Artur Jorge diz que “projeto não pode ser posto em causa por um jogo”

Treinador do Braga não vê “nenhuma crise”

O treinador do Braga, Artur Jorge, defendeu hoje que a equipa de futebol não está em crise e que o projeto não pode ser posto em causa por causa de “um jogo isolado”.

Na conferência de imprensa de antevisão da receção ao Moreirense, quinta-feira, para a quarta eliminatória da Taça de Portugal, o técnico desvalorizou o momento dos bracarenses, que somam apenas quatro vitórias nos últimos 10 jogos, em todas as competições, e vêm de uma derrota com o Casa Pia, na última jornada (1-0), a segunda consecutiva em casa, depois do desaire com o Desportivo de Chaves (1-0).

“Tenho dificuldade em fazer uma análise ao momento da equipa com base apenas e só nos jogos. Podemos pegar nestes últimos 10 jogos, mas a mim pode interessar-me os primeiros 10, em que vencemos oito e empatámos um, tudo é muito relativo”, disse.

O técnico disse não ver “nenhuma crise” no SC Braga.

“Perdemos em casa, é verdade, e isso deixa-nos bastante insatisfeitos, mas fomos ganhar ao Estoril e em Barcelos [ao Gil Vicente]. Somos terceiros classificados do campeonato, temos 25 pontos, uma das melhores pontuações da história do SC Braga [até à data], somos a equipa [do Braga] que, nos últimos 13 anos, melhor registo conseguiu muito em termos de resultados. Não considero que haja algum abaixamento ou quebra de rendimento, para além da quebra na eficácia. O projeto não pode nunca ser posto em causa por um jogo isolado, a avaliação deverá ser feita com mais justiça por estes cinco ou seis meses de trabalho que temos à frente da equipa”, disse.

Artur Jorge veio preparado com alguns dados, tendo destacado que a sua equipa tem o segundo melhor ataque da I Liga, a que tem mais cruzamentos e remates enquadrado e, em 12 jornadas, regista sete jogos sem sofrer golos – “melhor que nós, só o Benfica”.

Em relação ao jogo da Taça de Portugal, deixou elogios ao Moreirense, líder destacado da II Liga, e pediu “seriedade” na abordagem ao jogo.

“Reconhecemos que o Moreirense é uma das equipas que melhor campeonato está a fazer na II Liga, tem uma vantagem considerável e é uma equipa que podia estar a competir na I Liga e tem como objetivo a subida de escalão. Olhamos para este jogo apenas com vontade de vencer e prevemos que seja bastante difícil também”, disse.

Artur Jorge considerou que o SC Braga “está pressionado a vencer a todo o momento – somos pressionados todos os dias para podermos corresponder à exigência que temos, a nossa e a do Braga” – e frisou que a Taça de Portugal “diz muito” ao clube.

“Já fomos vencedores noutros anos, mas ainda estamos numa fase muito prematura da competição”, para estabelecer outros objetivos, referiu.

Sequeira, lesionado, deve falhar o jogo de quinta-feira.

Braga e Moreirense defrontam-se a partir das 19:45 de quinta-feira, no Estádio Municipal de Braga, jogo que será arbitrado por Artur Soares Dias, da associação do Porto.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Roubam autocarro em Viana e embatem contra poste que cai em cima de carro

Próximo Artigo

Montenegro "não faria o mesmo" que Costa no caso de Miguel Alves

Artigos Relacionados
x