aos 12 anos”.

Em declarações a O MINHO, Sérgio Praia admitiu ainda “a grande responsabilidade deste papel, pois cantei todo o filme, mas reconheço estar hoje em dia mais consciente e mais sólido do que há dez anos, quando fiz a peça de teatro para homenagear o António, que agora é um trabalho de continuidade neste filme gravado em Lisboa e já aqui em Amares”.

As primeiras gravações do filme sobre António Variações estão a empolgaram Amares e na noite da passada segunda-feira a aldeia de Fiscal compareceu em peso com figurantes espontâneos que entoaram junto da Igreja Paroquial, com o ator Sérgio Praia, a canção dedicada à mãe do cantor, Deolinda de Jesus, com o ambiente de grande emoção coletiva.

Gravações de “Variações”. Foto: Joaquim Gomes/O MINHO

Gravações de “Variações”. Foto: Joaquim Gomes/O MINHO

Foto: Joaquim Gomes/O MINHO

Foto: Joaquim Gomes/O MINHO

Foto: Joaquim Gomes/O MINHO

Entre os figurantes populares destacou-se Melinha, popular adepta do Sporting de Braga, que conheceu pessoalmente António Variações na cidade Lisboa, tendo dito a O MINHO “lamentar que esta homenagem não fosse feita quando estava vivo, mas depois de morto”.

O filme “Variações”, realizado por João Maia, retrata toda a vida de António Ribeiro, que todos conheciam por António Variações, barbeiro e figura da “movida” lisboeta no final dos anos 70, perseguindo o seu sonho de se tornar cantor e compositor, apesar de não saber uma nota de música”, mas tendo um grande êxito musical em apenas poucos anos.

A estória do cantor, produzida pela david & golias, cinema e produção audiovisual, foca o processo de transformação do jovem António Ribeiro “em António Variações, o artista excêntrico e popular, cuja carreira fulgurante foi interrompida pela sua morte, em 1984”.

Com o filme “Variações”, cujo personagem é desempenhado pelo ator Sérgio Praia, foi já vivida também já nas ruas de Amares “uma homenagem a todos os que ainda hoje perseguem os seus sonhos aspirando transformar as suas vidas”, tendo o pároco de Fiscal, padre Joaquim Costa, revelado ainda a O MINHO “ter visitado o António quando estava internado no Hospital da Cruz Vermelha, eu quase assisti à sua morte, porque quando eu regressava já para Amares é que por telefone tomei conhecimento que já tinha morrido”.

As últimas filmagens decorreram na Praia de Felinhos, da freguesia de Lago, em Amares, no sábado, depois de na quinta-feira terem sido realizadas na freguesia de Fiscal, com as tradicionais descidas pelo Rio Homem do compasso pascal em barcas, retratando o ano de 1956, o último em que António Ribeiro (Variações) participou antes de ira para Lisboa.

Populares