Seguir o O MINHO

Região

Atenção, Braga e Viana: Previsão de aguaceiros, trovoada e granizo provocam aviso amarelo

Estado do Tempo

em

Foto: DR / Arquivo

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou os distritos de Braga e Viana do Castelo sob aviso amarelo até às 00:00 horas de amanhã, face à previsão de chuva, trovoadas e granizo.


De acordo com uma nota daquele organismo enviado à nossa redação, há a possibilidade, nas próximas horas, de queda de aguaceiros, “por vezes fortes”, acompanhados de trovoadas “em especial na parte mais interior”.

Ocasionalmente, os aguaceiros podem cair “sob a forma de granizo”, alerta o mesmo instituto.

O aviso não é, para já, extensível ao dia de amanhã, quarta-feira, onde é esperada a queda de aguaceiros em todo o território do Minho.

Anúncio

Viana do Castelo

Há uma alternativa que pode salvar 12 plátanos em Viana. Câmara vai avaliar

Avenida do Cabedelo

em

Foto: Fotografia Real / LoboqndormE

O presidente da Câmara de Viana do Castelo disse hoje estar a ser avaliada uma alternativa apresentada por moradores no Cabedelo para a construção dos acessos ao porto de mar para evitar abater até 12 árvores.

“O assunto foi discutido numa assembleia da associação e um dos sócios apresentou uma proposta, com alguma fundamentação, que estamos agora avaliar do ponto de vista da sua exequibilidade. Se for exequível teremos todo o gosto em a executar”, afirmou o autarca socialista.

Em causa está a construção de uma rotunda de acesso ao porto de mar da cidade, na avenida do Cabedelo, na freguesia de Darque, que deveria ter sido iniciada no dia 14, mas foi embargada por moradores que contestam o abate de cerca de 30 das 170 árvores (plátanos) existentes nos 628 metros daquela artéria.

Contactado pela agência Lusa, a propósito do prazo que hoje terminava para um entendimento entre autarquia e a associação de moradores no Cabedelo, em Darque, José Maria Costa disse que a solução proposta “é interessante” e se for viável será concretizada.

“Quando recebemos a associação de moradores, recebemos com boa-fé. Para explicar a importância desta via, não só para o porto de mar, mas para toda a mobilidade da zona sul do concelho. Estivemos sempre uma perspetiva construtiva, de encontrar soluções dentro do razoável”, observou.

Manifestação contra o abate de plátanos em Viana

“Neste caso, o que nos parece, é que esta alternativa tem razoabilidade, é uma ligeira alternação, não fere o projeto, é um pequeno ajuste, e que vamos procurar concretizar. Só estamos à espera do parecer técnico da equipa projetista”, acrescentou.

José Maria Costa explicou que a solução “prevê uma ligeira alteração da inserção da rotunda na antiga Estrada Nacional (EN) 13-5”, atual avenida do Cabedelo, que contempla “uma deslocação ligeira” da rotunda a construir “para nascente e para sul”.

“A rotunda fica descentrada em relação à avenida e com essa solução viária reduz-se o abate de plátanos, em cerca de 10 a 12. Parece-me interessante, mas estamos a avaliar. Se for tecnicamente adequada e não ferir ou colocar em causa a segurança rodoviária, naturalmente, que irei falar com a administração portuária no sentido de a viabilizarmos”, referiu.

Questionado sobre os custos da “ligeira alteração” ao traçado inicial da ligação rodoviária, José Maria Costa disse não ter “essa avaliação”, e admitiu que a proposta dos moradores “é melhor”, por reduzir o número de árvores a abater.

Obra que visa abate de árvores em Viana suspensa até existir acordo com moradores

“Esta solução tem menor impacto, reduz o número de plátanos a abater. Desse ponto de vista é melhor. Vamos ver se do ponto de vista técnico ou rodoviário não tem nenhuma fragilidade”, especificou.

José Maria Costa apontou para dia 06 de outubro nova reunião com a associação de moradores. Se até aquela data a solução final estiver “fechada”, estimou que a construção da última fase dos acessos ao porto de mar possa ser retomada ainda durante aquele mês.

A construção dos acessos rodoviários ao porto de mar foi iniciada em fevereiro de 2019. Os novos acessos, com 8,8 quilómetros e reivindicados há mais de quatro décadas, terão duas faixas de rodagem de 3,5 metros de largura, e representam um investimento superior a nove milhões de euros.

A obra é financiada pela Câmara de Viana do Castelo e pela Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL).

Continuar a ler

Braga

Esta basílica em Braga vai receber sete concertos de música de câmara. E são grátis

Música

em

Foto: DR

A Basílica dos Congregados, em Braga, vai acolher, de 10 de outubro a 30 de dezembro, um Ciclo de Música de Câmara, num total de sete concertos por “conceituados” intérpretes internacionais e jovens músicos nacionais, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a Câmara refere que os concertos previstos, com direção artística de Miguel Simões, integram um repertório instrumental que abarca diferentes períodos da história da música.

A “conceituados” intérpretes internacionais juntam-se jovens músicos com ligação à cidade de Braga em diversas formações, designadamente trio com piano, sexteto de cordas e quinteto com clarinete, entre outros.

Os concertos vão realizar-se às sextas-feiras ou sábados, pelas 19;00, e terão entrada livre, com acesso limitado a 76 lugares sentados, de acordo com as regras da Direção-Geral da Saúde para a Basílica dos Congregados.

Os bilhetes deverão ser levantados no local durante a semana que antecede o concerto.

