Seguir o O MINHO

Braga

Apresentações bissemanais por tráfico de doping em Braga

PJ apreendeu milhares de comprimidos

em

Fotos: O MINHO

O técnico informático suspeito do crime de tráfico de doping, em Braga, saiu em liberdade provisória, do Tribunal de Braga, ao final da tarde desta quinta-feira, tendo como medidas de coação as apresentações bissemanais no posto policial da sua área da sua residência e proibido de contactar fornecedores e clientes daquele tipo de substância dopante, segundo determinou o juiz de instrução criminal da Comarca de Braga.

Indiciado pela prática de crime de tráfico de substâncias e métodos proibidos, o arguido, de 51 anos, tinha sido detido esta quarta-feira pela Polícia Judiciária, na sua casa, em Braga, com milhares de comprimidos e ampolas injetáveis de substâncias esteroides androgénios anabolizantes (substâncias dopantes), balança digital de precisão, equipamentos informáticos, envelopes e material próprio para o envio das encomendas.

Trata-se de crime penalizado pela chamada Lei Antidopagem no Desporto, sendo tais substâncias proibidas, admitindo a Polícia Judiciária que o suspeito, técnico informático de profissão, se dedique à importação, exportação, venda, produção/fabrico e preparação (corte/mistura) das substâncias esteroides anabolizantes.

Segundo a Autoridade Antidopagem de Portugal (ADOP), as substâncias apreendidas promovem aumento de massa muscular, com alteração do metabolismo hormonal, masculino e feminino, provocando danos no sistema hepático e vários órgãos dependentes de hormonas sexuais para o seu desenvolvimento, podendo provocar desenvolvimento de tumores e alterações graves do crescimento em pessoas antes da idade adulta.

EM FOCO

Populares