Seguir o O MINHO

Cávado

Até sempre, Paulo Gonçalves

Herói nacional

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Lágrimas, comoção e muitos aplausos marcaram o funeral de Paulo Gonçalves, durante esta tarde, em Gemeses, Esposende, de onde o consagrado piloto era natural.

Depois de centenas terem marcado presença, na quinta-feira, numa homenagem que durou desde o aeroporto até à igreja local, esta sexta-feira voltou a repetir-se a afluência para o último adeus à figura portuguesa mais emblemática da última década no Dakar.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Pelas 16:00 horas, iniciou a missa com centenas de cadeiras no exterior para que todos quanto quisessem participar. Foi ainda colocado um ecrã gigante e altifalantes para que as centenas de pessoas presentes pudessem ouvir.

Durante a cerimónia, a esposa do malogrado motard recordou a “força da natureza” que caracterizava Speedy. “O meu coração sentou quando o telefone tocou, foi o pior dia da minha vida”, disse. “Eras uma força da natureza como nunca vi igual”, acrescentou. “Estejas onde estiveres, vais continuar a lutar por mim e pelos nossos filhos”, disse ainda, afirmando ter “o coração partido em mil pedaços”.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Cerca de uma hora depois, iniciaram-se as cerimónias de cortejo fúnebre até ao cemitério local, deixando em lágrimas os presentes, com um coro de aplausos a furar o silêncio e a comoção que se fazia ouvir.

Familiares transportaram o caixão enquanto a viúva e os filhos seguiram atrás, com o capacete do piloto entre as mãos.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

No local, compreensivelmente, não faltaram motards para ajudar a louvar aquele que ficará para sempre na memória dos portugueses como um herói, que perdeu a vida a fazer o que mais gostava.

O motociclista perdeu a vida no Dakar 2020, na Arábia Saudita, a 12 de janeiro, aos 40 anos, na sequência de uma queda.

O acidente ocorreu ao quilómetro 276 da sétima etapa, de 12, da corrida, entre Riade e Wadi-al Dawasir. Ao todo, essa prova tinha 546 quilómetros.

Depois de anos a competir pela marca japonesa Honda, Paulo Gonçalves participava pela primeira vez no Dakar pela indiana Hero, marca que esteve sempre acompanhou a família após o trágico acidente e onde corria o barcelense Joaquim Rodrigues Jr, cunhado do esposendense.

Anúncio

Barcelos

Escolas de Barcelos, com medo do Covid-19, afastam alunos bailarinos regressados de Itália

Coronavírus

em

Foto: DR

Alguns atletas da escola de dança da ARCA, em Barcelos, estão a ter alguns problemas para regressar às aulas depois de uma semana em Itália, onde participaram num concurso internacional.

Segundo Daniel Costa, diretor artístico e treinador da associação, os alunos receberam emails de professores ” a pedirem para eles não comparecerem às aulas nos próximos dias”.

O responsável acusa as  escolas de “cederem à pressão de grupos de encarregados de educação que exigem que os nossos alunos não frequentem a escola”.

Daniel Costa refere que houve sempre contacto permanente com a linha de apoio Saúde 24 e que todas as diretivas da Direção-Geral de Saúde foram cumpridas, ao longo do tempo em que estiveram no Norte de Itália, mais precisamente em Florença.

Todavia, a Direção de Saúde do Norte já terá contactado as escolas de forma a demover as mesmas da intenção de não deixar os alunos regressarem.

“A Direção de Saúde do Norte já entrou em contacto com todas as partes e indicou que os alunos podem e devem ir à escola e continuar com a sua vida normal, estando sempre atentos a quaisquer sintomas e sinais que possam surgir”, refere o responsável.

A ARCA Dance Studio marcou presença na competição internacional de dança, Danzainfiera, que se realizou em Florença.

Continuar a ler

Cávado

Detido com cocaína, MDMA e canábis em Esposende

Tráfico

em

Foto: GNR Braga / Divulgação

Um homem de 27 anos foi detido, esta quarta-feira, em Esposende por tráfico de droga, adiantou a GNR.

A detenção foi feita após uma investigação, iniciada em 2018, relacionada com tráfico de droga e apoiada por dois mandados de busca à habitação e viatura do suspeito.

Destas intervenções resultaram a apreensão de 46 doses de cocaína, 1,83 gramas de canábis em folha, 2,43 gramas de MDMA, sacos de plástico para embalamento do produto estupefaciente e um telemóvel.

O detido foi constituído arguido tendo os factos sido remetidos ao Tribunal Judicial de Braga.

Continuar a ler

Barcelos

Polícia atropelado em Barcelos foi arrastado ao longo de 20 metros

Atropelamento em Barcelos

em

Foto: DR / Arquivo

O agente da Polícia de Segurança Pública (PSP) que foi atropelado por um automobilista no centro de Barcelos terá sido arrastado numa distância de 20 metros, depois de ter sido colhido pelo automóvel, anunciou hoje aquela polícia.

Em comunicado enviado a O MINHO, o comando distrital da PSP de Braga explica que o agente deu ordem de paragem a um condutor quando se encontrava a regularizar o trânsito, a propósito de um desfile de carnaval no centro da cidade.

“O elemento policial informou o cidadão, que não podia prosseguir a marcha, tendo-o tentado esclarecer sobre o motivo de tal impedimento, esclarecimento esse, que não foi possível ser prestado, uma vez que o suspeito, um cidadão com 59 anos de idade, se mostrava agitado e agressivo”, contextualiza a PSP.

“De seguida, o agente ordenou-lhe que desligasse a viatura e que saísse da mesma, ordem essa que não acatou”, acrescenta.

“Repentinamente, o suspeito acelerou bruscamente iniciando a marcha, tendo tentado atropelar o agente, acabando por o arrastar em cerca de vinte metros e colocou-se em fuga”, diz ainda a PSP.

O agente foi transportado para o Hospital de Barcelos com varias escoriações.

Como já havia noticiado O MINHO, em primeira mão, PSP e GNR deslocaram-se a casa do automobilista, tendo sido ameaçados e insultados, inclusive com recurso a pedras.

O mesmo acabou detido, ao final do dia de ontem, por militares da GNR, sendo presente esta quarta-feira ao Tribunal de Barcelos para aplicação das medidas de coação.

Continuar a ler

Populares