O Ciclo de Música de Câmara conta com a colaboração do Departamento de Música da Universidade do Minho (UMinho), o ciclo terá uma dimensão pedagógica, dada a participação dos alunos da Licenciatura em Música daquela academia.

O concerto de 27 de novembro estará a cargo da Camerata de Cordas da UMinho.

No dia 17 de dezembro, o concerto será comemorativo dos 250 anos do nascimento de Beethoven.

Dia 13 de novembro, haverá um recital de órgão, aproveitando o órgão da Basílica dos Congregados.

O ciclo resulta do ajustamento do protocolo entre o Município de Braga e a Associação Cultural Suonart, entretanto interrompido devido à pandemia.

“Porque acreditamos que, em tempos de crise, a arte deve ser um estímulo de esperança para todos, não deixamos de celebrar este protocolo que agora é reconvertido neste ciclo de excelência”, referiu Lídia Dias, vereadora da Cultura da Câmara de Braga.

A pandemia obrigou a uma alteração ao programa inicialmente previsto, que se prende com o concerto de abertura.

Assim, e devido à situação pandémica no seu país de residência, o violoncelista Gary Hoffman não poderá participar no concerto do dia 10 de outubro, sendo substituído pelo também violoncelista Kyril Zlotnikov.

Continuar a ler

Guimarães

Guimarães é o quinto concelho do país com maior número de novos casos

Covid-19

em

Foto: CM Guimarães / Arquivo

Guimarães é o quinto concelho do país – e o primeiro da região Norte – com mais novos casos confirmados de covid-19 na última semana. O presidente da Câmara, que apela ao uso da máscara na rua para conter a transmissão comunitária, lamenta falta de infirmação. Há mais de uma centena de alunos e dezenas de professores em isolamento. Instituições, como os Bombeiros Voluntários e o Vitória SC, também foram afetadas. E um surto em lar já provocou três mortes.

De acordo com o último boletim epidemiológico com os dados por concelho da Direção-Geral de Saúde (DGS), Guimarães somou na última semana 129 novos casos – total de 1.302 desde o início da pandemia.
Na região do Norte, é o concelho com maior número de novas infeções pelo novo coronavírus e, a nível nacional, só fica atrás de quatro concelhos mais populosos: Lisboa (467), Sintra (339), Loures (179) e Cascais (156).

Presidente da Câmara critica falta de informação por parte das autoridades de saúde

O presidente da Câmara, Domingos Bragança, alertou que no concelho a transmissão do vírus já era comunitária e fez um apelo forte ao uso da máscara na rua.

Covid-19: Guimarães continua a crescer acima dos 100 novos casos por semana

O autarca lamenta a falta de informação das autoridades de saúde, o que condiciona a ação da Câmara. “As Autoridades de Saúde têm de me dar a informação necessária para eu decidir, e o que não está a acontecer é essa informação chegar ao presidente da Câmara”, criticou na última Assembleia Municipal.

Domingos Bragança propôs a criação de uma equipa multidisciplinar no âmbito da Protecção Civil Municipal, à feição do foi feito na área metropolitana de Lisboa.

Guimarães quer uso obrigatório de máscara na via pública

Mais de cem alunos em quarentena

Classificada como uma das áreas mais “críticas”, Guimarães teve um conturbado início de ano letivo.

Registaram-se casos em quatro escolas que colocaram em quarentena mais de 100 alunos e dezenas de professores.

Esta semana, a EB 2,3 Egas Moniz dois alunos testaram positivo colocando duas turmas e cerca de 20 professores em quarentena. No mesmo agrupamento, já tinha havido outro caso de uma turma em isolamento.

Covid-19: Escola em Guimarães com 55 alunos e 20 professores em quarentena

Na Escola EB 2/3 de Caldas das Taipas outros casos colocou uma turma, do 9.º ano, em isolamento profilático.

Na Escola Secundária Martins Sarmento os 28 alunos e seis docentes de uma turma de 12.º ano estão ter aulas à distância após caso positivo.

E na EB 2,3 D. Afonso Henriques uma turma com 20 alunos que frequentam o 8.º ano está em isolamento profilático depois de confirmado um caso.

Equipa sub 23 do Vitória SC em isolamento

Também as instituições foram afetadas. Os Bombeiros Voluntários de Guimarães tiveram um surto com nove operacionais infetados.

No Vitória SC, a equipa de sub 23 suspendeu temporariamente a sua atividade, após a deteção de dez casos positivos no grupo de trabalho. Todo o plantel e equipa técnica estão em quarentena.

Surto em lar provocou três mortes

Há ainda um surto no Lar do Centro Social S. Torcato, com 34 utentes e nove funcionários, que já provocou três mortes.

No Lar Alcide Felgueiras nas Taipas um utente testou positivo e está internado no Hospital da Senhora da Oliveira.

Dois utentes do Lar de S. Paio, da Santa Casa da Misericórdia de Guimarães, também estão infetados.

Surto em lar de Guimarães provoca terceira morte

O Centro de Dia da Casa do Povo de Creixomil foi encerrado após ter sido detetado um caso.

Portugal contabiliza esta quarta-feira mais oito mortos relacionados com a covid-19 e 825 novos casos de infeção com o novo coronavírus.

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 1.971 mortes e 75.542 casos de infeção, estando hoje ativos 25.041 casos, mais 480 do que na terça-feira.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão de mortos e mais de 33,4 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo o último balanço feito pela agência francesa AFP.

Continuar a ler

Populares