Seguir o O MINHO

Famalicão

As artes na Educação Especial junta especialistas em Famalicão

Pedro Strecht profere a conferência inaugural

em

Foto: DR

“As Artes na Educação Especial: teorias, metodologias e práticas sociais, culturais e educativas para a inclusão”: é este o tema do congresso internacional que se realiza de hoje até sábado, no auditório da CESPU, em Vila Nova de Famalicão.

Organizado pela Intervenção – Associação para a promoção e divulgação cultural, com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, o congresso tem como público alvo atores; professores; animadores teatrais, socioculturais, culturais; educadores, trabalhadores e empreendedores sociais; técnicos de intervenção nas áreas do social, cultural e educativa; estudantes; dirigentes associativos; educadores de infância; pedagogos; professores dos ensinos básico, secundário e universitário.

A sessão de abertura do congresso, marcada para as 9:30 desta quinta-feira, é antecedida por um exercício performativo à volta da dança inclusiva. Trata-se do número “IndépenDance” com Catarina Oliveira Bento, Joana Silva e Susana de Figueiredo.

Caberá ao presidente da Câmara de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, abrir o congresso. De seguida, realiza-se a conferência inaugural, subordinada ao tema “As Artes na Educação Especial: criatividade, inclusão, participação junto de cidadãos portadores de deficiência”, que será proferida por Pedro Strecht, médico de Psiquiatria da Infância e da Adolescência e autor de diversos livros.

Anúncio

Ave

Metalomecânica acentua tendência de crescimento em Famalicão

Economia

em

Foto: Divulgação / Famalicão Made IN

O volume de negócios da indústria metalomecânica cresceu 17% em Vila Nova de Famalicão, acima dos 312 milhões de euros, informou hoje o Famalicão MadeIN.

Dados macroeconómicos
• Número de Pessoas ao Serviço: 3.031
• Número de Empresas: 288
• Volume de Negócios: 312 M€
• Volume de Exportações: 171 M€
• Valor Acrescentado Bruto (VAB): 107 M€

De acordo com aquela agência de investimento da autarquia, trata-se de “um crescimento superior a dois dígitos, em linha com a tendência dos últimos anos, e que atesta o peso cada vez mais significativo do setor na economia do concelho. Resulta, aliás, da aposta numa estratégia de expansão e modernização da capacidade instalada em infraestruturas e tecnologia de vanguarda, que tem sido decisiva para a afirmação da indústria metalomecânica famalicense no plano nacional e internacional”.

De acordo com a fonte, a robustez do setor encontra também leitura no valor acrescentado bruto, que cresceu 14%, para os 107 milhões de euros, de acordo com os mais recentes dados macroeconómicos divulgados pelo INE, no Anuário Estatístico Regional 2018, bem como no número de empresas existentes no concelho (288 contra 286) e no número de pessoas ao serviço (3031 contra 2782), um aumento de 9%.

Quanto às exportações, há a registar um ligeiro decréscimo para os 171 milhões de euros (face aos 174 milhões em 2017), correspondendo a 8% do total das exportações do concelho, sendo Espanha (23%), França (21%), Alemanha (9%) e EUA (6%) os principais mercados das vendas internacionais.

“Em Vila Nova de Famalicão, empresas de dimensão mundial produzem o que outras não são capazes. Vantagem competitiva em todo o mundo e aspeto altamente diferenciador é precisamente o que estas empresas conquistam ao produzirem máquinas para setores tão diversos como o têxtil, naval, militar, químico, petrolífero e automóvel, entre outros”, destaca o Famalicão MadeIN.

Continuar a ler

Ave

Mulher morre atropelada em Famalicão

Vale de S. Cosme

em

Foto: DR / Arquivo

Uma mulher com cerca de 50 anos morreu hoje atropelada por um automóvel em S. Cosme, Vila Nova de Famalicão, disse fonte dos bombeiros.

Segundo a fonte, a mulher iria entrar na sua viatura e terá sido colhida por uma outra que no momento estava envolvida num acidente de viação.

O alerta foi dado pelas 14:15 e o óbito foi declarado no local.

Para o socorro, foram mobilizados os Bombeiros Voluntários Famalicenses e uma viatura médica de emergência e reanimação.

A GNR tomou conta da ocorrência.

Continuar a ler

Ave

Rixa com disparos no centro de Famalicão acaba com mulher detida

Em duas artérias

em

Foto: DR / Arquivo

Uma mulher foi detida, na manhã de sábado, no centro de Famalicão, por condução sob efeito de álcool, na sequência de uma intervenção da PSP por alegada rixa. O caso deu-se em duas artérias da cidade – Praça D. Maria II e Rua Capitão Manuel Carvalho.

Segundo a PSP, aquela polícia foi alertada para uma rixa entre vários indivíduos, pelas 07:30, com disparos de arma de fogo. Aquando da chegada dos elementos policiais, os referidos indivíduos já se tinham posto em fuga numa viatura que foi identificada pelos agentes.

Após diligências, os agentes intercetaram  cinco indivíduos, duas mulheres e três homens, com idades compreendidas entre os 21 e 43 anos, suspeitos dos factos mencionados.

“No decorrer da intervenção policial, não lhes foram encontrados indícios do uso de armas de fogo, contudo na sequência da fiscalização efetuada, foram pelos próprios confirmados os desacatos, negando utilização de armas de fogo”, refere a PSP em nota enviada a O MINHO.

De seguida, foi efetuado o teste alcoolémia à condutora do veículo, tendo apresentado uma TAS de 1,63 gramas por litro no sangue, motivo pelo qual foi a mesma detida e notificada para comparecer nos Serviços do Ministério Público do Tribunal Judicial de Vila Nova de Famalicão.

Continuar a ler

Populares