Arquidiocese de Braga recebe 7 mil jovens de 26 países na Jornada Mundial da Juventude

Foto: Arquidiocese de Braga / Arquivo

A Arquidiocese de Braga recebe, a partir da próxima semana e no âmbito da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), sete mil jovens vindos de 26 países para os Dias nas Dioceses (DND), que decorrem de 26 a 31 de julho.

O Comité Organizador Diocesano (COD) adiantou hoje , em conferência de imprensa, que os jovens estarão distribuídos pelos 14 Arciprestados e que o programa foi preparado pelas equipas arciprestais, com a colaboração das paróquias.

“Podemos dizer também que é uma ‘semana santa’. Sermos visitados por tantos milhares de jovens oriundos de tantos países, culturas, línguas, mas com o mesmo sentir, com a mesma linguagem do amor e centrados em Jesus Cristo, é para nós um motivo enorme de satisfação, de redobrada alegria e esperança”, afirmou o Arcebispo de Braga, D. José Cordeiro.

E, prosseguindo, disse: “Esperamos que se sintam muito bem acolhidos e não apenas fazer o acolhimento, mas com eles partilharmos a nossa vida, a nossa cultura e de modo especial, a nossa fé. Porque a JMJ, antes de mais, é uma peregrinação de fé. É o momento de evangelização, de encontro com Cristo, com os outros, connosco próprios, com este mundo tão belo que é Portugal, com esta terra tão bela que é Braga e a sua região”.

Foto: DR

O prelado revelou que, “os destaques dos Dias na Dioceses são o encontro dos bispos e cardeais e representantes dos grupos de jovens, com o arcebispo, no dia 28, e o domingo, dia 30, quando acontece a missa de envio”.

Todos os jovens são convidados a estarem juntos no domingo e vão unir-se aos cerca de cinco mil jovens da Arquidiocese inscritos para a Jornada. A programação começa pela manhã, com atividades culturais e às 17:00 é celebrada a Eucaristia, presidida por D. José Cordeiro e concelebrada por cardeais, bispos e sacerdotes presentes, com bênção e envio dos peregrinos rumo à JMJ.

Outro motivo de alegria é a participação de dois jovens vindos da paróquia de Santa Cecília de Ocua, da Diocese de Pemba, Moçambique, com a qual a Arquidiocese de Braga tem um acordo de cooperação missionária.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Henrique Gomes deixa Gil Vicente e ruma ao Académico de Viseu

Próximo Artigo

Bilhetes para o TGV entre Porto e Lisboa vão custar mais de 25 euros

Artigos Relacionados
x