Seguir o O MINHO

Região

Apreendidos 745 quilos de cocaína pura em ananases e 400 mil euros

em

Foto: Divulgação

A Polícia Judiciária (Portugal) e o Cuerpo Nacional de Policia (Espanha) apreenderam cerca de 745 quilos de cocaína pura, escondida no interior de ananases transportados em contentores entre um país da América Latina e a Península Ibérica, alegadamente através do Minho e da Galiza, tendo o território espanhol como o seu principal destinatário final.

Para além da cocaína apreendida em Espanha foi ainda possível proceder à identificação e detenção de nove homens de várias nacionalidades, bem como apreender cerca de 400 mil euros e dez automóveis, tendo sido ainda desmantelado um laboratório clandestino utilizado para a adulteração e corte da cocaína.

A megaoperação decorreu através da PJ (Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes), que desencadeou recentemente, no âmbito de uma investigação conjunta, uma operação policial denominada “Operação Japy”, da qual resultou a apreensão, em ambos os países, de aproximadamente 745 quilos de cocaína dissimulados dentro de ananases.

A investigação deste grupo organizado, com carater transnacional e que se dedicava reiteradamente à introdução, no continente europeu, de elevadas quantidades de cocaína produzida na América do Sul, iniciou-se em Espanha e decorre desde abril do ano passado.

Em território nacional esta operação contou igualmente com a preciosa colaboração da Autoridade Tributária e Aduaneira, sendo que a investigação prossegue em Portugal e em Espanha.

Anúncio

Braga

Covid-19: Morre segunda utente do Asilo S. José, em Braga

Covid-19

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

O Asilo de São José, sediado em Braga, registou a segunda morte por entre os utentes, vítima do novo coronavírus, que provoca a doença Covid-19, confirmou O MINHO junto de fonte daquele lar.

Ao que apurámos, a vítima tem cerca de 90 anos e estava internada no Hospital de Braga com problemas respiratórios, depois de ter acusado positivo nos testes de despistagem realizados naquela unidade hospitalar.

Esta é a segunda vítima daquele lar depois de na passada quinta-feira uma mulher de 76 anos ter perdido a vida pelo mesmo motivo.

Os cerca de 100 utentes daquela casa foram sujeitos a testes de despistagem, com três a acusarem positivo e os restantes a aguardar resultado.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Câmara de Viana serviu cerca de mil refeições na última semana

Covid-19

em

Foto: Ilustrativa / DR

A Câmara Municipal de Viana do Castelo já assegurou mais de mil refeições, só na última semana, a profissionais de saúde, forças de segurança pública, bombeiros e Cruz Vermelha, fornecendo ainda refeições a alunos com escalão tipo A e B através das Escolas de Referência e a famílias ou cidadãos com dificuldades económicas, anunciou hoje a autarquia.

Recorde-se que as Escolas de Referência para acolhimento de filhos de trabalhadores de serviços essenciais são EBS de Arga e Lima, Lanheses (Agr. Arga e Lima), Centro Escolar EB de Barroselas (Agr. Barroselas), ES de Monserrate (Agr. Monserrate), EB da Foz do Neiva, Castelo do Neiva (Agr. Monte da Ola), EB Frei Bartolomeu dos Mártires (Agr. Santa Maria Maior), Escola Básica de Abelheira (Agr. Abelheira) e EBS Pintor José de Brito, Santa Marta de Portuzelo (Agr. Pintor José de Brito).

As Escolas de Referência estão também abertas para fornecimento de refeições para os alunos com escalões A e B. As escolas de referência podem ainda fornecer, em regime de ‘take away’, refeições a crianças referenciadas pelas Instituições Particulares de Solidariedade Social. As IPSS sinalizam as crianças com necessidades e, assim, as famílias podem levantar a refeição em causa na escola de referência do respetivo agrupamento. Para fornecimento de refeições em regime ‘de take away’ a escola de referência do Agrupamento do Monte da Ola é a Escola EB2.3 Carteado Mena (Darque).

Em tempos de grande incerteza e vulnerabilidade, as autarquias de Viana do Castelo assumiram um papel fundamental, em parceria com todas as Instituições Particulares de Solidariedade Social do concelho.

Há várias Juntas e Uniões de Freguesia do concelho de Viana do Castelo a apoiar diretamente famílias na compra de medicamentos, alimentação e outros bens essenciais. A par disto, a Câmara Municipal criou uma bolsa de voluntários municipais, onde vários trabalhadores municipais se disponibilizaram para entregar refeições em casa de pessoas mais vulneráveis, medicamentos e outros bens essenciais.

Através da Linha de Apoio Social, há uma grande articulação com todas as juntas de freguesia que estão no terreno, assim como com as IPSS’s. A Câmara Municipal de Viana do Castelo apela àqueles que estejam, neste momento, a precisar de apoio e ainda não o tenham obtido, a que consultem a página da respetiva Junta de Freguesia para perceber se é uma das juntas de freguesia a prestar apoio. Em caso negativo, poderá contactar a Linha de Apoio Social – 258 809 316 – para esclarecer todas as dúvidas.

Continuar a ler

Ave

Vizela encerra parque das termas e marginal ribeirinha

Covid-19

em

Foto: Divulgação

Na sequência do surto da nova estirpe de Coronavírus (COVID-19), foi decretado o Estado de Emergência Nacional, através do Decreto Presidencial n.º 14-A/2020, de 18 de março, tendo sido decretadas pelo Governo, através do Decreto n.º 2-A/2020, de 20 de março, um conjunto de medidas de ordem preventiva e restritiva, para evitar a transmissão da doença na comunidade.

Assim, no seguimento do decretado pelo governo, mais precisamente pelo Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e uma vez mais, atenta a realidade concelhia, a Câmara de Vizela encerrou o Parque das Termas e a Marginal Ribeirinha, locais onde habitualmente se concentram muitas pessoas.

A Câmara Municipal de Vizela apela à população vizelense para respeitar as recomendações das autoridades, em especial o cumprimento do Dever Geral de Recolhimento, devendo, sempre que possível, evitar deslocações para fora do domicílio, preservando o recolhimento domiciliário.

Continuar a ler

Populares