Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Associação empresarial de Viana volta a publicar barómetros trimestrais sobre as empresas

A AEVC representa cerca de 2 mil empresários de Viana do Castelo, Caminha, Vila Nova de Cerveira, Valença e Paredes de Coura.

em

Foto: Facebook de Associação Empresarial de Viana do Castelo

A Associação Empresarial de Viana do Castelo (AEVC) anunciou esta quinta-feira ter retomado os barómetros trimestrais, a realizar junto do tecido empresarial, como forma de definir a sua “estratégia de atuação e apoio aos empresários do concelho”.


“É um barómetro que nos quer posicionar junto das empresas, auscultando as suas opiniões. Este barómetro vai ser um guião da nossa estratégia de atuação, em consonância com o que for mais consensual entre os nossos associados”, afirmou o presidente da AEVC, Luís Ceia.

O responsável, que falava em conferência de imprensa na sede daquela instituição, adiantou estar já a decorrer um inquérito relativo ao trimestre de julho a setembro, cujos resultados serão divulgados em outubro.

O barómetro tem por base um questionário eletrónico, constituído por cinco perguntas que “pretendem aferir a evolução da economia e o sentimento dos empresários, relativamente à economia local”.

“É um instrumento de trabalho para a AEVC, para a cidade e para quem o entender utilizar”, destacou, adiantando que o barómetro atualmente em curso incide no tecido empresarial do concelho de Viana do Castelo.

Segundo Luís Ceia, a AEVC representa cerca de 2.000 empresários de Viana do Castelo, Caminha, Vila Nova de Cerveira, Valença e Paredes de Coura, sendo que o inquérito é realizado junto de cerca de 50 a 60 empresas, selecionadas de acordo com critérios assentes na representatividade que cada uma delas tem na associação, no setor de atividade em que estão inseridas e na sua localização (centro histórico, parque empresarial ou meio rural).

O Barómetro Empresarial foi lançado em 2011 para medir o impacto da introdução das portagens na autoestrada A28, que liga o Porto a Viana do Castelo, no tecido empresarial da região.

O regresso da iniciativa foi justificado com a necessidade de “medir o pulsar económico do concelho de Viana do Castelo, tendo ainda como finalidade dar voz aos empresários ao constatar as dinâmicas locais de crescimento económico e de desenvolvimento social”.

Os resultados do estudo trimestral serão fornecidos aos associados em relatórios sendo também disponibilizados em suporte digital.

Anúncio

Viana do Castelo

Chico da Tina volta a ser rei da internet com 100 mil ‘views’ em menos de 24 horas

Trapstar do Alto Minho

em

Foto: DR

O novo videoclipe de Chico da Tina, músico de Viana do Castelo, é mais um sucesso na internet. Lançado às 12:00 de domingo no You Tube, “7. Ronaldo” já tinha, às 10:00 desta segunda-feira, ultrapassado as 100 mil visualizações.

Chico da Tina (abreviatura de Francisco da Concertina) é um dos maiores fenómenos da música portuguesa atual, somando números astronómicos de visualizações no You Tube.

Já o último videoclipe, “Resort”, como O MINHO noticiou, tinha alcançado as 100 mil visualizações em apenas um dia – pouco mais de um mês depois já ultrapassou um milhão.

Algo a que o ‘trapstar’ do Alto Minho já está habituado, uma vez que os vídeoclipes de dois dos seus temas mais famosos, “Põe-te Fino” e “Freicken”, têm 1,6 milhões e 1,7 milhões de visualizações, respetivamente.

Chico da Tina estreou-se com o EP “Trapalhadas” em 2019 e no mesmo ano lançou o primeiro longa-duração “Minho Trapstar”.

Novo ‘clip’ de Chico da Tina (trapstar do Alto Minho) com 100 mil ‘views’ em 24 horas

O músico minhoto ganhou maior visibilidade após ganhar o Prémio de música realizado pelo festival Mimo de Amarante, no ano passado.

Fortemente influenciado pelos sons e vivências do Minho, criou uma combinação inédita entre o trap (subgénero do rap), a concertina e as gírias regionais, unindo a tradição e a modernidade.

“É uma proposta meta-irónica do trap subvertido ao linguajar e costumes do universo minhoto. No entanto, para além desta ‘colagem’ estética entre dois polos que à primeira vista poderiam ser opostos, há um atrevimento lírico que se pretende afirmar pelo desafio ao politicamente correcto e aos limites da linguagem que ultimamente se têm vindo a estreitar”, refere a sua descrição na página do festival Mimo.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Viana: No último domingo do verão houve quem fosse à praia (e quase se afogasse)

Afife

em

Foto: Arquivo

O calendário juliano marca este domingo como sendo o último do verão de 2020, um período de férias atípico marcado pelas condicionantes de uma pandemia como a nossa geração nunca viu.

Com o verão quase a terminar (outono chega na terça-feira), e apesar do tempo instável que se tem sentido ao longo dos últimos dias, houve quem se aventurasse nas praias do Minho, existindo uma ocorrência de pré-afogamento numa praia de Viana do Castelo.

Ao que apurou O MINHO, dois homens, na casa dos 40 anos, escaparam à morte nas águas da costa da praia de Afife, ao início da tarde deste domingo.

Uma das vítimas “atrapalhou-se” quando nadava, levando a que um amigo o tentasse resgatar, mas acabou também ele por se ver aflito na água do mar.

Os dois acabaram por chegar ao areal pelos próprios meios, bastante estafados, o que motivou um pedido de alerta de emergência. O alerta foi dado às 15:59.

No local estiveram os Bombeiros Voluntários de Viana do Castelo para prestar os primeiros socorros às vítimas. Transportaram ambos para o Hospital de Santa Luzia, por precaução.

A Polícia Marítima registou a ocorrência que parece fechar o verão nos areais de Viana. Com uma tragédia evitada.

Continuar a ler

Viana do Castelo

César Mourão em Viana: “Uma cidade muito bonita, mas não sabem brincar”

O programa Terra Nossa gravado em Viana do Castelo foi transmitido este sábado na SIC. César Mourão visitou a ribeira de Viana e conheceu algumas das figuras emblemáticas por entre pescadores e vendedoras. Esteve também com os Sons do Minho e ainda fez algumas ‘macacadas’ com o artista plastosonoro João Ricardo, em plena Praça da República. No entanto, o apresentador referiu que Viana é uma cidade muito bonita mas onde não sabem brincar. Vídeo: SIC

em

Foto: SIC Notícias

O programa Terra Nossa gravado em Viana do Castelo foi transmitido este sábado na SIC. César Mourão visitou a ribeira de Viana e conheceu algumas das figuras emblemáticas por entre pescadores e vendedoras. Esteve também com os Sons do Minho e ainda fez algumas ‘macacadas’ com o artista plastosonoro João Ricardo, em plena Praça da República. No entanto, o apresentador referiu que Viana é uma cidade muito bonita mas onde não sabem brincar. Vídeo: SIC

Continuar a ler

Populares