Seguir o O MINHO

Alto Minho

Arcos de Valdevez candidata a vila ‘mais verde’ da Europa

‘European Green Leaf Awards’

em

Aldeia de Sistelo, em Arcos de Valdevez. Foto: DR

Arcos de Valdevez é uma das 14 cidades e vilas candidatas ao Prémio Europeu Green Leaf 2022, que visa reconhecer os municípios que se distinguem na sustentabilidade urbana e eco inovação, anunciou hoje a autarquia.

Os restantes concorrentes são: Bistriţa, Romênia; Elsinore, Dinamarca; Frascati, Itália; Gavà, Espanha; Haskovo, Bulgária; Las Rozas de Madrid, Espanha; Oliveira do Hospital e Valongo Portugal; Petrinja, Croácia; Pleven, Bulgária; Sisak, Croácia; Treviso, Itália; e Winterswijk, Países Baixos.

O European Green Leaf Awards visa reconhecer as conquistas ambientais das cidades e vilas, que buscam a sustentabilidade urbana e a eco inovação, bem como inspirar outras a implementar medidas nesse sentido.

Um painel de especialistas fará uma avaliação técnica de cada inscrição para selecionar uma lista de cidades finalistas.

Os vencedores serão anunciados numa cerimónia em Lahti, Finlândia, que é a Capital Verde Europeia para 2021.

Duas cidades vencedoras do EGLA 2022 receberão 200 mil euros cada para serem utilizadas em projetos/ações para melhorar a sustentabilidade ambiental e alcançar a visão de sustentabilidade do local.

Arcos de Valdevez está integrada na Reserva Mundial da Biosfera, no Parque Nacional Peneda Gerês.

O concelho tem uma área do seu território integrada na rede Natura 2000 e na Reserva Ecológica Nacional. Tem uma das poucas áreas classificadas como Paisagem Cultural nacional, como é Sistelo.

A Câmara salienta que está em curso um programa de valorização das paisagens e das zonas ribeirinhas; um Plano Verde e um plano de reabilitação urbana de espaços públicos e edifícios, suportado no conceito de eco urbanismo. Tem ainda o projeto Oficinas de Criatividade Himalaya, o Parque Biológico, o Centro de Biodiversidade do Vez, as ecovias e o ecoparque do Vez, entre outros.

“O Município tem vindo a realizar vários projetos e iniciativas de valorização e preservação da excelência ambiental, a qual é um dos pilares na estratégia de desenvolvimento social e económico sustentável de Arcos de Valdevez”, conclui o comunicado.

Populares