Connect with us

Arquidiocese de Braga quer criar “jardim bíblico” no Bom Jesus

Braga

Arquidiocese de Braga quer criar “jardim bíblico” no Bom Jesus

O arcebispo de Braga, Jorge Ortiga, anunciou hoje a intenção de criar, no monte do Bom Jesus, naquela cidade, uma espécie de “jardim bíblico”, com as árvores, plantas e flores que são referenciadas na “Sagrada Escritura”.

Segundo Jorge Ortiga, aquele poderá ser, desde logo, “um modo muito concreto” de a arquidiocese ir de encontro à nova encíclica papal, fortemente centrada nas questões ambientais e ecológicas.

Ortiga defendeu a um “amplo compromisso” com o projeto, apelando ao envolvimento no mesmo da Câmara de Braga e das entidades governamentais ligadas ao Turismo e à Agricultura, assim como do movimento associativo.

O “jardim bíblico” deverá ser criado ao abrigo do reordenamento da mancha florestal do Bom Jesus, que implicará a eliminação de algumas espécies infestantes e no abate de outras “de idade avançada” e a sua substituição por espécies autóctones.

“A ideia é criar um espaço ou um percurso com as árvores que estão referenciadas na Bíblia, acompanhadas de uma pequena descrição de cada uma. Dessa forma, os visitantes poderão ali ficar a perceber o que é, por exemplo, um sicómoro, uma árvore que é citada no Evangelho mas que poucos conhecem”, referiu Jorge Ortiga.

Disse que, em termos de árvores, o jardim bíblico integrará 23 espécies, a que há a juntar “muitas mais” plantas e flores.

“Algumas espécies, como os cedros, já existem aqui, no Bom Jesus”, rematou.

Mais em Braga

Bitnami