Seguir o O MINHO

Desporto

Armando Evangelista quer Vitória com paixão e coragem no Dragão

em

O treinador do Vitória, Armando Evangelista, disse querer uma equipa a jogar com paixão e coragem no Dragão, sábado, frente ao FC Porto.

Nove dias depois do ‘desastre’ europeu (eliminação na terceira pré-eliminatória da Liga Europa pelo ‘desconhecido’ austríaco Altach), o Vitória desloca-se ao Dragão para defrontar o FC Porto na jornada inaugural do campeonato e o treinador não vai poder contar com Licá e Otávio, por serem jogadores emprestados pelos portistas.

Armando Evangelista foi contestado no final do jogo europeu e, dois dias depois, no jogo da equipa B dos minhotos a que assistiu, mas recusa mais pressão para o jogo inaugural do campeonato por causa desse desaire.

“Não me parece, embora quem trabalhe nesta casa tenha pressão constante, a dimensão do Vitória assim o obriga. São competições diferentes e vamos encarar este início com toda a paixão”, disse.

Questionado sobre que armas o Vitória terá que utilizar para contrariar o favoritismo do FC Porto, o técnico destacou “paixão e coragem”, características que “fazem coisas que ninguém está à espera”.

Esperando um “jogo de grau de dificuldade elevada”, prometeu uma equipa vitoriana “ambiciosa” e a lutar pela disputa dos pontos.

Deixou antever algumas alterações no ‘onze’, desde logo pelos impedimentos de Licá e Otávio, adivinhando-se também o regresso de Josué ao eixo da defesa.

Sobre o FC Porto, vincou que é uma equipa que luta por ser campeã nacional, mas recusou fazer uma avaliação comparativa com a época passada.

Bruno Alves não treinou esta sexta-feira por precaução e pode falhar o jogo de sábado, mas ausência certa é a de Bruno Gaspar, ainda a recuperar de lesão.

O jogo tem início às 20:45 de sábado, no Estádio do Dragão, e será arbitrado por Fábio Veríssimo, de Leiria.

Populares