Seguir o O MINHO

Cávado

Barcelos: Família vende por 425 mil euros pitoresco prédio que construiu há 70 anos

Está há 70 anos na posse da família que o construiu

em

Fotos: O MINHO

Esteve na mesma família desde a sua construção, na década de 1950, com as funções de albergar consultórios com valências médicas. Foi uma clínica dentista e um consultório de um médico oftalmologista (pai e filho, que eram também donos do prédio), e, mais recentemente, alberga a lavandaria A Principal, que deverá desocupar o mesmo no final deste ano.

A venda está a cargo da BarcelCasa, pelo valor de 425 mil euros (negociáveis, diz um dos agentes imobiliários). Com quatro pisos, tem a loja em condições aceitáveis, mas os escritórios na parte superior, onde outrora aquela família recebia milhares de barcelenses que ali partilhavam as maleitas de olhos e dentes, estão em estado devoluto, pelo que o novo proprietário terá de investir uma boa quantia e, muito provavelmente, remodelar todo o edifício.

Entrada do edifício.

Um dos escritórios. Foto: O MINHO

Corredores. Foto: O MINHO

Escadas. Foto: O MINHO

Escadas. Foto: O MINHO

Escadas. Foto: O MINHO

Um dos escritórios. Foto: O MINHO

Um dos escritórios. Foto: O MINHO

O imóvel tem vista para o Coreto do Jardim Velho, para o Centro Comercial do Terço e está ladeado pelo restaurante Galliano, mesmo às portas da Avenida da Liberdade. Em 2014, ainda se anunciava os serviços de consultório de oftalmologia, ou como dizia o cartaz improvisado a plástico e fita-cola, “doenças dos olhos”.

Imagem: Google Maps

Vista para o Campo 05 de Outubro. Foto: O MINHO

Vista para o Campo 05 de Outubro. Foto: O MINHO

Vista para o Campo 05 de Outubro. Foto: O MINHO

Fonte da BarcelCasa disse a O MINHO que a recuperação de propriedades erguidas junto ao Jardim Velho, na Praça 05 de Outubro, onde se encontra o pitoresco edifício, está a ser prática corrente e com bastante adesão: “Quem comprar o prédio certamente terá de o reabilitar. É uma das edificações mais antigos ali daquela zona, que é conhecida por ter casas antigas, e que, por acaso, também tem muitas a serem reabilitadas”.

Vista sobre a envolvente do prédio. Imagem: Google

A fonte explica que a família, que por motivos de reserva não iremos nomear, tem raízes em Barcelos, mas já não tem elementos no concelho, vivem agora em Esposende e no Porto. “Apesar de terem ido para fora, o imóvel ficou sempre na família”, reforçou. Agora, todos longe da cidade e sem lhe darem a utilização delineada pelo patriarca médico, o sentido prático será o de vender.

De acordo com a ficha técnica, 327 metros quadrados de área bruta, categoria energética F, quatro pisos ao redor tem todo o tipo de valências que oferece o centro da cidade, como farmácia, polícia, escolas, jardins e transportes públicos.

Populares